- Links
» Página Inicial
» Estadão
» Revista Veja
» Revista Época
» Folha de São Paulo
» Revista Isto É
» Revista Carta Capital
» Prefeitura de Pirassununga
-
BALAIO DO BUYA
Jornal Virtual
-
» Contato
 
 
- Balaio do Buya
Dizimista 186

 

 
 
Edição nº 186, de 01 de julho  de 2010
 
O mundo mágico da Internet
O site mais visitado da região
O Dizimista– Primeiro jornal virtual de Pirassununga
SINOPSES - RESUMO DOS JORNAIS
 
 
O Globo
 
Manchete: Pressão eleitoral faz governo liberar FGTS na Petrobras
Com incertezas em relação à capitalização, ações caíram 25% este ano

Contrariando a orientação da equipe econômica e cedendo aos apelos da ala política do governo, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu autorizar o uso do FGTS para comprar ações da Petrobras na nova capitalização da estatal. A avaliação é a de que a permissão que favorece os trabalhadores pode dar dividendos eleitorais. Quem já tem FGTS Petrobras agora pode comprar novas ações usando até 30% do seu saldo. Foi a segunda derrota da ala econômica no mesmo mês: ela defendia o veto ao aumento dos aposentados. Com incertezas em relação à capitalização, as ações da Petrobras já caíram 25% no ano. (Págs. 1, 25 e 26)

A retaliação portuguesa

Apesar de 74% dos acionistas da Portugal Telecom terem aprovado a oferta da Telefónica espanhola para comprar a Vivo por € 7,15 bi, o governo português vetou o negócio. A Vivo é a maior operadora móvel do Brasil. (Págs. 1 e 29)
PSDB cede aos Maia e muda vice de Serra
Para garantir aliança com DEM e tempo de TV, tucanos cedem vaga ao deputado Índio da Costa

O PSDB cedeu à pressão do DEM e aceitou o nome imposto por seu principal aliado para vice na chapa presidencial de José Serra. O escolhido foi o deputado Índio da Costa (DEM-RJ), de 39 anos, com quem Serra só se encontrou uma vez, durante o jogo Brasil e Coreia do Norte. A indicação de Índio, homologada na convenção do DEM, é uma vitória do ex-prefeito Cesar Maia e de seu filho, deputado Rodrigo Maia, presidente do partido. Índio foi subprefeito e secretário municipal em gestões de César. Os Maia rejeitavam a indicação do senador tucano Álvaro Dias para vice. Sem argumentos depois que o irmão de Dias, no Paraná, se coligou ao PT, o PSDB cedeu para garantir a aliança e o tempo de TV. (Págs. 1, 3 a 13 e Merval Pereira)

De costas para a História

Num país marcado por tragédias com presidentes, os vices atuais são: um representante do fisiologismo, um deputado inexpressivo e um empresário neófito em política. (Págs. 1 e 11)

Um dia Serra, no outro Dilma

Os poderosos argumentos do governo ainda são desconhecidos, mas devem ter sido convincentes. Em 24 horas, o PSC e o senador Osmar Dias (PDT-PR) mudaram de lado e trocaram José Serra por Dilma Rousseff. Irmão de Álvaro Dias, até então cotado para vice de Serra, Osmar Dias se relançou ao governo do Paraná na aliança de Dilma. O PSC traiu acordo com o PSDB e anunciou apoio à chapa petista. (Págs. 1 e 13)
Garotinho é forçado a desistir
Com ataques à imprensa e ao Judiciário, acusados por ele de dificultarem sua candidatura, o ex-governador Anthony Garotinho (PR) anunciou ontem que desistiu de voltar ao cargo nas eleições deste ano. Beneficiado por liminar do TSE, que suspendeu a decisão do TRE de torná-lo inelegível, Garotinho se lançou candidato a deputado federal. O pouco tempo na TV e a falta de dinheiro, disse, também pesaram. (Págs. 1 e 14)
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo
 
Manchete: Serra cede ao DEM e muda vice
Sob pressão de partido aliado, candidato troca senador do Paraná por deputado carioca sem expressão nacional

O candidato do PSDB à Presidência, José Serra, cedeu à pressão do DEM e aceitou indicação do partido para vice em sua chapa.

