- Links
» Página Inicial
» Estadão
» Revista Veja
» Revista Época
» Folha de São Paulo
» Revista Isto É
» Revista Carta Capital
» Prefeitura de Pirassununga
-
BALAIO DO BUYA
Jornal Virtual
-
» Contato
 
 
- Balaio do Buya
Dizimista 194

 

 
 
Edição nº 194, de 10 de julho  de 2010
 
O mundo mágico da Internet
O site mais visitado da região
O Dizimista– Primeiro jornal virtual de Pirassununga
SINOPSES - RESUMO DOS JORNAIS
 
10 de julho de 2010
O Globo
 
Manchete: Ninguém segue e nem fiscaliza as novas regras de aeroportos
No Santos Dumont não há posto da Anac; em Guarulhos, ele fecha cedo

As novas regras da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), que completam um mês na próxima terça-feira, ainda não mudaram o padrão de (mau) atendimento nos aeroportos brasileiros. As companhias aéreas continuam cometendo abusos e falta fiscalização. O primeiro balanço da Anac mostra que houve 915 queixas nesse período, mas a abertura de processos administrativos só é feita após 3 meses. Os problemas vão de atrasos e cancelamentos de voo e overbooking (a venda de bilhetes além dos assentos disponíveis). Repórteres do Globo estiveram em aeroportos de Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo e constataram falhas. No Santos Dumont, por exemplo, não existe posto da Anac. Em Guarulhos, São Paulo, a maior parte dos voos (internacionais) sai entre 22h e meia-noite, mas o posto da Anac fecha às 22h. Em Congonhas, fica só até 20h. (Págs. 1, 23 e 24)

Enquanto isso, no Galeão...

A polícia vai indiciar por tentativa de homicídio os quatro taxistas já identificados e acusados de agredir um colega no Aeroporto Internacional Tom Jobim. Um deles já responde por casos de agressão e formação de quadrilha. O terminal já registrou dez incidentes semelhantes, só este ano. (Págs. 1 e 17)
Estados não investiram R$ 11,8 bi da Saúde
Auditoria do Ministério da Saúde revela que os estados brasileiros deixaram de investir R$ 11,8 bilhões de verbas federais destinadas ao setor em 2006 e 2007. O Rio teve o menor repasse em 2006 (2,76%). Alguns estados deixaram o dinheiro em aplicações; outros pagaram a dívida pública ou os aposentados. (Págs. 1 e 13)
Rubricou, não leu...
A candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, admitiu que "rubricou sem ler" a primeira versão do programa de governo enviado ao TSE. O texto continha propostas radicais e acabou trocado. Para ela, rubricar não é assinar. (Págs. 1 e 3)

Já voto!

Na estreia da coluna, o BBB do DEM para escolher jovens políticos. (Págs. 1 e 10)
Marina quer UPPs para todo o país
Em visita ao Morro dos Prazeres, em Santa Teresa, no Centro do Rio, a presidenciável Marina Silva (PV) elogiou as UPPs e defendeu a extensão do programa para todo o país. Durante a programação da candidata, traficantes armados rondavam o morro. (Págs. 1 e 4)
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo
 
Manchete: Petrobras gera temor no mercado financeiro
Adiamento da oferta de ações da estatal e caso da BP aumentam percepção de risco

Com a demora da Petrobras em fazer sua oferta de ações para captar dinheiro para investimentos, as dúvidas sobre a capacidade financeira da estatal aumentaram no mercado externo.

A empresa depende de emissão de ações - prevista para o final deste mês, mas adiada para setembro - prevista para o final deste mês, mas adiada para setembro - para complementar seu programa de investimentos de US$ 224 bilhões até 2014.

Em consequência, cresceu nos mercados futuros internacionais a procura dos investidores por proteção contra eventual calote.

O acidente da BP que provocou o vazamento de óleo no golfo do México também influi na percepção de risco, por ressaltar o perigo de explorar petróleo em águas profundas. A Petrobras é líder nessa área e, com o pré-sal, sairá de perfurações de até 2.000m para 7.000m.

Segundo especialistas, a busca por investidores por proteção reflete diretamente a percepção dos riscos na exploração de petróleo, mas também tem um componente especulativo. Procurada, a Petrobras não comentou o assunto. (Págs. 1 e B1)
Internado em SP, Alencar pode ter uma isquemia, dizem médicos (Págs. 1 e A10)
 
Empresas pagam despesa de juízes em congresso
Pool de 35 empresas, entre bancos, estatais, construtoras e teles, patrocinou com R$ 3 milhões o 2º Congresso das Carreiras Jurídicas de Estado, em Brasília.

