- Links
» Página Inicial
» Estadão
» Revista Veja
» Revista Época
» Folha de São Paulo
» Revista Isto É
» Revista Carta Capital
» Prefeitura de Pirassununga
-
BALAIO DO BUYA
Jornal Virtual
-
» Contato
 
 
- Balaio do Buya
Dizimista 213

 

 
 
Edição nº 213, de 30 de julho  de 2010
 
O Dizimista– Primeiro jornal virtual de Pirassununga
SINOPSES - RESUMO DOS JORNAIS
 
30 de julho de 2010
O Globo
 
Manchete: Uribe ataca Lula e posição do Brasil sobre as Farc
Presidente colombiano diz que brasileiro ignora ameaça de guerrilheiros

A crise entre a Colômbia e a Venezuela respingou no Brasil. Num duro comunicado, o presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, condenou as declarações do presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre o conflito do seu país com a Venezuela, classificando-as de deploráveis. Segundo o governo Uribe, Lula trata o assunto como se fosse um embate pessoal e ignora a ameaça que "representa a presença de terroristas das Farc" em território venezuelano: "Lula desconhece nosso esforço para buscar soluções através do diálogo", afirmou a Presidência colombiana. Na véspera, Lula dissera que o conflito entre os dois países era verbal e pediu paciência até a posse do presidente eleito da Colômbia, Juan Manuel Santos. O presidente brasileiro não comentou o comunicado, mas, segundo fontes, o governo se surpreendeu com a dureza da resposta colombiana e evitou retrucar para não elevar a tensão. (Págs. 1 e 33)

Foto legenda: Militantes do MST de Recife fazem manifestação em apoio a Chávez e protestaram contra a suposta ameaça da Colômbia
Contas públicas têm pior saldo em 7 anos
Com mais investimentos e gastos correntes inflados pelo ano eleitoral, o país fechou o mês passado com o pior superávit primário (economia para pagamento de juros da dívida) nas contas públicas desde 2003, segundo dados do Banco Central (BC). O resultado foi de apenas R$ 2,059 bilhões, quase 40% a menos do que um ano antes. (Págs. 1 e 27)
Lucro da Vale dobra com alta de minério
A alta do minério de ferro fez a Vale lucrar R$ 9,5 bi no semestre. O resultado foi 104,9% acima do mesmo período do ano passado. O valor superou as previsões do mercado. Este ano, o minério representará 12% da balança comercial. (Págs. 1, 28 e Miriam Leitão)
Após mensalão, Brasília entra em pane
Com um governador exercendo mandato-tampão após a renúncia de José Roberto Arruda, o Distrito Federal enfrenta problemas: obras importantes estão paradas, faltam remédios nos hospitais e acabou o dinheiro para pagar o passe-livre dos estudantes. (Págs. 1 e 16)
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo
 
Manchete: Em 20 anos, sobe 39% proporção de mortes neonatais
Mortalidade infantil registra queda de 54% desde 1990, mas progresso é bem menor entre bebês de até 28 dias

Dados do Ministério da Saúde apontam mudança no perfil da mortalidade infantil no país. Em 1990, bebês com até 28 dias respondiam por 49% do total da mortalidade de crianças com até um ano de idade. Em 2008, a participação saltou para 68% (alta de 39%).

Em 20 anos, o Brasil reduziu as mortes infantis (até um ano) em 54% graças a programas de vacinação e saneamento, entre outros fatores. Na faixa dos neonatais, porém, pesam fatores estruturais não resolvidos, como pré-natais deficientes e falta de UTIs neonatais.

Para o governo, 70% das mortes de recém-nascidos seriam evitáveis. (Págs. 1 e C1)

Análise
Quanto mais desenvolvido um país, maior o peso dos óbitos neonatais; avanço rápido fica difícil, escreve Hélio Schwartsman. (Págs. 1 e C4)
Uribe ‘deplora’ fala Lula sobre Venezuela
O presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, lançou nota em que "deplora" as declarações de seu colega Lula. Segundo o texto, o presidente brasileiro ignora a ameaça das Farc e atribui o conflito com a Venezuela a diferenças "pessoais" de Uribe com Hugo Chávez.