Será o deputado Índio da Costa, 39, "cria" do ex-prefeito Cesar Maia, nome sem expressão nacional e nunca antes cogitado para o posto.

A decisão de Serra, que desde sexta tentava convencer o DEM a aceitar o tucano Álvaro Dias (PR), surpreendeu até os aliados próximos.

A opção Índio da Costa surgiu de reunião na madrugada de ontem, na qual venceu a tese de que o vice deveria ser do Rio ou de Minas. Serra preferiu um nome da "nova geração". (Págs. 1 e Poder)

Perfil
Índio teve apenas uma experiência no Executivo. Foi secretário de Administração do Rio. Acusado na CPI municipal da merenda escolar, não foi indiciado. (Págs. 1 e A10)
Economia vai crescer 7,3%, prevê agora o BC
O Banco Central elevou a previsão de crescimento da economia em 2010 de 5,8% a 7,3% - acima das estimativas feitas pelo mercado e pelo Ministério da Fazenda. A projeção de inflação também subiu, para até 5,4%.

Parte do mercado financeiro interpretou as projeções do Relatório Trimestral de Inflação como sinal de que os juros básicos seguirão em alta. Espera-se taxa de 12% em dezembro. Hoje, é de 10,25% ao ano. (Págs. 1 e B4)
ONG ligada a Mandela diz ver risco de onda de xenofobia
A Fundação Nelson Mandela, ONG ligada ao ex-presidente sul-africano, vê risco de violência contra estrangeiros na fase final da Copa do Mundo, relatam as enviadas Laura Capriglione e Paula Cesarino Costa.

Refugiados do Zimbábue dizem sofrer ameaças de gangues em favelas. A Fifa anunciou que os jogos das quartas de final serão usados como
"plataforma contra discriminação". (Págs. 1 e D20)
Boa notícia: Estudantes do semiárido vão construir robôs
O Centro de Educação Científica do Semiárido, projeto do neurocientista Miguel Nicolelis, foi inaugurado em Serrinha (BA); 400 jovens vão aprender em projetos de tecnologia. (Págs. 1 e C2)
Editoriais
Leia "Vice inesperado", acerca da definição do companheiro de chapa de José Serra; e "Educação com método", sobre o uso de apostilas nas escolas. (Págs. 1 e A2)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo
 
Manchete: Serra cede ao DEM e aceita vice ligado a Cesar Maia
Deputado Índio da Costa é escolhido após crise deflagrada há cinco dias com indicação do tucano Álvaro Dias

Sob pressão do DEM e diante do risco de desmonte da própria candidatura presidencial, o PSDB trocou a indicação do senador tucano Álvaro Dias (PR) pela do deputado federal Antônio Índio da Costa (DEM-RJ) para o posto de vice-presidente na chapa de José Serra. Após cinco dias de desgaste na aliança, foi fechado, no limite do prazo permitido pela Lei Eleitoral, o acordo que renderá à coligação mais 3 minutos no programa de rádio e TV. Se não houvesse entendimento até a meia-noite de ontem, Serra disputaria a eleição contra Dilma Rousseff (PT) apoiado apenas por PPS e PTB, além de seu próprio partido. Serra anunciou Índio da Costa, ligado ao grupo político de Cesar Maia, como "peça fundamental na aprovação do projeto Ficha Limpa". (Págs. 1 e Nacional A4 e A6)

Foto legenda: Chapa. Índio da Costa e Serra durante a convenção do DEM: presidenciável apresentou seu candidato a vice como um ´político da nova geração´

Campanha ainda precisa achar um rumo

Definição do vice, que poderia ter saído antes, de forma discutida e estratégica, surge tardiamente, com a marca do improviso e com só um efeito, pelo menos por ora: sacramentar a aliança com o DEM. (Págs. 1 e Nacional A4)
BC prevê PIB de 7,3% e indica novas altas de juro
O Banco Central aumentou a projeção de crescimento do Produto Interno Bruto deste ano de 5,8%, em março, para 7,3%, superando a previsão do próprio mercado (7,13%). E a maior revisão já feita pelo BC de um trimestre para outro. A estimativa de inflação subiu de 5,2% para 5,4%. O cenário traçado pelo BC reforça a expectativa de novas altas de juros. (Págs. 1 e Economia B4)