Cerca de 800 dos 2.000 convidados, incluindo juízes, tiveram despesas pagas pela organização. Para os patrocinadores, não há conflito de interesse. (Págs. 1 e A10)
Lula rebate críticas de Ricardo Teixeira sobre aeroportos (Págs. 1 e D6)
 
Foto-legenda: No Cosme Velho
Alcione canta a pedido de Dilma Rousseff na casa de Lily Marinho (à direita na foto) no Rio; "se o Roberto [Marinho, de quem é viúva] recebeu o Fidel aqui, por que não posso receber o PT?" disse a anfitriã. (Págs. 1 e A8)
Editoriais
Leia "Leilão distributivo" sobre o Bolsa Família e a sucessão presidencial; e "Divórcio imediato", acerca de mudanças nas regras para o fim do casamento. (Págs. 1 e A2)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo
 
Manchete: Indexação de aposentadorias ao mínimo custaria R$ 69 bi
Se a medida recém-aprovada estivesse valendo entre 1998 e 2008, rombo subiria de R$ 48,5 bi para R$ 117,9 bi

Se a emenda que reajusta todas as aposentadorias pelo salário mínimo, aprovada na Lei de Diretrizes Orçamentárias, estivesse valendo entre 1998 e 2008, o déficit da Previdência saltaria R$ 69,4 bilhões - de R$ 48,5 bilhões (valor próximo do estimado para este ano) para R$ 117,9 bilhões. O impacto está em estudo da consultora legislativa Sandra Cristina Filgueiras de Almeida. Em 2008, as despesas com os benefícios do INSS (urbanos e rurais, sem considerar os assistenciais com idosos e deficientes), que foram de R$ 199,5 bilhões, chegariam a R$ 269 bilhões. Segundo a pesquisa, a vinculação dos aposentadorias com o mínimo requereria recursos adicionais de 2,4% do PIB. Para Sandra, indexar os benefícios da Previdência não significa necessariamente "atender ao segmento mais pobre da população". Hoje, apenas os benefícios com valor mínimo (piso) são reajustados conforme o aumento do mínimo. (Págs. 1 e Economia, pág. B1)

9,3% do PIB ficaria comprometido com os benefícios da Previdência. Hoje, as despesas representam 6,9%.
Stédile prevê mais invasões de terra com vitória do PT
O País verá aumento das ocupações de terra caso Dilma Rousseff (PT) vença as eleições e crescimento da violência no campo se José Serra (PSDB) for o escolhido, acredita João Pedro Stédile, fundador do MST. "Com Dilma, nossa base social perceberá que vale a pena se mobilizar", disse, em entrevista à Reuters. "Se o Serra ganhar, será a hegemonia total do agronegócio". (Págs. 1 e Nacional, pág. A4)
Dilma mudará programa pela terceira vez
O programa de governo da candidata Dilma Rousseff (PT) protocolado no Tribunal Superior Eleitoral será trocado de novo. A terceira versão deverá expurgar propostas radicais, como as críticas à mídia. O novo texto contará com sugestões de PMDB, PSB, PDT, PCdoB, PSC e outros partidos. (Págs. 1 e Nacional, pág. A4)
Lula agora critica Espanha e Holanda
Para o presidente brasileiro, a Espanha "não apresentou um futebol convincente em nenhum jogo da Copa" e a Holanda "está longe do que era na era de Cruyff (anos 70)". (Págs. 1 e E2)






Formados na USP terão de voltar às aulas
Alunos formandos e já diplomados pela USP leste no curso de Obstetrícia terão de voltar às aulas por até mais um ano para complementar a formação. Os formandos não conseguem registro nem aceitação no mercado. (Págs. 1 e Vida A16)
Prorrogado prazo de inscrições no Enem (Págs. 1 e Vida A16)
 
Dora Kramer
Abuso do cachimbo

A quebra do sigilo fiscal de Eduardo Jorge, vice-presidente do PSDB, remete à violação do sigilo bancário do caseiro Francenildo. (Págs. 1 e Nacional A8)
Dom Odilo P. Scherer
Um político de ficha limpa

A vida do inglês Tomás Morus é um belo exemplo de ética na política. Nos lembra, sobretudo, que a verdade e a ética são inegociáveis. (Págs. 1 e Espaço Aberto A2)
Notas e Informações
Teto não é piso

O limite máximo de gastos públicos se tornou uma espécie de autorização para gastar mais. (Págs. 1 e A3)
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Brasil
 
Manchete: Anac enquadra empresas aéreas
Dezoito companhias ignoraram novas regras para passageiros

