- Links
» Página Inicial
» Estadão
» Revista Veja
» Revista Época
» Folha de São Paulo
» Revista Isto É
» Revista Carta Capital
» Prefeitura de Pirassununga
-
BALAIO DO BUYA
Jornal Virtual
-
» Contato
 
 
- Balaio do Buya
Dizimista 219

 

 
 
Edição nº 219, de 06 de agosto  de 2010
 
O Dizimista– Primeiro jornal virtual de Pirassununga
SINOPSES - RESUMO DOS JORNAIS
06 de agosto de 2010
O Globo
 
Manchete: Lei da Ficha Limpa já impede a candidatura de 59 políticos
Caso Maluf ainda não foi julgado; lista de barrados pode crescer

Até ontem à noite, pelo menos 59 políticos de 14 estados tiveram o registro de candidatura negado pelos TREs com base na Lei da Ficha Limpa. Em Rondônia, o ex-senador Expedito Júnior (PSDB), acusado de compra de votos, foi barrado por 5 a 2. No Espírito Santo, o ex-deputado José Carlos Gratz (PSL) foi impedido de concorrer ao Senado. Eles se juntaram aos ex-governadores Cássio Cunha Lima(PSDB-PB), Joaquim Roriz (PSC-DF) e Ivo Cassol (PP-RO). O TRE de SP ainda vai julgar o caso do ex-prefeito Paulo Maluf. (Págs. 1 e 3)

Dados bancários também vazaram

O vice-presidente do PSDB, Eduardo Jorge, disse à PF que o vazamento de seus dados fiscais tem ligação com o PT, e que dados bancários também teriam sido violados. (Págs. 1 e 14)
Foto-legenda: O primeiro debate
José Serra, Dilma Rousseff e Marina Silva conversam no estúdio da TV Bandeirantes antes do debate: os coordenadores de campanha dos três candidatos apostaram num confronto sem ataques pessoais. (Págs. 1 e 9)
Fraude liga Dnit e empreiteira do PAC
Uma operação da Polícia Federal prendeu o superintendente do Dnit no Ceará e um diretor da Delta Construções, empreiteira que mais recebe verbas do PAC. Segundo a PF, a Delta está no centro de um esquema de fraudes em licitações, superfaturamento de obras ou utilização de material de má qualidade. Com a conivência de servidores do Dnit, a Delta vencia concorrências e repassava obras a outras empreiteiras - mais 11 estão sob investigação. Duas obras do PAC no Ceará são alvos da operação da PF: uma ponte na BR-304 e o recapeamento da BR-116. (Págs. 1 e 17)

Foto-legenda: Remendo rodoviário
A BR-040 virou uma colcha de retalhos na subida para Petrópolis. Remendos de asfalto na pista de concreto aumentam o risco de acidentes por 15 quilômetros. (Págs. 1 e 21)
Sentença para ator causa polêmica
A sentença judicial que condenou o ator Dado Dolabella a dormir dois anos e nove meses na prisão, por ter agredido Luana Piovani e uma camareira, levantou uma polêmica sobre o suposto exagero da pena. Criminalistas argumentam que a sentença foi drástica. Já pessoas ligadas à luta pelos direitos das mulheres consideram exemplar a decisão da juíza Ane Cristine Scheele Santos. (Págs. 1 e 18)

Iraniana condenada apela a Lula
A Iraniana condenada à morte por adultério fez um apelo desesperado ao presidente Lula por meio dos filhos, que a visitaram na prisão.
"O senhor Lula não deve me esquecer. Deve falar com o regime islâmico", disse Sakineh Mohammadi. (Págs. 1, 37 e Luiz Garcia)
Embratel faz oferta por ações da Net
A Embratel, empresa do bilionário mexicano Carlos Slim, fez oferta de R$ 4,6 bilhões para comprar, no mercado, 100% das ações preferenciais (sem direito a voto) da Net, maior operadora de TV a cabo do Brasil. A Embratel já é sócia da Net. (Págs. 1 e 33)
Apoio ao BNDES abre debate
O apoio de 12 entidades empresariais ao BNDES, em manifesto publicado ontem, dividiu especialistas. Eles consideram que há pouca transparência nos empréstimos do banco. Já os industriais criticam a falta de crédito nos bancos privados. (Págs. 1 e 29)
Os diamantes de Naomi
Modelo depõe em tribunal de guerra

