- Links
» Página Inicial
» Estadão
» Revista Veja
» Revista Época
» Folha de São Paulo
» Revista Isto É
» Revista Carta Capital
» Prefeitura de Pirassununga
-
BALAIO DO BUYA
Jornal Virtual
-
» Contato
 
 
- Balaio do Buya
Dizimista 192

 

 
 
Edição nº 192, de 08 de julho  de 2010
 
O mundo mágico da Internet
O site mais visitado da região
O Dizimista– Primeiro jornal virtual de Pirassununga
 
  1. marcelotas
O Ficha Limpa é “uma faca de dois legumes”: enquanto brincam no Congresso pelo menos eles não batem nossa carteira na rua, né não?
SINOPSES - RESUMO DOS JORNAIS
 
08 de julho de 2010
O Globo
 
Manchete: Receita perde R$ 1,6 bi por ano com fraudes do petróleo
Empresas contratam navios no exterior e usam artifício para sonegar

Empresas que exploram petróleo no Rio e no Espírito Santo estão fugindo do pagamento de impostos se valendo de brechas do Repetro, benefício criado há 11 anos e que elimina tributos para quem atua no setor usando navios, plataformas e robôs, entre outros equipamentos. Para não recolher o tributo, as empresas contratam navios no exterior e uma operadora, no Brasil, que sistematicamente apresenta prejuízos. As fraudes se sofisticaram e acenderam o alerta amarelo na Receita Federal, que aumentou as exigências e já indeferiu 40% dos pedidos feitos pela indústria petrolífera. A perda de arrecadação chegaria a R$ 1,6 bilhão no último ano. Desde 2005, o Repetro representa uma renúncia fiscal de R$ 20 bilhões, superior à da Zona Franca de Manaus. (Págs. 1 e 21)
Preso, Bruno pode pegar pelo menos 17 anos
Goleiro se entrega e é suspeito de seis tipos de crime; polícia localiza casa onde a vítima teria sido enterrada

Se for condenado, o goleiro Bruno, do Flamengo - que se entregou à polícia-, pode pegar pelo menos 17 anos pelos seguintes crimes: mandante do sequestro de sua ex-amante Eliza Samudio; e, em outro inquérito, sequestro e lesão corporal. A pena total, no entanto, pode chegar a 56 anos, diante de novas suspeitas: homicídio triplamente qualificado, formação de quadrilha e ocultação de cadáver. A polícia achou em Minas a casa onde a mulher foi morta. (Págs. 1 e 13 a 15)

Foto legenda: O goleiro Bruno, levada por policiais na delegacia da Polinter no Andaraí, ontem à tarde

Foto legenda: Roupas de mulher achadas no local onde a ex-amante de Bruno foi morta
Estado tem queda recorde de homicídios
O Estado do Rio registrou, em maio, o menor número de homicídios, comparado a todos os meses desde 1991, quando se iniciou a série histórica. Foram 363 assassinatos - o equivalente a uma queda de 30.5% em comparação com o ano passado. (Págs. 1 e 17)
Comissão do Senado abole horário fixo para Voz do Brasil (Págs. 1 e 12)
 
Igreja anuncia que Cuba vai libertar 52 presos políticos (Págs. 1 e 28)
 
Obras de 2014 terão menos fiscalização (Págs. 1 e Economia, 23)
 
Novo programa de Dilma não superou o velho
Mesmo reformado, o programa de governo da petista Dilma Rousseff entregue à Justiça Eleitoral manteve propostas como um conselho para fiscalizar a mídia. (Págs. 1 e 3)
Centralizador, quem?
O PMDB reclama que o PT centraliza a campanha de Dilma, enquanto a candidata critica o perfil centralizador de Serra. (Págs. 1 e 3)
Le petit ´mensuelon´ (Págs. 1 e 29)
 
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo
 
Manchete: Divórcio passa a ser mais rápido
Pedido poderá ser feito assim que casal decidir pelo final do casamento, sem a necessidade de aguardar prazo

Depois de polêmica com setores ligados a instituições religiosas, o Senado aprovou, em último turno, a proposta de emenda à Constituição do divórcio direto. Agora, o pedido de divórcio poderá ser imediato, feito assim que o casal decidir pelo término do casamento.