Empresas já investem mais que antes da crise

O investimento representou 8,3% do faturamento líquido de 500 empresas no 1º trimestre, diz estudo. No mesmo período de 2008, era 7,7%. (Págs. 1 e Economia B1)
Silvio Berlusconi: Diplomacia e pole dance
O premiê italiano Silvio Berlusconi passou dois dias no Brasil em reuniões com empresários e com o presidente Lula. Mesmo assim, teve tempo para conhecer seis garotas em festa privê, em um hotel de São Paulo, relata Débora Bergamasco. Contratada por R$ 2 mil, dançarina apresentou a "dança do poste". (Págs. 1 e Internacional A16)
Eleição expõe fragilidade de Merkel
A chanceler alemã Angela Merkel sofreu ontem ao longo de três votações na Assembleia Federal para conseguir eleger seu candidato, o democrata-cristão Christian Wulff, presidente da Alemanha, cargo de valor simbólico. A eleição expõe a fragilidade da chanceler, que, desde setembro, enfrenta divisões no governo de coalizão. Analistas já põem em dúvida a capacidade de Merkel de comandar o país. (Págs. 1 e Internacional A15)
Capitalização da Petrobrás terá FGTS (Págs. 1 e Economia B5)
 
TCM vê sobrepreço em túnel até Imigrantes (Págs. 1 e Cidades C1)
 
Notas & Informações: O otimismo do BC
Projeção é de que a economia crescerá 7,3%. Pressão inflacionária é risco. (Págs. 1 e A3)
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Brasil
 
Manchete: Índio será vice de Serra
Desistência do senador Álvaro Dias leva tucano a aceitar indicação de deputado do DEM-RJ

O vice na chapa do PSDB à Presidência será o deputado federal Índio da Costa (DEM-RJ). O convite foi feito depois que o escolhido, o senador Álvaro Dias (PSDB-PR), desistiu de participar. Ex-vereador em primeiro mandato em Brasília, Índio foi uma imposição do DEM, que ameaçava romper a aliança com o PSDB pela quebra de um acordo entre os partidos. No primeiro encontro entre os dois, Serra apenas se limitou a falar do currículo do seu agora vice. Índio, por sua vez, não escondia a surpresa. No PT, o nome foi recebido com ironia. Ao saber da escolha, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva perguntou aos jornalistas: "Quem é? De onde ele é?". E o assessor especial da Presidência, Marco Aurélio Garcia, comentou: "Nunca ouvi falar". (Págs. 1 e Coisas da Política A2 e País A6)
Passo para capitalizar a Petrobras
Num movimento rumo à operação de capitalização da companhia, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou projeto que permite ao governo ceder reservas de petróleo à Petrobras em troca de ações da empresa. (Págs. 1 e Economia A18)
Exportação que rende vergonha
Relatório da ONU divulgado ontem mostra que tem aumentado o número de mulheres brasileiras entre as 140 mil vítimas de tráfico para exploração sexual na Europa. A América do Sul exporta 13% desse total. (Págs. 1 e Internacional A21)
Biodiesel feito em Copacabana
Um estudo da Coppe premiado pela ONU propõe que, 130 mil litros de óleo de soja gerados anualmente por bares e restaurantes de Copacabana sejam transformados em biodiesel numa usina no bairro. (Págs. 1 e Vida, Saúde & Ciência A24)
------------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense
 
Manchete: STF rejeita intervenção por ampla maioria: 7x1
O primeiro voto contrário à violação da autonomia política do Distrito Federal partiu de Cezar Peluso, presidente do Supremo e relator do caso. Ele considerou que a ordem foi restabelecida na capital da República, não havendo sentido para uma medida tão drástica como a intervenção. Os integrantes da Corte de Justiça que acompanharam o voto de Peluso ressaltaram as ações saneadoras no DF, como a eleição indireta de um governador e a punição de envolvidos. Foram contrários os ministros Dias Toffoli, Cármen Lúcia, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes, Marco Aurélio Mello e Celso de Mello. Carlos Ayres Britto foi o único a deferir o pedido apresentado pela Procuradoria-Geral da República. (Págs. 1 e 37)