A modelo Naomi Campbell depôs em Haia e admitiu ter recebido
"pequenas pedras sujas" após um jantar com o presidente da Libéria, Charles Taylor. As pedras seriam os chamados diamantes de sangue e podem condená-lo por crimes de guerra. (Págs. 1 e 36)
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo
 
Manchete: EUA derrubam bloqueio de dinheiro de Dantas
Juiz brasileiro estipula multa diária de R$ 1 milhão para evitar a movimentação nos recursos

A Justiça dos EUA desbloqueou cerca de US$ 500 milhões (quase R$ 900 milhões) do Grupo Opportunity, de Daniel Dantas, congelados desde 2009 a pedido do governo brasileiro.

Segundo os americanos, os valores podem ser bloqueados só com decisão definitiva da Justiça brasileira.

Dantas, porém, não poderá movimentar os recursos. A pedido do procurador Silvio de Oliveira, o juiz federal Marcelo Cavali estipulou multa diária de R$ 1 milhão se o banqueiro e seus sócios mexerem nos valores.

O dinheiro desbloqueado faz parte de um fundo de investimento criado em 1992 e de uma conta de Dantas e de sua irmã Veronica. De acordo com o governo brasileiro, houve o envio de recursos ilegais por doleiros. Assessoria do grupo Opportunity negou a acusação. (Págs. 1 e A14)
Serra e Dilma evitam temas polêmicos no primeiro debate na TV
José Serra (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) polarizaram o primeiro debate entre os principais candidatos à Presidência, mas evitaram temas polêmicos, como diplomacia com o Irã, a sobrevalorização do real e a autonomia do Banco Central. O caos aéreo dos últimos dias foi tocado pelos candidatos apenas brevemente.

Serra atacou gargalos na infraestrutura. Dilma citou a geração de empregos em oito anos na sua argumentação. Marina Silva (PV) se apresentou como alternativa aos dois. Plínio de Arruda Sampaio (PSOL) foi o único a obter reação da plateia, ao dizer que Serra era "hipocondríaco", por falar apenas de saúde. (Págs. 1 e A4)

Foto-legenda: José Serra, Marina Silva, o mediador Ricardo Boechat, Dilma Rousseff e Plínio Sampaio no debate da TV Bandeirantes. (Pág. 1)

Mark Weibrot
EUA querem que eleição reverta as mudanças da América Latina. (págs. 1 e A12)

Marcelo Coelho
Seria bem mais interessante ter um reality show com candidatos. (págs. 1 e A8)
Advogado de iraniana diz sofrer pressão insuportável
O advogado Mohammad Mostafaei, que defendia Sakineh Ashtiani, condenada à morte por apedrejamento, afirma em entrevista a Gabriela Manzini que sua mulher, presa há 12 dias em uma solitária, é refém das autoridades iranianas.

Da Turquia, onde está sob custódia em uma prisão, ele contou como foi sua fuga do Irã e afirma que sofre "pressão insuportável". (Págs. 1 e A17)
Presidente da Anac diz que crise da Gol está resolvida
Antes mesmo de vistoriar o aeroporto de Congonhas, a presidente da Anac (agência reguladora), Solange Vieira, afirmou que o caos aéreo envolvendo a Gol estava "normalizado".