Essa alteração acaba com os prazos entre o fim da convivência do casal e o divórcio. Hoje, o divórcio pode ser pedido depois de um ano da separação formal ou após dois anos da separação de fato. A mudança será promulgada. Não é necessária sanção presidencial.

A mudança "vai economizar custas processuais e sofrimento", afirmou o deputado Sérgio Carneiro (PIBA), que apoia a alteração.

A CNBB queria "prazo de reflexão" de seis meses. Para o senador Marcelo Crivella (PRB-RJ), evangélico, houve precipitação. (Págs. 1 e C1)
Goleiro se entrega; sangue no carro era mesmo da ex
O goleiro Bruno e o amigo dele Luiz Henrique Romão, o Macarrão, se apresentaram à policia no Rio. Bruno foi indiciado sob a acusação de ser o mandante do sequestro de Eliza Samudio.

Macarrão e o primo do goleiro também foram indiciados. A polícia afirmou que o sangue no carro de Bruno era mesmo dela. O primo de Bruno, menor de 17 anos, afirmara à polícia que Eliza foi morta e jogada aos cães.

O goleiro negou as acusações. Segundo seu advogado, Bruno está "estarrecido". Ao se apresentar à polícia, ele foi vaiado e chamado de "assassino". (Págs. 1 e C4)

Foto legenda: Bruno detido na Polinter do Andaraí, zona norte do Rio
Táxis paulistanos vão voltar a ter publicidade
Menos de quatro anos após ter sido banida das ruas de SP pela Lei Cidade Limpa, a publicidade está prestes a voltar nos táxis.

Em cima dos carros, luminosos trarão mensagens sobre eventos turísticos, atrações culturais e campanhas públicas, como a vacinação.

Os primeiros 300 táxis que participarão da experiência (quase 1% da frota da cidade, de 32 mil) devem circular no início de 2011.

A iniciativa, da própria prefeitura, vale-se de brecha na lei que prevê "anúncios especiais", como os de interesse cultural. (Págs. 1 e C5)
Cuba deverá libertar cinco prisioneiros políticos hoje
Cuba soltará cinco presos políticos a partir de hoje e promete liberar outros 47 em até quatro meses, anunciou a Igreja Católica, que desde maio negocia com a ditadura dos irmãos Castro.

Ativistas voltaram a pedir a liberação dos 167 presos políticos cubanos. (Págs. 1 e A12)
PT vai vender bonecos de Lula nas suas lojas
O PT planeja lançar bonecos de Lula a serem vendidos em lojas do partido e eventos de campanha, informa Renata Lo Prete. Os "Lulinhas", de 15 cm, terão duas versões, de terno e de camisa da seleção. (Págs. 1 e A4)
Mercado: Camargo Corrêa investirá na produção de cimento R$ 14 bi (Págs. 1 e B4)
 
Editoriais
Leia "Pequeno progresso", sobre aumento dos investimentos públicos federais; e "Vai ´pegar´?", acerca da aplicação da lei da Ficha Limpa. (Págs. 1 e A2)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo
 
Manchete: Cuba soltará 52 dissidentes, diz Igreja
Segundo o arcebispado da capital cubana, a decisão de Raúl Castro foi tomada durante reunião com o chanceler espanhol e com o cardeal de Havana

