- Links
» Página Inicial
» Estadão
» Revista Veja
» Revista Época
» Folha de São Paulo
» Revista Isto É
» Revista Carta Capital
» Prefeitura de Pirassununga
-
BALAIO DO BUYA
Jornal Virtual
-
» Contato
 
 
- Balaio do Buya
Dizimista 203

 

 
 
Edição nº 203, de 19 de julho  de 2010
 
O mundo mágico da Internet
O site mais visitado da região
O Dizimista– Primeiro jornal virtual de Pirassununga
SINOPSES - RESUMO DOS JORNAIS
 
Sinopses anteriores:
19 de julho de 2010
O Globo
 
Manchete: Resultado do Enem aponta desafio para governadores
Entre as escolas reprovadas no exame, 97% são da rede estadual

Os números do Enem 2009, divulgados pelo MEC, mostram o tamanho do problema que os governadores a serem eleitos em outubro terão de enfrentar diante da péssima qualidade do ensino oferecido pela rede estadual. Das quase sete mil escolas reprovadas com média abaixo de 500, 97,8% são dos estados.

Entre as mil melhores escolas, 887 são particulares; 85, federais; 26, estaduais; e duas, municipais. O campeão foi o Colégio Vértice, de São Paulo. O Colégio de São Bento, em 3º lugar, é o único do Rio na lista de dez melhores do país. (Págs. 1, 3, 4 e 11)
PT quer processar vice de Serra e procuradora
O PT ameaçou entrar com ação na Justiça contra o deputado Índio da Costa (DEM-RJ), candidato a vice na chapa do tucano José Serra, que, pela internet, acusou o partido de estar ligado ao narcotráfico e às Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc). Os petistas também estudam propor representação ao Conselho Nacional do Ministério Público contra a procuradora eleitoral Sandra Cureau. (Págs. 1, 9 e 10)
México entra na era do narcoterror
Ainda aturdido pelo primeiro ataque com carro-bomba, ocorrido na quinta-feira, o México chocou-se ontem com a chacina de 17 pessoas numa festa de aniversário. Os crimes foram atribuídos ao narcotráfico, e analistas creem em nova fase de violência. (Págs. 1 e 21)
Nova Lei do Gás atrasa e projetos ficam para 2012
Aprovada pelo Congresso em 2008, a nova Lei do Gás só deve começar a ser regulamentada agora. Com o atraso, licitações para novos gasodutos ficarão para 2012. A indústria reclama de preços altos e baixa competição no setor, dominado pela Petrobras. (Págs. 1 e 17)
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo
 
Manchete: Presidente do PT afirma que vice de Serra é ´medíocre´
Para Marina Silva (PV), tucanos e petistas promovem "plebiscito para saber quem vai fazer mais baixarias"

Ao comentar ataques de Índio da Costa (DEM-RJ) a Dilma Rousseff, o presidente do PT, José Eduardo Dutra, o chamou de "medíocre" e
"desqualificado".

Na sexta, em bate-papo com militantes do PSDB, o vice de Serra acusou o PT de ser ligado ao narcotráfico e às Farc (guerrilha colombiana). Antes, chamou Dilma de "esfinge do pau oco".

Dutra diz que o PT analisa se vai processar o deputado do DEM pelas afirmações.

A candidata Marina Silva (PV) criticou a falta de preparo de Índio. Para ela, petistas e tucanos promovem o “plebiscito da baixaria".

O tom das acusações de Índio a Dilma e ao PT também provocou desconforto na coordenação da campanha de José Serra.

"Não dá para cravar que o PT tenha relação com as Farc", disse Rodrigo Maia, presidente do DEM. Orestes Quércia, candidato ao Senado aliado ao PSDB paulista, desautorizou o vice serrista: "Ele não falou em nome de Serra nem do partido".

Índio foi multado ontem pela Justiça Eleitoral por pedir voto antes do início oficial da campanha. (Págs. 1 e A4)
Educação: Apenas escolas públicas que selecionam alunos lideram ranking do Enem (Págs. 1 e Caderno Especial)
 
Boa Notícia: Tratamento precoce reduz em 75% risco de morte por Aids (Págs. 1 e C9)
 