De acordo com o porta-voz da Presidência, Marcelo Baumbach, "Lula tomou conhecimento das declarações e não considera apropriado que se responda". Internamente, o governo brasileiro achou exagerada a reação de Uribe, que deixa o cargo no dia 7. (Págs. 1 e A16)
Setor de tele deve receber investimentos de R$ 200 bi
Depois das negociações entre Telefónica, Portugal Telecom e Oi, a agência reguladora Anatel prevê que a área de telecomunicações receba investimento superior a R$ 200 bilhões até 2018. Para analistas, o Brasil é um dos países mais promissores no setor. (Págs. 1 e B1)

Empresa argentina e consórcio europeu com fábricas no país vão fornecer turbinas a Belo Monte. (Págs. 1 e B4)
Gay pode pôr parceiro como dependente no IR, diz Receita
A Receita Federal aprovou um parecer que dá aos homossexuais o direito de incluir como dependente no Imposto de Renda o companheiro ou companheira.

Para ter o direito assegurado, o casal terá de comprovar vida em comum, por mais de cinco anos. Não há lei que reconheça união estável de casais gays. (Págs. 1 e C8)
´Disciplinado´, Ciro confirma que apoiará Dilma
Após almoço com Dilma Rousseff, o deputado Ciro Gomes (PSB-CE) confirmou seu apoio à candidata do PT ao Planalto. "Meu partido tem uma posição formal e eu sou disciplinado", disse.

Foi o primeiro encontro dos dois desde abril, quando o PSB descartou sua candidatura própria. (Págs. 1 e A7)
Polícia indicia Bruno e mais 8 sob acusação de assassinar Eliza (Págs. 1 e C7)
 
Editoriais
Leia "Avanço na segurança", sobre índices de criminalidade no Estado de São Paulo; e "Cirurgia em alta", acerca da obesidade na adolescência. (Págs. 1 e A2)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo
 
Manchete: Uribe ´deplora´ declaração de Lula
Em nota, presidente colombiano critica o brasileiro por ter qualificado a crise entre Venezuela e Colômbia como mero ´conflito verbal´

O presidente colombiano, Álvaro Uribe, criticou o presidente Lula por ter qualificado a crise entre Colômbia e Venezuela meramente como um "conflito verbal". Em nota, Uribe disse que "deplora" o fato de que Lula, com quem afirma ter "cultivado as melhores relações", tenha se referido à crise "como se fosse caso de assuntos pessoais". Para Uribe, Lula ignora a "ameaça" que representa a presença de guerrilheiros das Farc na Venezuela. O brasileiro não quis comentar. Presente à reunião da União Sul-Americana de Nações (Unasul) para abordar a crise, o chanceler da Colômbia, Jaime Bermúdez, disse que não tinha "grandes expectativas" sobre o encontro, convocado pela Venezuela, e que seu país não recuaria da denúncia de que o governo de Hugo Chávez apoia as Farc. (Págs. 1 e Internacional A13 e A14)

"(Lula) ignora a ameaça que representa, para a Colômbia e o continente, a presença de terroristas das Farc na Venezuela"
Álvaro Uribe, presidente da Colômbia
Procuradoria investiga Tuma e Mercadante
A Procuradoria Regional Eleitoral em São Paulo vai investigar o uso de servidores pagos pelo Senado na campanha do candidato ao governo de São Paulo Aloizio Mercadante (PT) e na do candidato à reeleição ao Senado Romeu Tuma (PTB), revelado ontem pelo Estado. A lei eleitoral e as normas internas do Senado proíbem que os senadores usem seus assessores para fins eleitorais. Em nota, Mercadante negou qualquer irregularidade. (Págs. 1 e Nacional A4)