Cuba libertará 52 presos políticos, anunciou o Arcebispado de Havana. Se confirmada, será a maior libertação de dissidentes no país desde 1998, quando 101 foram soltos após visita do papa João Paulo II. A medida seria resultado da pressão internacional sobre Cuba - o presidente Raúl Castro teria tomado a decisão em reunião com o cardeal Jaime Ortega e o chanceler da Espanha, Miguel Angel Moratinos. Cinco presos seriam libertados ainda ontem e os outros 47 em até quatro meses. Segundo a Igreja, os presos poderão sair do país os cinco primeiros devem ir para a Espanha. Os opositores beneficiados são os presos em 2003 na onda repressiva "Primavera Negra", em que 75 foram detidos sob acusação de conspirar com os EUA. Do grupo, 28 foram soltos nos últimos anos, porque estavam doentes. A libertação vai reduzir o número de presos políticos em Cuba para cerca de 100, segundo cálculo de ativistas de direitos humanos. (Págs. 1 e Internacional A13 e A14)
Artifício limita ação do TCU e facilita obras do governo
Comissão aprova relatório do Orçamento com a manobra

Artifício inserido no relatório do Orçamento da União, aprovado ontem em comissão do Congresso, permitirá que Petrobras e Eletrobrás, que capitaneiam boa parte dos investimentos estatais, fiquem fora da aplicação de tabelas usadas pelo Tribunal de Contas da União para investigar irregularidades. Além disso, permitirá que as obras para a Copa de 2014 e Olimpíada de 2016 sejam contratadas sem a Lei de Licitações. (Págs. 1 e Nacional A11)
Bruno se entrega e polícia ainda busca corpo de Eliza
Exame mostra que sangue no carro era da ex-amante

O goleiro Bruno e seu amigo Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, se entregaram ontem à polícia, no Rio, horas após terem prisão decretada. Os dois e o adolescente J., primo de Bruno, foram indiciados pelo sequestro de Eliza Samudio, de 25 anos, ex-amante do goleiro e desaparecida desde 4 de junho. Anteontem, l. afirmou que Eliza foi sequestrada no Rio e morta em Contagem (MG). "Bruno está indiciado como mandante do sequestro, os outros dois como executores", disse o delegado Felipe Ettore. A polícia de MG anunciou que o sangue encontrado no carro de Bruno é de Eliza. (Págs. 1 e Cidades C1, C3 e C4)

Foto legenda: Preso. Bruno chega à delegacia na Barra da Tijuca, no Rio
Programa de Dilma mantém crítica à mídia
A arrumação feita às pressas, na semana passada, no plano de governo da candidata Dilma Rousseff (PT) eliminou polêmicas, mas preservou propostas radicais. A principal delas critica a mídia e fala em
"acesso à comunicação, socialização dos bens culturais". (Págs. 1 e Nacional A8)
Saída de dólares cresce e é a maior desde a crise
Após meses de calmaria, a crise internacional voltou a afetar o mercado brasileiro em junho. Fatores como a possibilidade de rebaixamento da Espanha por agências de risco fizeram com que US$ 4,27 bilhões deixassem o País, o pior resultado desde dezembro de 2008. (Págs. 1 e Economia B1)

Krugman reticente
O economista disse ao estadão.com.br que há otimismo exagerado sobre o Brasil. (Págs. 1 e Economia B5)
Inflação zero reabre discussão sobre (Págs. 1 e Economia B4)
 
União Europeia fecha portas à madeira ilegal (Págs. 1 e Vida A18)
 
Dora Kramer :Não vale o escrito
Serra e Dilma perderam a chance de dar espaço nobre aos programas de governo. (Págs. 1 e Nacional A6)
Fernando Reinach: Arqueologia aberta
O Brasil deveria tornar públicos dados sobre descobertas arqueológicas. (Págs. 1 e Vida A19)
Notas & Informações: Desemprego no mundo rico
Em meio à crise, os países desenvolvidos precisam criar 17 milhões de postos de trabalho. (Págs. 1 e A3)
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Brasil
 
Manchete: Dilma e Serra: chumbo trocado
Para petista, tucanos fazem "governo para poucos"