A fiscalização foi feita uma semana após o início dos problemas que afetaram milhares de passageiros. Ontem, os atrasos da Gol estavam próximos da média, disse ela. (Págs. 1 e C11)
Embratel faz oferta bilionária por ações da Net
A Embratel, maior empresa de telefonia de longa distância do país, controlada pelo mexicano Carlos Slim, fez oferta por ações da Net (TV a cabo e internet de banda larga). O valor pode chegar a R$ 4,6 bilhões. (Págs. 1 e B3)

PF analisa rede de esgoto para rastrear cocaína em Brasília (Págs.1, C1 e C3)
 
Editorial
Leia "Visões do Brasil", que comenta conferência de FHC sobre Gilberto Freyre; e "Haddad e o Enem", acerca de falhas de gestão no MEC. (Págs. 1 e A2)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo
 
Manchete: Chávez dá calote em empresas do Brasil
Em crise, Venezuela atrasa pagamentos a firmas brasileiras, que reduzem o ritmo de obras e paralisam projetos

A Braskem, que fechara joint ventures com a estatal venezuelana Pequiven, suspendeu o plano. Dos 30 funcionários que a empresa mantinha em Caracas para tocar o projeto, ficarão só 5. Segundo pessoas ligadas ao negócio, a Venezuela não cumpriu sua parte no trato. O caso ilustra a dificuldade das empresas brasileiras com negócios no país, que está em crise. Empreiteiras que atuam na Venezuela estão ameaçadas por projeto de lei que permite ao governo apoderar-se de obras que estejam atrasadas - empresas reduziram o ritmo porque não receberam o dinheiro. "A lei pode ser enorme problema para as construtoras brasileiras", disse Fernando Portela, da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Venezuela. O presidente Lula se encontrará hoje com seu colega venezuelano, Hugo Chávez.(Págs. 1 e Internacional A12)

60% menor será a meta de investimento da Braskem na Venezuela (Pág. 1)
Embratel, de Carlos Slim, faz oferta pela Net
A Embratel, do mexicano Carlos Slim, fez oferta por até 100% das ações preferenciais da Net, empresa da qual já tem 21,2% do capital. A operação pode chegara R$ 4,5 bilhões. Para fontes do setor, a oferta tem como pano de fundo a reviravolta causada pela entrada da Portugal Telecom como acionista da Oi e a venda da participação dos portugueses na Vivo à Telefônica. (Págs. 1 e Economia B3)

Ações da TIM têm forte alta

A notícia do possível investimento da britânica Vodafone na TIM fez com que as ações preferenciais da operadora italiana na Bovespa subissem 5,54% e as ordinárias, 11,19%. (Págs. 1 e Economia B3)
Foto-legenda: Calor, fogo e prejuízo
Homem caminha em meio a incêndio na Rússia; governo vetou as exportações de grãos do país com o objetivo de manter a inflação sob controle, após a maior onda de calor da história ter prejudicado lavouras. (Págs. 1 e Economia B9)
Irã: 25 presos aguardam apedrejamento
Além de Sakineh Ashtiani, condenada por adultério, 24 mulheres e homossexuais aguardam execução por apedrejamento no Irã. De acordo com a ONU e organizações não-governamentais, o país tem hoje o maior número de execuções per capita, superando a China. E a situação das mulheres é particularmente preocupante. (Págs. 1 e Internacional A15)
Ministra ataca novo Código Florestal
A ministra Izabella Teixeira (Meio Ambiente) disse que pretende elaborar uma nova proposta de mudança no Código Florestal. Para ela, o projeto do deputado Aldo Rebelo (PC do B-SP), já aprovado em comissão da Câmara e que prevê anistia a desmatadores, é "como a Receita Federal perdoar pendências de quem deve Imposto de Renda". (Págs. 1 e Vida A18)
Associações industriais dão apoio ao BNDES (Págs. 1 e Economia B4)
 
Anac não cobrou 50% das multas do caos aéreo (Págs. 1 e Cidades B1)
 
Inep mudará sistema de acesso às notas do Enem (Págs. 1 e Vida A16)
 
Notas & Informações
Decisão exemplar

Tem significado histórico a decisão do TRE de barrar a candidatura de Joaquim Roriz. (Págs. 1 e A3)
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Brasil
 