Air France volta a ter problemas com aeronave
Um problema elétrico, segundo a Air France, causou o atraso de 28 horas no voo 445, que deveria ter decolado às 19h05 de sábado do Rio e tinha previsão para sair às 23h de ontem. Em oito dias, é o quarto problema com a empresa. (Págs. 1 e C6)
Luiz Roberto Barradas: Lei antifumo deu certo e despoluiu locais fechados
Estudo feito pelo Incor mostra uma queda de até 73% no nível de monóxido de carbono de locais fechados. O contágio do trabalhador não fumante baixou 53%. Quase um ano depois, resta fazer justiça à lei que beneficiou a todos. (Págs. 1 e A3)

Luiz Roberto Barradas, morto anteontem, era secretário estadual da Saúde em SP; este artigo, inédito, foi o último que escreveu para a Folha.
José Serra: Perdemos um sanitarista com vocação exemplar
Luiz Barradas era um médico dedicado às políticas públicas de saúde. Vários programas tiveram sua mão, como o Dose Certa e a primeira lei antifumo do país. Fortaleceu entidades filantrópicas sérias. Para ele, o que era público não era necessariamente governamental. (Págs. 1 e A3)

José Serra, ex-governador de São Paulo, é candidato à Presidência pelo PSDB.
Mundo: Professor chinês de história é censurado por criticar Mao (Págs. 1 e A14)
 
Editoriais
Leia "Veloz e custoso", acerca do Trem de Alta Velocidade entre Rio e São Paulo; e "Casamento gay", sobre mudança no Código Civil argentino. (Págs. 1 e A2)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo
 
Manchete: Juros altos atraem investimento externo de US$ 12 bilhões
Valor aplicado em títulos de renda fixa até maio é o 2º maior da década no período

A diferença de juros entre o Brasil e o resto do mundo e a imagem de segurança do País no exterior estão provocando uma aceleração no investimento estrangeiro em títulos de renda fixa brasileiros - emitidos pelo governo e por empresas. Até maio, essas aplicações somaram US$ 12,1 bilhões, o segundo maior valor da década para o período, só inferior aos US$ 12,3 bilhões de 2007. Esse é um dos fatores que ajudam a explicar a valorização do real. A moeda brasileira apresenta a terceira maior valorização ante o dólar no ano, atrás do iene japonês e do peso mexicano. O Conselho de Política Monetária (Copom) decide na quarta-feira se mexe ou não na taxa Selic. Sinais de acomodação na atividade econômica reduzem as expectativas de um salto expressivo no juro. (Págs. 1 e Economia B1 e B3)
ENEM 2009: Caderno Especial: Preço de escolas top varia 254%
A disparidade de preços das escolas supera a de desempenho no Enem 2009, que o MEC acaba de divulgar. Análise do Estado com 30 colégios paulistanos mostrou variação de até 254% nas anuidades, mas de apenas 12% nas notas. Veja no caderno especial a relação dos colégios de destaque no exame; como é a rotina de alunos em escolas com perfis diferentes; e os fatores, além do Enem, que pais devem levar em conta ao escolher onde os filhos vão estudar. (Pág. 1)

Foto legenda: Múltipla escolha. Pais não devem usar só Enem para avaliar escola
PT estuda retaliação a procuradora eleitoral
O PT avalia entrar com representação contra a vice-procuradora-geral eleitoral, Sandra Cureau, no Conselho Nacional do Ministério Público. Para petistas, ela age com excessivo rigor ao pedir investigação contra o presidente Lula, sob acusação de abuso de poder político em favor da candidatura de Dilma Rousseff. "Não tenho dúvidas de que ela está exagerando e extrapolando", afirma o presidente do PT, José Eduardo Dutra. A interlocutores Sandra Cureau tem dito que está fazendo o seu trabalho. Hoje, a cúpula do PT reúne-se para discutir a possibilidade de processar o candidato a vice na chapa de José Serra (PSDB) Índio da Costa (DEM), que ligou o partido ao narcotráfico. (Págs. 1 e Nacional A4)
Air France tem 4º voo com falha
Pela quarta vez num espaço de 8 dias um voo da Air France teve problemas no País: o 445, que seguiria do Rio para Paris no sábado, não decolou por falha técnica. (Págs. 1 e Cidades C3)
Gasômetro vai passar por revitalização (Págs. 1 e Cidades C1)
 
Custo para tratar aids no País volta a subir (Págs. 1 e Vida A11)
 
José Roberto de Toledo: O sexo dos candidatos
As mulheres não passam, em 2010, de 21% do total de candidatos. É um problema global, mas o Brasil está ficando para trás. (Págs. 1 e Nacional A7)
Notas & Informações: A reforma de Obama
EUA aprenderam com a crise que quem regulamentou seu sistema financeiro se saiu melhor. (Págs. 1 e A3)
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Brasil
 