A troca de farpas no primeiro dia de campanha eleitoral oficial dá a tônica do que será a disputa. José Serra (PSDB) atacou Dilma Rousseff (PT) "por não ter lido o próprio programa de governo". A candidata petista rebateu na mesma moeda, afirmando que os tucanos fizeram um "governo para poucos". Já Marina Silva (PV) preferiu buscar polêmica criticando os dois adversários pela disputa da paternidade do programa Bolsa Família. (Págs. 1 e País A6)
Detalhes mórbidos da morte de Eliza
Em meio a grande tumulto, e após passar o dia sendo considerado foragido, o goleiro Bruno se entregou, ontem à tarde, à polícia do Rio. Ele teve prisão preventiva decretada na noite de terça-feira, depois do depoimento de seu primo, de 17 anos, que admitiu ter participado do sequestro e morte de Eliza Samudio. O menor contou que um ex-policial civil deu uma gravata na vítima, e mandou que todos saíssem do local. Em seguida, foi - visto carregando uni saco plástico e atirando a mão de Eliza em direção aos cachorros. (Págs. 1 e Tema do dia A2 a A4)

E agora? - Psicóloga e perita diz ao JB que Bruno tem o perfil de um psicopata. Ele deve ir hoje à polícia de Belo Horizonte
IPCA fica estável, mas juro não cai
Alimentos puxaram o índice

O IPCA - divulgado todo mês pelo IBGE - fechou junho estável (0%), 0,43 ponto percentual menor que em maio. A causa foi a retomada da produção de alimentos e combustíveis, afetada pelo clima no início do ano. Mas especialistas dizem que os juros deverão continuar altos, inibindo o consumo. (Págs. 1 e Economia A17)
Voo noturno com energia solar
Movido a energia solar, o avião Solar Impulse decolou ontem na Suíça, para realizar um inédito voo noturno. A previsão era ficar no ar por 24 horas, para testar a capacidade das baterias de lírio polímero. (Págs. 1 e Vida, Saúde & Ciência A24)
------------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense
 
Manchete: Selvageria
Após a prisão do goleiro Bruno e de mais sete pessoas, polícia busca provas de que Eliza Samudio foi sequestrada, morta e jogada para cães

“Perdeu, Eliza. ”A frase pronunciada pelo menor de 17 anos envolvido no desaparecimento da ex-namorada do goleiro Bruno foi o prenúncio de uma barbárie. A partir do depoimento dessa testemunha-chave, as polícias do Rio e de Minas Gerais procuram indícios para reconstituir o martírio de Eliza Samudio. Relatos indicam que ela foi vítima de uma crueldade chocante: sequestro, assassinato e esquartejamento. O corpo da modelo, retalhado, teria sido jogado a cães. Levado à Divisão de Homicídios da polícia carioca, Bruno foi chamado de “assassino”. (Pág. 1)

Escavações em busca do corpo

Investigadores mineiros realizaram uma varredura na casa de um ex-policial civil em Vespasiano, na grande BH. Segundo o depoimento do menor, Eliza morreu no local. Equipes fizeram escavações e recolheram cães da raça Rottweiler. Encontraram roupas,mas não há confirmação se seriam da ex-namorada de Bruno. (Págs. 1 e 10 a 12)
Nem aí para o escândalo da Pandora
Distritais investigados pela PF se lançam confiantes às eleições. Eles e os colegas vão ganhar R$ 3 mil por uma única sessão semanal (Págs. 1, 31 e 33)
Supersalários à vista no Senado
Congresso aprova plano de carreira para servidores. Consultor em início de carreira ganhará até R$ 29,7 mil. (Págs. 1 e 14 a 16)
UnB aceita farra à noite
Festas nos centros acadêmicos agora terão que começar às 22h30. Ainda assim, muitos estudantes reclamaram. (Págs. 1 e 38)
------------------------------------------------------------------------------------
Valor Econômico
 
Manchete: Empresas engavetam os projetos de termelétricas
A prioridade do governo em leiloar usinas de energia alternativa ou de hidrelétricas tem feito com que projetos bilionários de termelétricas sejam engavetados ou revistos. A pressão das empresas tem sido forte, mas o posicionamento firme da Empresa de Pesquisa Energética (EPE) de deixar energia térmica fora do planejamento dos próximos dez anos começa a afetar diretamente os planos estratégicos de investimentos de fundos de pensão e de empresas como MPX, do empresário Eike Batista, da portuguesa EDP e da novata Hidrotérmica, que tem o FI FGTS como sócio. A MPX e a EDP já têm investimentos de alguns bilhões em Pecém, mas agora têm que procurar alternativas, como a energia eólica.