Visão do Correio: Vitória da sensatez

Merece aplauso a decisão do Supremo Tribunal Federal contra a intervenção na capital da República. O bom senso imperou na sessão de ontem quando, por 7 X1, respeitou-se a autonomia política do DF. (Pág. 1)
Reviravolta nas eleições
TSE apavora o meio político ao definir que presidenciáveis estão proibidos de aparecer na propaganda eleitoral caso haja na coligação estadual partidos com concorrentes ao Planalto. Disputa no DF pode mudar (Págs. 1, 6, 35 e 36)
Presidência: Serra vai de Índio como vice
Por essa nem o escolhido esperava. “Foi uma enorme surpresa para mim”, disse o deputado federal Índio da Costa (DEM-RJ), após receber a notícia do próprio Serra. “Nem sei quem é. De onde ele é?”, perguntou Lula. (Págs. 1 e 2 a 5)
Sucessor de Lula paga reajuste do Judiciário
Um dia após barrar o aumento de 56% nos salários dos servidores, governo faz acordo para conceder a correção a partir de janeiro de 2011, em parcelas. (Págs. 1 e 19)
Vim, vi e venci
Eunice Carvalhido é escolhida para chefiar o MPDFT (Págs. 1 e 40)
Crime da 113: Dez meses e muitos mistérios
A investigação do triplo assassinato da Asa Sul reforça a tese de participação de parentes do casal Villela no crime. Uma lâmina foi achada no apartamento e há indícios de que apareceu no local após as perícias. (Págs. 1 e 41)
------------------------------------------------------------------------------------
Valor Econômico
 
Manchete: Veto português traz ameaça à Vivo
A surpreendente e tardia intervenção do governo português, ao usar de forma inédita seu direito de veto para evitar a venda da Vivo à Telefónica por € 7,15 bilhões, ampliou o impasse e colocou em xeque o futuro da capacidade de competição das empresas no Brasil. Após dois meses de uma negociação pública e desgastante, e da terceira oferta feita pelos espanhóis, os acionistas aprovaram que a Vivo fosse para as mãos da Telefónica por 74% a 26%. A Comissão Europeia avaliará a validade do direito de veto do governo português no dia 8. O grupo espanhol manteve sua proposta de compra até o dia 16.

A magnitude da oferta da Telefónica dá uma ideia do que está em jogo. Sua última proposta corresponde a três vezes o valor de mercado da Vivo em maio, 35 vezes o valor dos lucros esperados e mais de 90% do valor de mercado da própria Portugal Telecom. (Págs. 1, D1 e D4)
Duas visões sobre juros para 2011
O juro real no Brasil vai encerrar o ano no nível de 4,4%, confirmando recorde de baixa. Para economistas, juro real de um dígito pelo terceiro ano consecutivo, em meio à forte pressão inflacionária, ajuda a alimentar a expectativa de que o aperto monetário possa se estender até o início de 2011. Eles alertam que o juro real é baixo para conter o ímpeto da atividade e que o juro real "neutro" é bem superior, em torno de 7% ao ano.

O Relatório de Inflação do Banco Central trouxe sinais menos conservadores do que a ata do Comitê de Política Monetária e reforçou a tese de que a taxa Selic deve fechar o ano na casa dos 12%. Os cálculos indicam que a inflação prevista está agora "em torno do valor central para a meta", em 4,6% em 2011. "Comparada aos números que tínhamos quando da reunião do Copom, a nossa projeção para 2011 é ligeiramente menor", disse o diretor de política econômica do BC, Carlos Hamilton Araújo. O BC elevou de 5,8% para 7,3% sua projeção de crescimento da economia. (Págs. 1, C1 e A16)
Rio e tempo na TV explicam Índio da Costa
O processo de escolha do candidato a vice na chapa do PSDB à Presidência foi marcado por equívocos, improvisação e falta de organização política na campanha de José Serra, que mal conhece o deputado Índio da Costa, nome indicado ontem pelo Democratas. Mas a escolha dá palanque ao PSDB no terceiro maior colégio eleitoral, o Rio, e tempo na TV.

Serra subestimou a reação do Democratas, que começou a tomar forma na convenção do PSDB no dia 12, em Salvador. Ele não queria ouvir o presidente do DEM, Rodrigo Maia, que esteve na linha de frente de um movimento no sentido de influenciar o PSDB a escolher Aécio Neves como candidato a presidente.