Manchete: Dilma abre dez pontos
Pesquisa CNT/Sensus mostra avanço da candidatura petista e estabilidade na tucana

A candidatura de Dilma Rousseff, do PT, à Presidência da República está consolidando uma tendência de crescimento em relação ao principal adversário, José Serra, do PSDB. Pesquisa CNT/Sensus divulgada ontem mostra a petista abrindo dez pontos percentuais de vantagem no levantamento estimulado: enquanto Dilma aparece com 41,6%, Serra vem em segundo, com 31,6%. Em maio, 35,7% dos eleitores apoiavam a ex-ministra, enquanto 33,2% estavam com o ex-governador de São Paulo. Assim, enquanto a candidata do governo abriu vantagem, o rival se manteve estável. Marina Silva, do PV, vem em terceiro, com 8,5% das intenções de voto. Em termos regionais, Dilma lidera Nordeste, Serra no Sul. No Sudeste, principal colégio eleitoral do país, há empate. (Págs. 1, A2 e A3)
Cinquentão boa-praça
O Monumento dos Pracinhas completou ontem 50 anos, e a data foi festejada em cerimônia que marcou também os 64 anos do fim da Segunda Guerra Mundial. O ministro da Defesa, Nelson Jobim, homenageou 200 pessoas com medalhas da vitória. (Págs. 1 e Cidade A4)
Embratel fará oferta pela Net
A Embratel, controlada pelo bilionário mexicano Carlos Slim, vai oferecer R$ 4,58 bilhões por 100% das ações preferenciais da Net, maior operadora de TV paga no Brasil. A ação vai acirrar o duelo com a espanhola Telefônica. (Págs. 1 e Economia A12)
Diamantes de sangue´ para Naomi
A modelo Naomi Campbell admitiu, em juízo, ter sido presenteada com diamantes por Charles Taylor, ex-presidente da Libéria acusado de trocar as pedras por armas durante a guerra civil. (Págs. 1 e Internacional A14)
Na Flip, as confissões de Allende
Atração na mais concorrida mesa da Flip, Isabel Allende confessou sua insegurança com a escrita e admitiu já ter feito livros ruins. Gilberto Freyre Neto recebeu o público na Casa Jornal do Brasil. (Págs. 1 e Cidade A6)
O carnaval de crédito no país
O Brasil está promovendo "um carnaval de crédito" através do BNDES, segundo reportagem da revista britânica The Economist. Ela destaca, em tom crítico, o avanço abusivo do Estado no setor privado. (Págs. 1 e Economia A12)
Velhice, mas com muitos neurônios
O processo de envelhecimento do ser humano não está, obrigatoriamente, associado à redução no número de neurônios, segundo pesquisas da Faculdade de Medicina Veterinária é Zootecnia da USP. (Págs. 1 e Vida, Saúde & Ciência A15)
------------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense
 
Manchete: Ficha limpa derruba 75 e Justiça faz mutirão
A análise dos Tribunais Regionais Eleitorais sobre as candidaturas com base na Lei da Ficha Limpa já excluiu pelo menos 75 políticos da corrida eleitoral. A Justiça puniu figuras como os ex-governadores Joaquim Roriz (PSC), Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) e Ivo Cassol (PP-RO), mas em cinco estados há divergência com os critérios estabelecidos pelo TSE para aplicar a nova legislação. Os TREs de São Paulo, do Paraná, de Rondônia e do Distrito Federal já confirmaram a realização de sessões extraordinárias para concluir o julgamento de todas as candidaturas. Até o fechamento desta edição, vários tribunais regionais examinavam a situação dos postulantes a cargo público. Os advogados de Roriz anunciaram que vão ingressar hoje com recurso no Tribunal Superior Eleitoral para mantê-lo na disputa ao Buriti. (Págs. 1, 2, 23 e 24)
Debate insosso e um franco-atirador
No primeiro encontro entre os presidenciáveis na televisão, José Serra (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) dominaram as discussões e ofuscaram Marina Silva(PV). Mas a noite foi de Plínio Arruda Sampaio (Psol). O candidato reclamou de que estaria sendo escanteado - "Façam perguntas para mim!" e disparou críticas contundentes aos adversários. (Págs. 1 e 3)