Os fundos de pensão reunidos no FIP Energia PCH têm um projeto de 440 MW de térmica a carvão em que se pretende investir RS 1,6 bilhão na região de Criciúma (SC). Sem perspectiva de leilão à vista, eles começam a negociar com autoprodutores e já pensam até mesmo em vender a energia no mercado livre. No Rio Grande do Sul, a Hidrotérmica comprou no mês passado um projeto de térmica a GNL de 1.600 MW, que está parado. Só para a usina seria necessário investir R$ 6 bilhões, mas o projeto servirá como base para a instalação de uma regaseificadora na região. "O RS não tem gás suficiente e a regaseificadora só se sustenta com a instalação da usina", diz Ronaldo Bolognesi, executivo da Hidrotérmica. (Pág. 1)
Lula resgata ZPEs no fim do governo
A poucos meses do fim do seu mandato, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva está ampliando o número de Zonas de Processamento de Exportação (ZPEs) e tomando medidas para que saiam do papel as criadas nos governos José Sarney (1985-90) e Itamar Franco(1992-94). Pelo menos quatro ZPEs devem estar em condições de começar a operar até o fim do ano. Entre elas, uma em Alagoas e outra no Maranhão, reivindicadas respectivamente pelos senadores Renan Calheiros (PMDB-AL) e José Sarney (PMDB-AP).

O resgate do programa por Lula tem um simbolismo político que é explorado eleitoralmente pelos aliados do governo: o candidato do PSDB a presidente, José Serra, sempre foi um crítico desse modelo de industrialização. Já a candidata do PT, Dilma Rousseff, apoiou publicamente sua retomada. (Págs. 1 e A10)
Negócios em queda trazem alerta à bolsa
A redução de quase 20% em relação a maio dos volumes no mercado acionário em junho acendeu a luz amarela entre analistas e frustrou parte das expectativas positivas para o ano. Essa diminuição dos negócios e outros indicadores negativos, como a estagnação no número de contas de pessoas físicas no que está sendo apelidado de "junho negro", levou ao receio de que o mercado não atraia tantos investidores quanto o programado.

O cenário ficou mais pessimista com a divulgação de que o Brasil perdeu USS 4,2 bilhões em junho e US$ 735 milhões em dois dias em julho. O fluxo cambial negativo de junho é o pior desde dezembro de 2008. (Págs. 1, C2 e D1)
Foto legenda: Mais grifes a caminho
Henri-François Pinault, o bilionário chairman e CEO da PPR, dona de uma coleção de grifes famosas, está no Brasil à procura de endereços em São Paulo para abrir, num prazo de 12 a 18 meses, lojas da Balenciaga, Yves Saint Laurent, Bottega Veneta e mais uma da Gucci. (Págs. 1 e A14)
Siemens deve ser multada por usar Justiça contra concorrente
A Siemens VDO deverá ser condenada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) a pagar multa de R$ 12 milhões. A empresa é acusada de ter ingressado com ações na Justiça com o objetivo de afastar concorrentes do segmento de tacógrafos (instrumentos que marcam a velocidade de veículos).

Segundo o Cade, a Siemens possui mais de 85% desse nicho e tentou fazer com que a Justiça impedisse a venda de tacógrafos de outras empresas, alegando que não tinham especificações técnicas para um bom funcionamento. A empresa negou as acusações. Ontem, em segunda votação, quatro dos sete conselheiros do Cade votaram pela condenação e dois, pela absolvição. O presidente do Cade, Arthur Badin, pediu vista. (Págs. 1 e A4)
Seca no mundo ameaça produção de trigo e arroz
A produção atual de alimentos fundamentais, como trigo e arroz, corre riscos por causa da seca em regiões da Ásia, Europa e Oceania, causada pela transição brusca do fenômeno climático El Niño para La Niña. Já há pressão sobre preços - em Chicago, o trigo teve ontem a maior alta desde janeiro. Rússia, Austrália e França, grandes produtores de trigo, reduziram as previsões para a safra 2010/11. A situação é preocupante também na Tailândia, maior exportador mundial de arroz.