Manchete: Campanha esquenta também na Justiça
O vice na chapa de José Serra (PSDB), Índio da Costa (DEM), deve sofrer nova ação na Justiça. O presidente do PT, José Eduardo Dutra, ameaçou processá-lo pelas acusações contra o partido. O TSE já multara Índio em R$ 5 mil por propaganda antecipada no Twitter, no último dia 4. No Rio, a coligação que apoia Sérgio Cabral (PMDB) também acionou Fernando Gabeira (PV) na Justiça, em reação ao pedido de impugnação da candidatura Cabral feito pelo candidato verde. (Págs. 1 e País A4)
A Philip Morris e o trabalho infantil
O Human Rights Watch, grupo que documenta abusos de governos e crimes de guerra, divulga relatório na quarta-feira mostrando a existência de trabalho infantil e forçado nas fazendas que abastecem uma fábrica de cigarros da Philip Morris International no Cazaquistão, Ásia Central, segundo o The New York Times. O relatório ressalta os perigos do contato com o tabaco, que expõe os jovens a altos níveis de nicotina. (Págs. 1 e Economia A12)
Nome de praça revive fantasmas
Estudantes da PUC de Campinas e movimentos sociais lutam para trocar o nome de uma praça da cidade, construída em 1973, de Emílio Garrastazu Médici para Frei Tito de Alencar Lima, uma das vítimas dos anos de chumbo. (Págs. 1 e País A6)
Atentados matam 49 no Iraque
Um homem-bomba se explodiu na entrada de uma base do Exército iraquiano, na região oeste do país, matando 46 pessoas e ferindo 40. Logo depois, a oeste de Bagdá, outro suicida se detonou e matou mais três. (Págs. 1 e Internacional A14)
------------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense
 
Manchete: DF sobe ao 4º lugar no ranking do Enem
Duas instituições de Brasília figuram na lista das 50 melhores escolas do país, divulgada pelo Inep: uma na 4ª posição e outra na 42ª. Entre as públicas, o Colégio Militar ficou em 38º lugar. Confira a classificação dos estabelecimentos brasilienses (Págs. 1, 5 e 25 a 27)
Foto legenda: Solto pela Justiça volta a matar
Acusado de assassinar Alessandra Alves, 14 anos, em dezembro passado, Adaylton Nascimento Neiva, 31 anos, foi detido na sexta-feira. Ontem, ele identificou o local onde enterrou o corpo da vítima – um matagal no Novo Gama. Adaylton cumpriu prisão antes por estuprar quatro mulheres e matar duas, mas foi beneficiado com a progressão de pena e liberado pela Justiça para cumprir em regime semiaberto o restante dos 30 anos de condenação. (Págs. 1 e 23)
Legislativo: Distritais representam corporações
Sindicatos, categorias de servidores, associações e grupos sociais têm maior voz na Câmara Legislativa. Dos 24 parlamentares eleitos em 2006, 17 representam grupos específicos e defendem pautas bem definidas. Especialistas criticam o corporativismo. “Ele (o político) representa os interesses do grupo que o elegeu e deixa a população a ver navios”, afirma David Fleischet. (Págs. 1 e 21)

É pra ganhar

Candidato ao Senado pelo PDT, Cristovam Buarque defende aliança entre Agnelo e Filippeli para derrotar Roriz. “Ele não é imbatível.” (Págs. 1 e 22)
Eles voltaram
Políticos envolvidos no mensalão do PT lançam candidatura (Págs. 1 e 2)
Depois dos exames, aprovados sonham com a convocação (Pág. 1)
 
África atrai investimento
Passada a Copa do Mundo, os africanos continuam despertando interesse dos brasileiros. Com perspectiva de crescimento econômico de até 7% para este ano, o continente é visto como próspero campo de oportunidades por empresas nacionais. (Págs. 1, 10 e 11)
Campeã de queixas
A União é o alvo de cerca de 22 mil processos trabalhistas que correm atualmente no TST. E de acordo com o presidente do tribunal, centenas de novos casos aumentam diariamente a pilha de reclamações. (Págs. 1 e 9)
------------------------------------------------------------------------------------
Valor Econômico
 