A maior parte das empresas aéreas estrangeiras que operam no Brasil não está respeitando as novas regras da Anac que protegem os passageiros. Desde a entrada em vigor da Resolução 141 da Anac, no dia 13 de junho, 915 queixas já foram protocoladas no site da agência. Como resultado, 18 companhias aéreas foram notificadas. Entre as irregularidades constatadas estão a insuficiência de informação aos passageiros e a falta de treinamento dos funcionários nos aeroportos. (Pág. 1 e Economia, pág. A13)
Foto-legenda: Uma voz para 50 mulheres
Um almoço reuniu ontem, no Rio, 50 mulheres expoentes das artes, da cultura e da política brasileira em torno da candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff. Em discurso de improviso, Dilma enalteceu as "heroínas do cotidiano" e soltou a voz, embalada por canja de Alcione (foto), como relata Hildegard Angel. (Pág. 1 e Tema do dia, págs. A2 e A3)
Tráfico vigia Marina no Rio
Traficantes armados acompanharam, de longe, a visita da candidata do PV à Presidência, Marina Silva, ao Morro dos Prazeres, em Santa Teresa. Ao lado de Fernando Gabeira, ela sugeriu que as UPPs cheguem ao interior. (Pág. 1 e País, pág. A4)
------------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense
 
Manchete: Mulher de 46 anos morre durante lipo
Marinalda Araújo Neves Ribeiro queria fazer lipoaspiração no culote e no abdômen. Também pretendia retirar o excesso de pele nos seios e reparar as pálpebras. O desejo morreu na mesa de cirurgia. A moradora do Park Way, casada e mãe de três filhos, sofreu uma parada cardíaca ao meio-dia de ontem, enquanto era operada na Clínica Magna, Edifício das Clínicas, Asa Norte. Agentes da Polícia Civil constataram que o local não possui Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas dispõe de equipamentos básicos de emergência, como desfibrilador, em condições normais. Uma das filhas de Marinalda estava na sala de cirurgia no momento do incidente. Ageudo Neves, irmão da paciente, conta que ela adiou a decisão de se submeter ao bisturi por cinco anos. “Ela não precisava da cirurgia, mas ninguém quer fazer julgamento.” O laudo da perícia sai em 15 dias. (Págs. 1 e 37)
Etanol não compensa
Preço elevado do combustível no DF desafia lógica da produção de cana e desanima donos de carro flex. Postos culpam distribuidoras, que não têm explicação. (Págs. 1 e 42)
Campanha
Quando é preciso ter modéstia na eleição

Com a forte concorrência eleitoral, políticos são obrigados a traçar planos mais adequados à realidade. Eduardo Azeredo, Wellington Salgado e Sérgio Guerra vão concorrer a cargos inferiores ao que ocupam. Serys Slhessarenko decidiu ficar sem mandato. (Págs. 1 e 2)
Distrito Federal
Roriz e outros 11 candidatos têm registro contestado

O Ministério Público Eleitoral ajuizou ações de impugnação contra a candidatura do ex-governador Joaquim Roriz, que concorre ao Buriti; do presidente da Câmara Legislativa, Wilson Lima, e do distrital Cristiano Araújo, entre outros. TRE-DF vai julgar o caso até 5 de agosto. (Págs. 1 e 31)
------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas
 
Manchete: Encurralado
Como a polícia fechou o cerco ao goleiro Bruno. (Pág. 1)
Eleições
Dinheiro que vai, dinheiro que vem

Declarações de bens de candidatos têm incríveis acúmulos e perdas. (Págs. 1, 3 e 4)
Enem
Inscrição pode ser feita até 6ª feira

MEC anuncia também volta do CPF obrigatório para candidatos. (Págs. 1 e 12)
INSS
Aposentado pode ter mesmo reajuste do salário mínimo. (Págs. 1 e 16)
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio
 
Manchete: Mais prazo para o Enem
Foram prorrogadas até a próxima sexta-feira as inscrições para o exame nacional. O MEC acatou solicitação dos governos de Pernambuco e de Alagoas, baseada na perda de documentos de estudantes vítimas da enxurrada de junho. (Pág. 1)
------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora
 
Manchete: Justiça anuncia rigor para coibir excessos eleitorais
Em encontro com representantes de partidos, juíza lembrou as regras para a propaganda de campanha e disse que lei será cumprida ao pé da letra. (Págs. 1, 4 e 5)
------------------------------------------------------------------------------------
 
 
Repasse: se nos anos 40 existisse internet, Hitler não teria assassinado milhões de judeus.
 
Buya neles!!!
 
 
- Buya




Buya ©.Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta
página em qualquer meio de comunicação.