Campanha cara rumo ao Buriti

Candidatos gastaram em um mês 80% do que arrecadaram, segundo prestação de contas entregue ao TSE. Partidos reclamam da dificuldade de doações. (Págs. 1 e 25)
Mulheres: Salário ainda é baixo
Mesmo com as empresas contratando mais mão de obra feminina, elas ainda ganham menos que os homens. (Págs. 1 e 11)
Amante de Bruno vai pra cadeia
Fernanda de Castro foi presa ontem acusada de envolvimento na suposta morte de Eliza Samúdio, ex-namorada do goleiro. Ela foi detida na casa de Macarrão, amigo do atleta e que também é suspeito do crime. (Págs. 1 e 10)
------------------------------------------------------------------------------------
Valor Econômico
 
Manchete: Investidores levam calote de R$ 800 milhões em fundo
Um grupo de 17 investidores, quase todos "hedge funds" estrangeiros e um fundo de pensão brasileiro, perdeu boa parte de um total de RS 800 milhões que aplicaram em um fundo de direitos creditórios, o Union National Financeiros e Mercantis. Os cotistas descobriram que o dinheiro investido em uma carteira com histórico de baixo nível de inadimplência tinha virado pó em setembro de 2009 - 96,2% dos créditos estavam atrasados. O fundo entrou em liquidação e tenta agora recuperar os créditos, mas as previsões mais otimistas não ultrapassam o ressarcimento de 40% do valor investido. A Union National, que criou o fundo, é uma empresa de factoring fundada em 1995. Além de idealizadora, ela era a cedente, a consultora de créditos e o agente de cobrança do Union.

Os sócios da Union, Maurice Kattan e André Kamkhaji, decidiram em 2006 replicar a operação da factoring em um fundo de direitos creditórios, permitindo que investidores participassem da atividade. Era uma forma de crescer sem ter de adicionar recursos próprios. O ganho da Union viria da prestação de serviço como consultaria de crédito, já que selecionava os papéis comprados pelo fundo, recebendo por isso cerca de 0,5% do patrimônio líquido ao ano. (Págs. 1 e C1)
Multinacionais buscam BNDES para investir
A queda dos investimentos externos diretos (IED) nos últimos meses decorre da substancial redução na demanda de créditos externos por parte das companhias estrangeiras para aplicação no país. As informações que chegam ao governo são de que várias multinacionais, que normalmente buscam recursos no mercado internacional para financiar novos investimentos, estariam agora preferindo se financiar no BNDES. Enquanto o crédito no exterior continua caro e escasso, no Brasil a oferta é abundante e o custo mais baixo. Consultado, o banco não confirmou se há esse movimento. No primeiro semestre, os investimentos totalizaram US$ 12,05 bilhões, deixando distante as primeiras projeções do Banco Central, que baixou suas expectativas de US$ 45 bilhões para US$ 38 bilhões e deve revê-las em setembro. (Págs. 1 e A2)
Controlador põe à venda ações da EDP
O governo português vai vender até 10% das ações que detêm na EDP em Portugal, em um movimento que deve afetar as ações da companhia negociadas na bolsa brasileira. O valor do papel na Bovespa chegou ontem a maior cotação desde que começou a ser negociado, com valorização de quase 6% em quatro dias.