Ficha Limpa
A lei que veta candidatura de políticos condenados pode atingir 338 nomes. O Estado mais atingido é São Paulo, com 46 impugnações. (Págs. 1 e Nacional A8)
Foto legenda: A prova de fogo do Rodoanel
Motorista dirige-se ao Trecho Sul do Rodoanel por caminho clandestino: com acessos inacabados, sem radares e com pontos cegos de telefonia celular, via receberá caminhões redirecionados da Marginal Pinheiros e das Avenidas Bandeirantes e Roberto Marinho. (Págs. 1 e Cidades C1)
´Passageiro´ vai chefiar agência de transportes
O presidente Lula decidiu nomear para a diretoria da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) Jorge Luiz Macedo Bastos, que resumiu ao Estado seu currículo no setor: "Tenho experiência como usuário". A nomeação de Bastos é uma forma de compensar o peemedebista Hélio Costa, candidato ao governo de Minas, e o PMDB mineiro pela demissão de Carlos Henrique Custódio, ligado ao ex-ministro, da presidência dos Correios. (Págs. 1 e Nacional A8)
Foto legenda: Berlusconi: palácio a venda
O premiê italiano pôs à venda por US$ 600 milhões palácio na Ilha da Sardenha célebre por festas polêmicas. (Págs. 1 e Internacional A14)
Gasto em ano eleitoral reduz superávit
A disparada dos gastos do governo federal e dos Estados para viabilizar obras em ano eleitoral fez com que o superávit primário (economia para pagar juros da dívida), acumulado em 12 meses até junho, caísse para R$ 67,368 bilhões, ou o equivalente a 2,07% do PIE. O resultado fortalece a percepção de que a meta de superávit primário de 3,3% do PIB só será atingida se forem abatidos os investimentos do PAC. (Págs. 1 e Economia B1)
Vale oferece R$ 2 bi pela Paranapanema (Págs. 1 e Economia B12)
 
Infecção mata 6 vezes mais que o trânsito (Págs. 1 e Vida A18)
 
Alta da inflação já não preocupa o BC (Págs. 1 e Economia B4)
 
Notas & Informações: Confundindo o público e o privado
Os senadores e outros políticos privatizam bens públicos. (Págs. 1 e A3)
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Brasil
 
Manchete: Uma tonelada de lixo por dia
Maior quantidade é do PMDB

Em dez dias de fiscalização, o Tribunal Regional Eleitoral do Rio já recolheu, só na capital, cerca de dez toneladas de lixo proibido, entre cartazes, placas e galhardetes instalados em áreas públicas ou com tamanhos maiores do que o permitido. A maior parte do material de campanha é de Sérgio Cabral, candidato ao governo, e Jorge Picciani, ao Senado, ambos do PMDB. (Págs. 1 e Tema do dia A2 e A3)
Ciro almoça com Dilma e acena com apoio
A presidenciável petista Dilma Rousseff está perto de ganhar oficialmente um apoio de peso: o de Ciro Gomes (PSB-CE), que chegou a ser cotado para concorrer à Presidência. Pela primeira vez após ter a candidatura minada, ele conversou com Dilma, durante almoço ontem, em Brasília. E garantiu que ela terá seu apoio. (Págs. 1 e País A4)
Lula vira alvo em crise de vizinhos
O presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, "deplorou" que o colega brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, tenha se referido à crise diplomática de seu país com a Venezuela como um "caso de assuntos pessoais", Lula não respondeu às criticas. (Págs. 1 e Internacional Al9)
------------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense
 
Manchete: Distritais estouram limite de gastos
Em ano de eleições, os deputados distritais mandaram às favas a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). O relatório de gestão do Poder Legislativo indica que a Câmara Legislativa ultrapassou o percentual máximo estabelecido pela legislação para gastos com pessoal. De acordo com o documento, os deputados poderiam gastar entre janeiro e abril deste ano R$ 177 milhões. Mas a conta já passou dos 181 milhões. O desrespeito à LRF traz consequências graves ao Distrito Federal, como a proibição de obter recursos de organismos internacionais. Na semana passada, o tribunal de Contas do DF alertou para a necessidade de se normalizarem gastos no Legislativo ao avaliar duas operações de crédito do governo local. O Sindicato dos Servidores da Câmara e do Tribunal de Contas (Sindical) vai ingressar com uma ação na Justiça para pedir a exoneração de 591 pessoas contratadas sem concurso pelos distritais desde janeiro. (Págs. 1 e 21)
Na conta da eleição
Dinheiro derramado por estatais em obras do PAC turbina candidatura de Dilma Rousseff e contribui para o pior resultado do superavit primário em junho desde 2003 (Págs. 1 e 10)
Senado: O plano dos supersalários
Plano de carreira para servidores do Senado prevê contracheques de até R$ 27.567,64, valor acima do teto do funcionalismo público. Veto do presidente Lula a três artigos da lei amenizou levemente os gastos com pessoal. (Págs. 1 e 6)
MPU inscreve só até hoje
São 594 vagas no concurso para os níveis médio e superior, com salários que variam de R$ 3,9 mil a R$ 6,5 mil. (Págs. 1 e 13)
Na Justiça por alimentos
Pacientes apelam à Defensoria Pública para receber os chamados produtos especiais, a maioria em falta na rede de saúde. (Págs. 1 e 31)
Foto legenda: Indiciado e careca
O goleiro Bruno vai responder por seis crimes no caso de Eliza Samudio. O jogador raspou a cabeça no presídio. (Págs. 1 e 8)
América Latina: Lula irrita os colombianos
O presidente Álvaro Uribe considerou “deplorável” a posição do brasileiro sobre o conflito diplomático entre Bogotá e Caracas. Declarações acirraram os ânimos antes da reunião da Unasul, no Equador. (Págs. 1 e 16)
------------------------------------------------------------------------------------
Valor Econômico
 