No Brasil, o mesmo fenômeno de estiagem se iniciará nos próximos meses. E deverá prejudicar especialmente a safra de verão no Rio Grande do Sul. Por isso, os técnicos já recomendam a antecipação do plantio. (Págs. 1 e B12)
Um funcionário público de carreira lidera o maior IPO do mundo, o do chinês AgBank (Págs. 1 e C8)
 
UE aprova regras para restringir bônus de executivos de bancos (Págs. 1 e C2)
 
Menos fiscais, menos multas
A redução do quadro de auditores fiscais do trabalho compromete a fiscalização das empresas que contratam empregados sem registro em carteira. (Págs. 1 e A2)
Inflação desacelera
Os dois principais índices de inflação no país surpreenderam o mercado com resultados abaixo das projeções, levantando dúvidas sobre a necessidade de manutenção do ritmo de alta dos juros. (Págs. 1, A3 e C2)
Imposto sobra maconha
A amara Municipal de Long Beach, na Califórnia, aprovou a realização de plebiscito sobre a criação de imposto na venda de maconha. Várias cidades do Estado querem ampliar o uso legal da droga. (Págs. 1 e A11)
US$1 bi em videogmes
O serviço on-line de videogames Xbox Live da Microsoft ultrapassou, pela primeira vez, a marca de US$ 1 bilhão em receitas, ajudado pejas vendas de filmes e acessórios de avatares. (Págs. 1 e B2)
Do Nordeste para o Sudeste
A Indústrias Reunidas Raymundo da Fonte, uma das maiores fabricantes de bens de consumo do Nordeste, com receita brota anual de R$ 240 milhões, analisa a possibilidade de atuarem São Paulo. (Págs. 1 e B4)
Minha Casa, Minha Vida
Primeira construtora a divulgar resultados do primeiro semestre, a Direcional Engenharia, empresa de Minas que atua no mercado de baixa renda, registrou aumento de 68% nas vendas contratadas. (Págs. 1 e B6)
Gyotoku em recuperação judicial
A Cerâmica Gyotoku entrou com pedido de recuperação judicial no dia 30 de junho para enfrentar uma situação de alto endividamento, agravada pela crise financeira internacional. (Págs. 1 e B8)
Reabertura do mercado?
BM&FBovespa, CSN, Banco Mercantil do Brasil, Banco Votorantim, Magnesita, Sabesp e Gol estão testando o mercado externo para tentar captar via bônus antes das férias no hemisfério Norte. (Págs. 1 e C1)
Fundos elevam captação
Depois de perder R$ 4,51 bilhões na semana encerrada no dia 25; o setor de fundos de investimento ensaia recuperação. Nos dois primeiros dias úteis de julho, obteve captação líquida de R$ 4,55 bilhões. (Págs. 1 e D2)
Vale vende 60% da MVM
A Vale vendeu 60% do capital total da empresa MVM Resources International, que controla e opera o projeto de Bayóvar, no Peru. A mineradora brasileira continuará no capital de Bayóvar. (Págs. 1 e D4)
Ideias
Ribamar Oliveira

Judiciário argumenta com folga no limite da Lei de Responsabilidade Fiscal para pedir aumentos salariais. (Págs. 1 e A2)
Ideias
Fabio Wanderley Reis

A Copa na África do Sul coroa, por assim dizer, o claro talento dos africanos e seus descendentes para o jogo. (Págs. 1 e A13)
------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas
 