O governo português não está abrindo mão do controle da EDP, já que vai vender os papéis por meio da emissão de dívida conversível em ações, mas os analistas avaliam que a decisão pode desalavancar os negócios da matriz e permitir que a empresa retome os investimentos no Brasil. Ele também anunciou a venda de até 7% das ações que possui na Galp, empresa de energia que atua no setor de óleo e gás, que tem operações brasileiras. (Págs. 1 e D1)
Foto-legenda: Novos caminhos
Sem abandonar as concessões rodoviárias, de onde vêm quase 90% da receita, a CCR reforça sua, diversificação com nova empresa de transmissão de dados, diz Renato Vale, presidente. (Págs. 1 e B8)
Cresce o déficit da previdência dos servidores
No primeiro semestre, o déficit do regime previdenciário próprio dos funcionários públicos federais atingiu RS 25,15 bilhões, segundo dados do relatório resumido da execução orçamentária de junho, elaborado pelo Tesouro. Dessa forma, o rombo é maior do que o déficit do Regime Geral de Previdência Social, mais conhecido como INSS, que ficou em RS 22,6 bilhões.

O dado mais significativo dessas contas é que o déficit do regime dos servidores está aumentando em ritmo mais acelerado do que o déficit geral da Previdência. Enquanto o resultado negativo do regime dos trabalhadores da iniciativa privada cresceu 6,2% no primeiro semestre em relação ao mesmo período do ano passado, o resultado negativo do regime dos servidores aumentou 9,5%. (Págs. 1 e A2)
Mantecorp planeja venda ou parceria
O laboratório nacional Mantecorp, controlado pela família Mantegazza, contratou a Inspire Capital, uma assessoria e m fusões e aquisições, para auxiliá-la na venda ou na procura de um sócio estratégico. A empresa fatura cerca de RS 700 milhões ao ano e tem forte presença em medicamentos que dispensam prescrição médica.

O Aché, um dos maiores laboratórios do país, é um dos interessados, de acordo com fontes familiarizadas com a operação. A Hypermarcas, que fez várias compras no setor nos últimos meses, teria contratado um banco para analisar o negócio. Dois grupos de capital estrangeiro também estariam na disputa. Mantecorp e Inspire não atenderam os pedidos de entrevista. (Págs. 1 e B7)
Ana Júlia perde aliados para reeleição
Desgastada e com 53% de desaprovação, a governadora do Pará, Ana Júlia Carepa (PT), concorre à reeleição sem apoio do deputado federal Jader Barbalho (PMDB), considerado o fiel da balança na disputa local. O PMDB de Jader deixou o governo do PT e lançou candidato próprio, Domingos Juvenil, atrapalhando mais o cenário para a petista.

Ana Júlia tem uma das maiores estimativas de gastos para uma campanha a governador no país, de R$ 47 milhões, 370% acima da previsão de 2006, quando foi eleita. A petista deve ir ao segundo turno com o tucano Simão Jatene; ex-governador e ex-secretário de Jader. O deputado concorre ao Senado neste ano e não definiu quem apoiará em eventual segundo turno. (Págs. 1 e Al4)
Rio Tinto vai aumentar investimentos em minério de ferro na África e Austrália (Págs. 1 e B9)
 
Exportação de madeira brasileira caiu 50% nos últimos três anos (Págs. 1 e B12)
 
Acordo na Telecom Argentina
A Telecom Italia vai aumentar sua participação na Telecom Argentina como parte de um acordo para encerrar dois anos de litígios com o governo argentino e a família Werthein, sua sócia na companhia. (Págs. 1 e B3)
Anac pune a Webjet
Após multar a Gol em RS 2 milhões pelos atrasos dos últimos dias, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) multou a Webjet em R$ 6OO mil por excesso de jornada de trabalho de seus tripulantes. (Págs. 1 e B4)
Treinamento de mão de obra
O aumento das operações de fusões e aquisições, a falta de mão de obra especializada e o crescimento da economia ampliam os negócios no mercado de educação corporativa. (Págs. 1 e B4)
Rússia retém grãos
Para conter a inflação em meio à pior onda de calor da história, o governo russo suspendeu temporariamente as exportações de grãos. Em Chicago, o trigo atingiu o maior preço em 23 meses. (Págs. 1 e B11)
Pecuaristas criticam frigoríficos
A Associação dos Criadores de Mato Grosso reage à decisão dos frigoríficos Marfrig e JBS de suspender compras de propriedades suspeitas de irregularidades ambientais. (Págs. 1 e Bl2)
Perfil de dívida na AL melhora
Relatório mostra que o endividamento dos governos latino-americanos em relação ao PIB é agora menor que no resto do mundo e a qualidade da dívida também melhorou, com mais emissões locais. (Págs. 1 e C1)
Gerdau eleva investimentos
Perspectiva de aumento do consumo interno de aço e recuperação gradual nos EUA fazem a Gerdau aumentar para R$ 11,5 bilhões o plano de investimentos até 2014. O valor inicial era de R$ 9,5 bilhões. (Págs. 1 e D3)
Ideias
Maria Cristina Fernandes