Manchete: Oferta pela Paranapanema inquieta os minoritários
O anúncio feito pela Vale de uma oferta pública de R$ 2 bilhões para comprar a totalidade das ações ordinárias da Paranapanema, a um preço de R$ 6,30 por papel, colocou em alerta os minoritários da empresa. A proposta da mineradora pode jogar em campos opostos os minoritários e os principais acionistas da Paranapanema - o BNDES e os fundos de pensão Previ, Petros e Sistel.

Esses acionistas majoritários, com exceção da Sistel, também integram o bloco de controle da Vale. A coincidência societária é apontada como o grande problema do negócio, já que a presença dos mesmos acionistas no controle da Vale e da Paranapanema pode configurar conflito de interesses. (Págs. 1 e D1)
PIB caiu em julho, diz Fazenda
O Produto Interno Bruto foi negativo em julho em 0,1%, segundo os cálculos, ainda preliminares, que o Ministério da Fazenda faz para medir o ritmo da atividade econômica no país. Em junho, houve crescimento modesto, ao redor de 0,7%. A expansão do PIB no segundo trimestre do ano, portanto, também deve ficar mais próxima de 0,5% do que de 1%, muito abaixo dos 2,7% do primeiro trimestre. No ano, o crescimento deve ficar mais perto de 6,5% do que de 7%, como esperam muitos analistas. A partir dessas premissas, o secretário de Política Econômica da Fazenda, Nelson Barbosa, avalia que a atividade de julho a setembro continuará fraca, bastante parecida com a do segundo trimestre, fruto da forte desaceleração que ocorreu na economia depois da retirada, em março, dos incentivos fiscais e monetários concedidos no auge da crise de 2008. (Págs. 1 e A2)
Jirau deve operar antes do previsto
O início da operação da usina hidrelétrica de Jirau, no rio Madeira, está sendo antecipado em um ano e o prazo para a oferta de toda a sua energia assegurada, de 2,1 mil MW, será adiantado em 33 meses, diz José Lúcio de Arruda Gomes, diretor institucional do consórcio Energia Sustentável do Brasil (ESBR). O cronograma original previa início da geração total em setembro de 2015. O consórcio quer ter sua primeira turbina instalada até março de 2011. Ontem foi instalada a primeira peça mecânica que dará suporte à montagem das turbinas. A ESBR deve realizar o primeiro leilão de energia livre em setembro, com um pequeno lote para testar o mercado. A expectativa é que a energia seja completamente contratada até o fim do ano que vem. (Págs. 1 e A14)
Foto legenda: Mar aberto
O aumento de quase 30% nas importações de iates de luxo pelo Brasil chamou a atenção para o potencial desse nicho. Grifes mundiais passaram a investir no país, como a Ferretti, que pretende explorar o gosto do brasileiro por embarcações mais exclusivas, segundo Nelson Waisbich. (Págs. 1 e B4)
´Bolsa da carne´ vende só 465 bois em quatro meses
Lançado em abril pela Bolsa Brasileira de Mercadorias, o sistema eletrônico de comercialização de gado bovino não decolou. Em quatro meses, a "bolsa da carne", controlada pela BM&FBovespa, negociou só R$ 508,5 mil, com a venda de 465 cabeças de gado. Outros 800 bois foram oferecidos, mas não encontraram compradores.