O DEM é responsável por um terço dos 7min23s que Serra terá na televisão. A queixa dos Democratas era que o partido servia para dar tempo de televisão para os tucanos, mas não para indicar o vice. O PSDB não percebeu que o cargo de vice deixou de ser urna reivindicação do grupo pró-Aécio para impregnar todo o partido. (Págs. 1 e A11)

Foto legenda: Índio da Costa: convite aceito por discordar da forma como o governo ´inchou´ a máquina pública
Após quase um ano, greve na Inco está perto do fim
Perto de completar um ano, no próximo dia 13, a greve dos cerca de 3 mil trabalhadores das minas de níquel e cobre da Vale no Canadá quase terminou anteontem, durante negociação intermediada por um mediador independente. Os dois lados trocam acusações de violência, intimidação, xenofobia e racismo, nesta que já é a mais longa paralisação da história do poderoso e bem financiado sindicato local.

Os negociadores se acertaram sobre as questões econômicas que levaram os trabalhadores a cruzar os braços, como o sistema de aposentadoria e o pagamento de bônus. Mas chegaram a um impasse quanto à recontratação de nove grevistas demitidos pela empresa. A despeito do otimismo das partes, os conflitos não terminaram. Nesta semana, três trabalhadores, incluindo um integrante do comitê de negociação, foram levados pela Vale à Corte Superior de Justiça para responder a uma acusação criminal por supostamente desrespeitarem uma ordem judicial que disciplina os piquetes nas portas das minas. (Págs. 1, B1 e B9)
Crescimento se acelera na Argentina
O crescimento das exportações para o Brasil, uma safra agrícola acima do previsto e a manutenção de estímulos fiscais levaram bancos e consultorias a aumentar as estimativas de expansão do Produto Interno Bruto (PIB) da Argentina em 2010. Ontem mesmo a RBS Securities elevou sua estimativa de 4,4% para 7%. A União Industrial Argentina (UIA) prevê que a indústria crescerá entre 6% e 8%.

O setor automotivo, cuja produção poderá alcançar o recorde histórico de 680 mil unidades, dita o ritmo mais forte da economia. De cada cem veículos fabricados, quase 60 são destinados ao Brasil. Nos cálculos do Ieral, o centro de estudos da prestigiada Fundação Mediterrânea, só o aumento das vendas ao principal sócio do Mercosul agregará 0,8 ponto percentual ao PIB argentino. (Págs. 1 e A13)
UE propõe cortar subsídios agrícolas a países que descumprem suas metas fiscais (Págs. 1 e A13)
 
Títulos em reais dá a maior margem de retorno a investidor (Págs. 1 e C6)
 
Limites à política social
Especialistas em políticas sociais afirmam que, sem reforma tributária, redução da pobreza por meio de programas de transferência de renda está perto do limite. (Págs. 1 e A2)
Trem-bala
Tribunal de Contas da União reduz estimativa de custo do Trem de Alta Velocidade entre São Paulo e Rio e impõe limite de 60,3% do valor total para o financiamento público ao projeto. (Págs. 1 e A3)
OMC condena Airbus
Em processo movido pelos EUA, a Organização Mundial do Comércio (OMC) considerou que a União Europeia concede subsídios ilegais à Airbus. As partes ainda podem apelar da decisão. (Págs. 1 e A13)
JAL suspende voos ao Brasil
A Japan Airlines (JAL) vai suspender por tempo indeterminado seus dois voos semanais entre São Paulo e Tóquio. A medida é parte da reestruturação da companhia, que enfrenta grave crise financeira. O último voo decola em 27 de setembro. (Págs. 1 e B6)
Cisão da Usiminas
A Usiminas anunciou ontem a criação da Mineração Usiminas, que englobará os ativos minerais e de logística da siderúrgica e contará com 30% de participação da trading japonesa Sumitomo. (Págs. 1 e B7)
Propulsão independente
Com a inauguração da fábrica de motores de Campo Largo (PR), a Fiat encerra sua dependência da General Motors no segmento de médio porte, nas versões 1.6 e 1.8. (Págs. 1 e B7)
Semestre de perdas para os grãos
Clima favorável e incertezas sobre o futuro da demanda determinaram novas quedas dos grãos na bolsa de Chicago em junho, que encerraram o semestre com perdas de 10% a 15%. (Págs. 1 e B14)
Ações da BRF lideram queda
Mercado reage às restrições sugeridas pela Secretaria de Acompanhamento Econômico à fusão entre Sadia e Perdigão e ações da BRF têm a maior queda do Ibovespa. (Págs. 1 e D6)
Ideias
Ribamar Oliveira