Ao deixar o Palácio do Planalto, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva desalojará do poder o movimento sindical. (Págs. 1 e A7)
Ideias
Armando Castelar

Basileia III será um compromisso entre impor regras mais duras e lidar com os desafios do difícil quadro econômico atual. (Págs. 1 e Al3)
------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas
 
Manchete: O pesadelo que não quer acabar
Sessenta e cinco anos depois de os EUA arrasarem Hiroshima com a bomba atômica, a ameaça de uma guerra nuclear continua a assombrar o mundo

Apesar dos esforços da ONU e de acordos entre americanos e russos para reduzir arsenais, conflitos no Oriente Médio e na Ásia assustam. Ontem, ex-espiões da CIA alertaram para suposto ataque que Israel prepara contra o Irã, como forma de impedir que o vizinho construa a temível bomba. Na Ásia, as escaramuças entre as Coreias do Norte e do Sul também preocupam. (Págs. 1, 18 e 19)
Caso Bruno: Agora, são nove na cadeia
Justiça aceita denúncia e decreta prisão preventiva de Bruno e mais oito acusados de matar Eliza. Única que continuava livre, Fernanda Castro, namorada do goleiro, foi presa ontem na casa do pai de Macarrão, em Ribeirão das Neves. (Págs. 1, 23 e 24)
Golpe: Juíza bloqueia R$ 60 mil de Madoff mineiro
Justiça acata ação de investidor que teve prejuízo e determina bloqueio de valor equivalente à perda nas contas da Firv, de Thales Maioline e de seus sócios. (Págs. 1 e 16)
Aécio tenta impedir adversário de se associar ao seu nome (Págs. 1 e 4)
 
Concurso: Correios adia provas para novembro (Págs. 1 e 15)
 
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio
 
Manchete: Insegurança no TIP
Homem armado não encontrou dificuldades para assaltar, por volta das 10h30 da manhã de ontem, uma lanchonete e uma farmácia no principal terminal de ônibus do Estado. A administração do lugar foi terceirizada pelo DER-PE. (Pág. 1)
Dilma abre dez pontos em pesquisa (Pág. 1)
 
Justiça mantém Bruno na cadeia (Pág. 1)
 
Estado ganha dois novos investimentos (Pág. 1)
 
Foto Legenda: Hiroshima (Pág. 1)
 
------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora
 
Manchete: Operação derruba o diretor da Pasc
Após descoberta de que, da prisão, sócio de Beira-Mar gerenciava o tráfico, o novo comando tem desafio de isolar os chefes do crime organizado. (Págs. 1 e 59)
Disputa presidencial: Sensus mostra Dilma 10 pontos à frente
Pesquisa para a CNT aponta a petista com 41,6% contra 31,6% do tucano Serra. (Págs. 1, 18 e 22)
------------------------------------------------------------------------------------
 
 
Se nos anos de 1940 existisse internet, Hitler não teria assassinado milhões de judeus.
 
Buya neles!!!
 
 
- Buya




Buya ©.Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta
página em qualquer meio de comunicação.