Manchete: Muito pior do que se podia imaginar
Suspeito de ser o mandante do sequestro e provável assassinato da ex-amante Eliza Samudio, com quem teria um filho, o goleiro Bruno se entregou à polícia ontem no Rio. Também foi preso o empregado do jogador, Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, que teria coordenado a execução do crime. Exame de DNA confirmou que o sangue encontrado na Ranger Over de Bruno é de Eliza. Um adolescente de 17 anos, detido na casa de Bruno, provocou uma reviravolta no caso. Ele contou que viu quando um homem chamado Neném, depois de matar Eliza, jogou a mão dela para quatro cães da raça rottweiler. Ele levou a polícia a uma casa em Vespasiano, na grande BH, onde havia 10 rottweilers. Mas no local não foram encontrados restos mortais da jovem. (Págs. 1 e 21 a 24)
Deputado federal: Gastos com a campanha sobem 523%
Estimativa média de gastos feita à Justiça Eleitoral para este ano é de R$ 4,25 milhões, 523% mais alta que em 2002 (R$ 681 mil). Aperto na fiscalização obriga partidos a projeções mais realistas. (Págs. 1 e 3)
Tecnologia: Apple avança graças a loja na internet
Venda de iPads e iPhones ajuda, mas loja virtual de aplicativos é apontada como principal segredo para aumento do valor de mercado da empresa de Steve Jobs. (Págs. 1 e 13)
Direitos humanos: Pressão leva Cuba a soltar presos políticos
O anúncio foi feito pela Igreja Católica. O governo aceitou libertar 52 das 75 pessoas presas em 2003 por exigirem liberdade para os meios de comunicação na ilha caribenha. (Págs. 1 e 18)
Energia: Conta de luz vai subir 6% ano que vem
O aumento médio da tarifa será provocado pela maior geração nas termelétricas para preservar o nível das represas das hidrelétricas. Até 2013, a alta chegará a 30%. (Págs. 1 e 16)
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio
 
Manchete: Homicídios caem mais que meta oficial
Com uma redução de 13%, índices contabilizados de janeiro são os mais baixos dos últimos oito anos. No primeiro semestre de 2009, foram 2.120 assassinatos no Estado, contra os atuais 1.862. Mês passado foi o menos violento. (Pág. 1)
Bruno se entrega. Brutalidade do crime choca o País
Bruno na chegada do goleiro à Divisão de Homicídios, no Rio. Jovem envolvido na morte da ex-amante do atleta diz que viu mão da vítima ser atirada aos cães. Jogador nega as acusações. (Pág. 1)
134 milhões de eleitores podem ir às urnas em outubro (Pág. 1)
 
Em decisão histórica, Cuba aceita libertar 52 presos políticos (Pág. 1)
 
Leptospirose avança no Estado
Cresce o número de casos suspeitos entre vítimas da chuva e já são nove as mortes (...). (Pág. 1)
Lei do divórcio (Pág. 1)
 
------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora
 
Manchete: Licença-maternidade de seis meses ganha impulso no Senado
Ampliação do benefício em empresas privadas passará por nova votação na Casa, que ontem também tornou lei projeto que acelera o processo de divórcio. (Págs. 1 e 47)
Um goleiro enredado
Suspeito do sumiço de Eliza Samudio e com prisão temporária decretada, Bruno se entregou à polícia do Rio ontem. (Págs. 1, 4 e 5)
Exclusivo: Caso Eliseu: Empresário preso dá sua versão
Suspeito de arquitetar morte de secretário, Jorge de Mello fala pela primeira vez. (Págs. 1 e 49)
Supersalários: Executivo poupou R$ 14,5 milhões em cortes
Economia é gerada desde outubro de 2007, quando Estado passou a limitar vencimentos ao teto. (Págs. 1 e 8)
------------------------------------------------------------------------------------
 
 
 
 
 
 
 
 
Repasse: se nos anos 40 existisse internet, Hitler não teria assassinado milhões de judeus.
 
Buya neles!!!
 
 
 
 
- Buya




Buya ©.Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta
página em qualquer meio de comunicação.