Pecuaristas acusam os frigoríficos de "jogo pesado" para evitar o modelo de depósito antecipado e conciliação de conflitos por meio de arbitragem interna. Já as indústrias reclamam do custo das operações e afirmam que os criadores não oferecem gado suficiente. (Págs. 1 e B12)
Votorantim Novos Negócios vai encerrar as atividades
O Grupo Votorantim pretende encerrar, até o início do ano que vem, seu fundo de "private equity" e "venture capital", a Votorantim Novos Negócios (VNN). Desde 2008, a empresa vem se desfazendo de seus ativos nas áreas de biotecnologia e tecnologia da informação (TI).

Segundo o presidente da VNN, Paulo Henrique de Oliveira Santos, a decisão segue a reorganização interna do grupo, que voltou a dar prioridade a setores tradicionais, como cimento e celulose. Há dois anos, a Votorantim registrou prejuízo de R$ 2,2 bilhões com operações malsucedidas com derivativos. (Págs. 1 e B1)
CMN adia aplicação das regras contábeis para a cessão de carteiras de crédito (Págs. 1 e C1)
 
Enxurrada de negócios
O aquecimento dos negócios no Brasil é confirmado pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica. O órgão recebeu 384 casos de fusões e aquisições até julho. A expectativa é ultrapassar 700 no ano. (Págs. 1 e A3)
Bradesco assume a CPM Braxis
O Bradesco comprou a participação do Deutsche Bank na CPM Holdings e assumiu o comando da controlada CPM Braxis, prestadora de serviços de TI. (Págs. 1 e B2)
Pequenas e médias empresas
Eliminar desperdícios, aperfeiçoar uma embalagem ou até usar redes sociais na internet são formas de inovação. "É preciso mudar a ideia de que inovação é sempre uma invenção cara, que envolve alta tecnologia", diz Ana Paula Andriello, da Anpei. (Págs. 1 e Caderno especial)
Parceria em pesquisa
Resultado de um acordo de colaboração firmado em 2007, as multinacionais farmacêuticas AstraZeneca e Bristol-Myers Squibb colocam no mercado um novo remédio para o tratamento da diabetes tipo 2. (Págs. 1 e B7)
Suzano na energia renovável
A Suzano Papel e Celulose anunciou a criação da Suzano Energia Renovável, que deverá receber US$ 1,3 bilhão em cinco anos. O foco será a produção de pellets de madeira para a Europa e geração de energia. (Págs. 1 e B8)
MT mira etanol de milho
Em parceria com a Embrapa, produtores de soja do Mato Grosso vão iniciar um projeto para produzir etanol de milho em suas usinas de biodiesel. O objetivo é reduzir a ociosidade das plantas e agregar valor aos excedentes de produção do grão. (Págs. 1 e B11)
Carnes para a Rússia
O Brasil retoma hoje as negociações para obter maior acesso ao mercado russo de carnes, em torno dos compromissos para o ingresso do país na Organização Mundial do Comércio. (Págs. 1 e B12)
Parados na oficina
Com o mercado de carros novos aquecido, as seguradoras já enfrentam dificuldades com a falta de autopeças para o mercado de reposição. O problema já foi levado informalmente à Anfavea. (Págs. 1 e C8)
Ideias
Claudio Gonçalves Couto

O baixo grau de prestígio dos parlamentares não é uma peculiaridade brasileira; como mostra pesquisa em 19 países. (Págs. 1 e A9)
Ideias
Jeffrey Sachs

Apesar do papel central dos EUA nas emissões mundiais, o Senado americano nada fez sobre as mudanças climáticas. (Págs. 1 e A13)
------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas
 