Manchete: Importação de mão de obra é recorde
As concessões de visto de trabalho a estrangeiros no Brasil crescem a uma taxa média anual de 17%. Atraídos pelo bom momento da economia, por altos salários e oportunidades em áreas onde há evidente carência de mão de obra qualificada, quase 180 mil profissionais dos cinco continentes apartaram no país nos últimos cinco anos, de acordo com levantamentos produzidos pela Coordenação Geral de Imigração (CGl) do Ministério do Trabalho.
Das 11.530 autorizações de trabalho concedidas no primeiro trimestre deste ano - um volume recorde para o período -, 60% foram direcionadas a estrangeiros com diploma universitário, mestrado, doutorado e até PHD. Além disso, 80% dos vistos eram vinculados a funções técnicas ou a projetos de transferência de tecnologia. A mão de obra é importada principalmente para atuar em setores que vêm recebendo grandes volumes de investimento e demandam alto nível de conhecimento técnico, como petróleo e gás, energia e indústria. (Pág. 1 e A4)
Cemig já se prepara para novas aquisições
A Cemig mantém seu planos de fazer aquisições e de participar de novos empreendimentos como as hidrelétricas que serão leiloadas no dia 30. Para dar continuidade a essa política, a empresa teve de pedir uma espécie de "perdão" aos acionistas, porque os estatutos da companhia não permitem que a dívida ultrapasse 40% da capacidade de geração de caixa. Para este ano, os acionistas aprovaram um limite de 90%. Tendo o Estado de Minas como sócio majoritário, com mais de 50% das ações com direito a voto, não foi difícil ter essa aprovação. Mesmo assim ela não contou com o apoio total de seus sócios e fundos de investimentos estrangeiros se manifestaram contra o "perdão".

O diretor financeiro da empresa, Luiz Fernando Rolla, já prevê a formação de um novo Fundo de Investimentos em Participação (FIP) para novas aquisições. Também prepara captações no mercado externo para poder alongar sua dívida, já que não tem como tomar empréstimos do BNDES. O banco não tem mais limite para emprestar ao setor público. (Págs. 1 e D1)
Seguradora estatal terá atuação limitada
A poucos dias de ser enviado ao Congresso Nacional, o projeto de lei que cria a Empresa Brasileira de Seguros (EBS), estatal que atuará no seguro garantia, segue em debate. Representantes da Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada, Vida e Capitalização (CNSeg) querem encontrar o Secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa, nesta semana, para convencê-lo a voltar atrás na criação da estatal. Alexandre Malucelli, que lidera a comissão da CNSeg, diz que a proposta gera incertezas.

Barbosa, entretanto, reitera que a EBS não vai concorrer com o setor privado. A nova seguradora tem alvos limitados: infraestrutura, projetos de interesse econômico e social e exportações. Na área de infraestrutura, a estatal atuará em parceria com o mercado. (Págs. 1, C1 e C8)
Motorola negocia venda à Nokia Siemens
A Motorola pode anunciar hoje a venda do grosso de sua divisão de equipamentos de rede celular à Nokia Siemens Networks por US$ 1,2 bilhão, disseram fontes a par da questão.

A transação dará à Nokia Siemens, a segunda maior fabricante de equipamentos de telecomunicação móvel do mundo, uma presença cobiçada nos mercados japonês e americano e uma base nas maiores operadoras de celular e empresas de TV a cabo dos Estados Unidos. Pela proposta, a Nokia Siemens compraria a divisão de rede da americana Motorola, que inclui equipamento que transmite voz, dados e vídeo usando as tecnologias CDMA e GSM. (Págs. 1 e B6)
Subsídio atrairá pesqueiro estrangeiro
Para garantir o abastecimento do mercado interno e o cumprimento da cota de pesca assumida pelo país em acordos internacionais, o Brasil voltará a arrendar embarcações estrangeiras. O Ministério da Pesca lançará, nesta semana, um edital com as regras para o arrendamento, suspenso desde 2008. O governo não cobrará taxa de operação dos estrangeiros e dará isenção de ICMS e subsídios ao óleo diesel usado pelas embarcações, iguais aos concedidos à frota nacional.