Ampliação dos investimentos da União depende da fixação de limites para o crescimento das despesas com pessoal. (Págs. 1 e A2)
Ideias
Alexandre Schwartsman

Países da zona do euro com dificuldades para rolar suas dívidas não têm outra alternativa a não ser o ajuste fiscal. (Págs. 1 e A15)
------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas
 
Manchete: FGTS vai ser aceito em nova oferta de ações da Petrobras
O presidente Lula sancionou a lei que trata da capitalização da Petrobras mantendo autorização para trabalhadores que já têm recursos do FGTS aplicados em ações da estatal investirem até 30% do saldo do fundo na compra de mais papéis. A opção de uso do FGTS está vetada para quem não é acionista ou se desfez dos ativos que tinha. A capitalização da petrolífera deverá ser concluída até o fim de setembro. (Págs. 1, 13 e o editorial ‘O FGTS na Petrobras’, 10)
Foto legenda: Pinto Coelho é o vice de Anastásia
O presidente da Assembleia, Alberto Pinto Coelho (PP), foi confirmado na chapa do governador Antonio Anastasia (PSDB). Os candidatos ao Senado serão Itamar Franco (PPS) e Aécio Neves (PSDB), que aposta em vitória no 1º turno. (Págs. 1 e 3)
Foto legenda: Hélio e Patrus com a bênção de Dilma
Articulada pelo Planalto, chapa PMDB-PT ao governo de Minas é oficialmente lançada em ato público na Praça da Assembleia, comapresença de militantes, da candidata petista à Presidência e de seu vice, Michel Temer (PMDB). (Págs. 1, 6 e 7)
PSDB desiste de Álvaro Dias, e o Democratas emplaca o deputado Índio da Costa (RJ) na chapa de Serra (Págs. 1, 8 e 9)
 
Copa’2014: BH receberá R$ 1 bi para obras viárias
Capital mineira é a primeira das sedes do Mundial de 2014 a firmar acordo com a Caixa para financiar oito projetos por meio do PAC da Mobilidade. Contrato de R$ 1,02 bi prevê construção de 38 km de corredores rápidos de ônibus. (Págs. 1 e 24)
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio
 
Manchete: Doenças ameaçam vítimas de enchentes
Epidemiologistas alertam para fim do período de incubação e aparecimento de doenças como leptospirose, hepatite A e cólera nas áreas tingidas de Pernambuco e Alagoas. (Pág. 1)

Estradas Resistência Voluntários Sem escola
Eduardo pede “vitória histórica” (Pág. 1)
 
Jarbas convoca: “Cerrem fileiras” (Pág. 1)
 
------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora
 
Manchete: Crédito e safra recordes projetam crescimento do agronegócio gaúcho
No lançamento oficial da 33ª Expointer no Parque Assis Brasil, em Esteio, líderes rurais estimaram desempenho pelo menos igual ao histórico de 2009. (Págs. 1, 4 e 5)
Foto legenda: A casa da memória política
Primeira sede da Assembleia Legislativa, prédio de 1792 se converte em memorial de documentos históricos gaúchos. (Págs. 1 e 10)
PSDB cede e DEM garante lugar na chapa de Serra
Partido se vale das credenciais de Índio da Costa como relator do Ficha Limpa. (Págs. 1, 7 e 8)
Tribunal em Brasília: Desembargador do TJ irá para o STJ
Lula escolhe Paulo de Tarso Sanseverino. (Págs. 1 e 18)
------------------------------------------------------------------------------------
 
 
Repasse: se nos anos 40 existisse internet, Hitler não teria assassinado milhões de judeus.
 
Buya neles!!!
 
 
 
 
- Buya




Buya ©.Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta
página em qualquer meio de comunicação.