Manchete: Motoristas escapam de 100 mil multas em BH
A saída dos agentes da BHTrans da fiscalização nas ruas aliviou o bolso de motoristas no primeiro semestre. De janeiro a junho, o registro de infrações de trânsito na cidade caiu 21,39% em relação a igual período de 2009. Empresa que gerencia o trânsito na capital aguarda decisão da Justiça para voltar a autuar. No estado, as multas caíram 3,33% nos seis primeiros meses do ano, com 38.361 autuações a menos. (Págs. 1 e 21)
Polícia indicia Bruno por assassinato
Inquérito que será enviado hoje à Justiça conclui que Eliza Samudio foi morta e acusa o goleiro e mais sete pessoas por homicídio, sequestro e cárcere privado, ocultação de cadáver, formação de quadrilha e corrupção de menor. O ex-policial Bola responderá por homicídio qualificadoemais dois crimes. Se levados a júri, eles podem pegar até 43 anos de prisão. Ontem, Bruno teve a cabeça raspada. Os cabelos, que poderiam ser usados em exame de DNA, foram queimados. (Págs. 1, 22 e 23)

Crimes no Sion: Bando da degola fica na cadeia

Justiça nega habeas corpus a integrantes da quadrilha que extorquiu e degolou empresários. (Págs. 1 e 24)

Adeus, medicina: Acusado de estupro perde registro

Roger Abdelmassih, suspeito de abusar de 56 pacientes em São Paulo, é proibido de exercer a profissão. (Págs. 1 e 12)

Sem perdão: TJ mantém procuradora presa

Condenada por torturar menina de 2 anos no Rio, Vera Lúcia Gomes fracassa em nova tentativa de sair da cadeia. (Págs. 1 e 11)
Eleições: TRE barra mais dois fichas-sujas
Tribunal impede candidaturas de Pedro Ivo Ferreira Caminhas, o Pinduca, e Eduardo D’Oxossi e eleva para oito o número de políticos mineiros enquadrados na Lei Ficha Limpa. (Págs. 1 e 3)
Viaduto das almas: Atraso em obras será investigado
Ministério Público Federal abre inquérito para apurar motivos de novo adiamento na conclusão do elevado na BR-040. Projeto para reforma do Anel Rodoviário também vai ser analisado. (Págs. 1 e 26)
Conflito: Colômbia dá resposta dura a Lula
Uribe deplora declarações de Lula de que crise entre a Colômbia e a Venezuela seria “conflito verbal”. Segundo ele, brasileiro ignora o perigo que representa a presença das Farcs no país vizinho. (Págs. 1 e 27)
Golpe: Delegado não vai pedir a prisão do Madoff mineiro
Empresário sumiu com R$ 50 milhões de investidores. (Págs. 1 e 15)
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio
 
Manchete: Atropelou, matou e foi pra a cadeia
Após churrasco, estudante de 19 anos, sem habilitação, atropelou duas mulheres. Mão de duas filhas morreu na hora. Delegado considerou que rapaz sabia dos riscos ao beber e dirigir e o autuou por homicídio doloso, decisão rara em crimes de trânsito. (Pág. 1)
Cerco fechado ao devedor do IPVA
Fazenda enviará cartas para motoristas com imposto atrasado. Quem não quitar débito em até 50 dias após a comunicação será cobrado em dobro. (Pág. 1)
Bruno e seus amigos são indiciados por seis crimes diferentes (Pág. 1)
 
Infanticídio (Pág. 1)
 
------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora
 
Manchete: Susepe tenta evitar a interdição do semiaberto
Na esperança de abortar medida prevista para amanhã, Estado entrega à Justiça e ao MP plano para os superlotados albergues de presos na Região Metropolitana. (Págs. 1 e 42)
Foto legenda: Lula se desdobra no RS
Presidente se dividiu entre anúncios de obras, ato da Copa 2014 e comício de Dilma e Tarso

As curiosidades do roteiro pelo Estado

Discurso driblou as restrições eleitorais

Uribe “deplora” declaração de Lula

(Págs. 1, 4, 5, 8, 31 e Rosane de Oliveira (10) e Editorial (18))
Hoje às 22h: Obra bloqueia a BR-116 até segunda-feira
Veja como ir à Serra depois da interrupção da rodovia para troca de viaduto em Canoas. (Págs. 1 e 32)
Arizona: Nova barreira à imigração gera revolta (Págs. 1 e 30)
 
------------------------------------------------------------------------------------
 
 
 
Repasse: se nos anos 40 existisse internet, Hitler não teria assassinado milhões de judeus.
 
Buya neles!!!
 
 
- Buya




Buya ©.Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta
página em qualquer meio de comunicação.