O país tem 4 mil barcos industriais dedicados só às águas costeiras. Quer atrair grandes barcos para capturar pescados na zona econômica exclusiva e em águas internacionais próximas. (Págs. 1 e B12)
Sobe preço de seguro de plataformas para águas profundas (Págs. 1 e A12)
 
Agrifirma quer abrir capital em Hong Kong para comprar terras no Brasil (Págs. 1 e B12)
 
Vale vai reduzir a 40% fatia na Siderúrgica de Pecém, diz Roger Agnelli (Págs. 1 e B9)
 
Saldo comercial em alta
O superávit da balança comercial de 2010 está sendo revisto para cima. Puxado pelos preços das commodities, as projeções agora indicam saldo entre US$ 15 bilhões e US$ 18 bilhões. (Págs. 1 e A2)
Troca de energia
A troca de energia hidrelétrica entre Brasil e Argentina tende a evoluir para um modelo de mercado, mais próximo do usado entre EUA e Canadá. (Págs. 1 e A3)
A onda do rito sumário
Das últimas 20 propostas de emenda constitucional (PEC), 14 obtiveram endosso dos parlamentares para saltar o prazo de discussão. O rito sumário torna regra o que os regimentos preveem como exceção. (Págs. 1 e A5)
Só depois das eleições
O governo prefere deixar para depois das eleições assuntos delicados, como o reajuste do salário mínimo, para não atrapalhar a campanha de Dilma Rousseff. (Págs. 1 e A6)
Enxurrada de impugnações
O presidente do Supremo Tribunal Federal, Cezar Peluso, teme que o excesso de pedidos de impugnação de candidaturas transforme o STF numa Corte Eleitoral no segundo semestre. (Págs. 1 e A6)
Otimismo na aviação
O Salão Aerospacial Internacional de Farnborough abre hoje, em Londres, com os executivos da indústria de aviões, como Jim McNerny, presidente da Boeing, animados com as vendas. (Págs. 1 e B6)
Projetos da Eurofarma
A Eurofarma, um dos maiores laboratórios nacionais, amplia parceria, iniciada em 2006, com polo de biotecnologia de Cuba para o desenvolvimento de medicamentos contra tumores. (Págs. 1 e B8)
Fundos Imobiliários
A Empírica Investimento, formada por três ex-integrantes do HSBC, lança fundo imobiliário de R$ 100 milhões. O foco da gestora são operações estruturadas, voltadas para investidores qualificados. (Págs. 1 e D3)
Fracassa oferta pela Vivo
As ações da Portugal Telecom (PT) devem reagir mal, hoje, à decisão da Telefónica de não ampliar a validade da proposta por sua participação na Vivo. (Págs. 1 e D4)
A volta dos demitidos
Várias empresas estão contratando agora executivos demitidos durante a crise. A "segunda chance" traz ganhos de produtividade, dizem especialistas. (Págs. 1 e D10)
Ideias
Sergio Leo

Mercado venezuelano já garantiu sucessivos superávits comerciais ao Brasil, mas vem perdendo fôlego (Págs. 1 e A2)
Ideias
David Kupfer

Há um processo sistêmico de perda de competitividade da indústria e retorno ao déficit comercial é questão de tempo. (Págs. 1 e A11)
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio
 
Manchete: Começou mal
Torcedora fica arrasada: o Santa estreou na série D com derrota por 1x0, diante do CSA-AL, no Arruda. (Pág. 1)
Aplicação é “campeão local” do Enem
Colégio da UFPE obteve a maior nota do Estado no Exame Nacional do Ensino Médio: (...). Já o Equipe ficou em segundo lugar, com (...). Veja o ranking com os dez melhores e (...) resultados das redes pública e privada. Começou ontem, com 210 faltas, o vestibular (...) da Federal. (Pág. 1)
Em vídeo, Bruno joga culpa do crime para o amigo Macarrão (Pág. 1)
 
Vazamento de óleo segue controlado pelo terceiro dia (Pág. 1)
 
Em uma semana, quarto voo da Air France é adiado (Pág. 1)
 
------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora
 
Manchete: Ranking do Enem: Escolas gaúchas têm melhor média do país
Mesmo sem ter escolas entre as 30 mais destacadas, Rio Grande do Sul obtém primeiro lugar quando comparado com o conjunto de instituições de ensino de outros Estados.

Cinco colégios mais bem colocados dão a receita do sucesso

As notas de todas as escolas do Estado avaliadas no Enem

Como usar o conceito do colégio de seu filho (Págs. 1 e Caderno Especial encartado nesta edição)
Do outro lado: PDT cobra fidelidade de Collares
Trabalhistas estão descontentes com apoio de ex-governador a Tarso Genro. (Págs. 1 e 6)
------------------------------------------------------------------------------------
 
 
Repasse: se nos anos 40 existisse internet, Hitler não teria assassinado milhões de judeus.
 
Buya neles!!!
 
 
- Buya




Buya ©.Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta
página em qualquer meio de comunicação.