- Links
» Página Inicial
» Estadão
» Revista Veja
» Revista Época
» Folha de São Paulo
» Revista Isto É
» Revista Carta Capital
» Prefeitura de Pirassununga
-
BALAIO DO BUYA
Jornal Virtual
-
» Contato
 
 
- Balaio do Buya
Dizimista 220

 

 
 
Edição nº 220, de 07 de agosto  de 2010
 
O Dizimista– Primeiro jornal virtual de Pirassununga
SINOPSES - RESUMO DOS JORNAIS
07 de agosto de 2010
O Globo
 
Manchete: Candidatos escorregam em números
Dilma, mais confrontada por ser governo, errou até o aumento real do salário mínimo

O aumento real do salário mínimo foi de 53,6% em oito anos de governo Lula, e não de 74%, como afirmou Dilma Rousseff no debate de anteontem, na Bandeirantes, o primeiro entre os candidatos à Presidência. O Ministério da Educação realmente retirou das Apaes o poder de dar cursos para crianças com deficiência, obrigando-as a frequentar escolas regulares, como acusou o tucano José Serra. Os temas levantados pelos candidatos no embate - que incluiu também Marina Silva (PV) e Plínio de Arruda Sampaio (PSOL) - dão um bom panorama da estratégia de cada um e também da realidade do país, em números. (Págs. 1 e 3 a 16)

Plínio, o moço

Aos 80 anos, socialista atrai geração digital e aparece 15 mil vezes no Twitter

Defensor de antigas e já derrotadas teses socialistas radicais, aos 80 anos, Plínio de Arruda Sampaio, o candidato a presidente do PSOL, atraiu a jovem geração digital. Foi o assunto mais comentado no Twitter, na noite de anteontem, mencionado 15 mil vezes em 13 horas, a partir do início do debate dos candidatos na TV: "Devo ter ganhado esse troço”, disse. (Págs. 1 e 14)

Gastos já são 5 vezes maiores que em 2006

A dois meses das eleições, os candidatos a presidente já arrecadaram e gastaram cinco vezes mais que nesta mesma época nas eleições de 2006. A arrecadação chegou a R$ 24,9 milhões, contra R$ 3,8 milhões quatro anos antes. Os gastos, a R$ 18,2 milhões (R$ 3,5 milhões em 2006). (Págs. 1 e 18)

Ibope: Dilma repete vantagem de cinco pontos sobre Serra (Págs. 1 e 17)
Iraniana diz já se sentir apedrejada
À espera de ser apedrejada até a morte, a iraniana Sakineh Ashtiani disse que os maus-tratos sofridos diariamente na prisão já equivalem à execução da sentença. Ela pediu que seu filho não assista ao apedrejamento, que pode ocorrer na próxima semana. (Págs. 1 e 39)
Lula promete continuar na política externa
Em visita a Caracas, o presidente Lula disse que, após deixar o poder, estará disponível para ajudar em crises regionais. O venezuelano Hugo Chávez decidiu enviar seu chanceler à posse, hoje, do novo presidente da Colômbia, país com que rompera relações. (Págs. 1 e 37)


Alimentos e serviços sobem além da conta
Projeções mostram que os preços de alimentos e serviços devem subir cerca de 7% este ano, bem acima da inflação. Os reajustes salariais ajudaram a pressionar os valores cobrados em academias e salões de beleza. A carne também está mais cara. (Págs. 1, 31 e 36)

Charge
Entreouvido em Caracas

- Vem cá, quem é este cara?
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo
 
Manchete: MP de R$ 80 bi embute benefícios para elétricas
Regra protege Eletrobras e onera consumidor caso obra de usinas atrase

Medida provisória da capitalização do BNDES incluiu benefícios fiscais para o setor elétrico, informam Leila Coimbra e Nancy Dutra. O valor, R$ 80 bilhões, é pouco mais da metade dos desembolsos em 2009.

Pela proposta, em caso de atraso em obras de transmissão e distribuição de usinas hidrelétricas, concessionárias e comercializadoras terão de arcar com o custo da eletricidade produzida, mas não distribuída.

No caso das distribuidoras, o custo será repassado ao consumidor via tarifa. As mudanças foram feitas para beneficiar três das maiores usinas em construção no país: Belo Monte (PA), Santo Antônio e Jirau (RO).

O texto propõe ainda tirar impostos de compras para as usinas nucleares, além de zerar o PIS/Cofins para o gás de térmicas da Petrobras e para a produção de biodiesel. A MP deve ser votada neste mês. (Págs. 1 e B4)
Banco Mundial desaconselha trem-bala para país emergente
Os trens-balas não são aconselháveis para países em desenvolvimento, diz estudo do Banco Mundial.

O texto não especifica os países, mas aponta que o sistema é caro e dificilmente chega ao número de passageiros previsto, informa Dimmi Amora.

O banco patrocinou os estudos de viabilidade do trem-bala no Brasil. (Págs. 1 e B4)

Procuradores temem onda de desbloqueio de contas nos EUA
Com o desbloqueio de cerca de US$ 500 milhões (quase R$ 900 milhões) do Opportunity pelos EUA, conforme a Folha revelou ontem, deve haver uma avalanche de liberação de recursos retidos naquele país, afirmam procuradores.

O governo não revela a soma nos EUA. O bloqueio em outros países chega a US$ 3 bilhões. (Págs. 1 e A16)
Iraniana pede que filho não veja apedrejamento
Em entrevista obtida pelo jornal inglês "Guardian", a iraniana Sakineh Ashtiani afirmou que assinou a sentença do julgamento sem entender que seria condenada a morte por apedrejamento e pediu o apoio internacional. "Não deixem que eles me apedrejem diante do meu filho." (Págs. 1 e A20)

Boa notícia
A Aparelho do Inca facilita diagnóstico de câncer ocular. (Págs. 1 e C11)
Mauro Zafalon
Alta do trigo vai elevar preço do pão em até 10%. (Págs. 1 e B12)
Foto-legenda: Los tres amigos
O secretário-geral da Unasul, Néstor Kirchner, o presidente Hugo Chávez e Lula em Caracas; o brasileiro agradeceu aos empresários por continuarem a investir na Venezuela mesmo após rumores de calote. (Págs. 1 e A18)
Editoriais
Leia "Debate frustrante", sobre o sobre desempenho dos candidatos na TV; e "A sombra do Irã", acerca da condenação de iraniana à morte por apedrejamento. (Págs. 1 e A2)

------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo
 
Manchete: Ibope mantém diferença de 5 pontos a favor de Dilma
Petista aparece com 39% das intenções de voto, contra 34% do tucano, que lidera no Sul do País

Pesquisa do Ibope feita para o Estado e a TV Globo, encerrada horas antes do primeiro debate entre os presidenciáveis, aponta Dilma Rousseff (PT) com 39% das intenções devoto, cinco pontos porcentuais à frente do tucano José Serra (34%) - a margem de erro é de dois pontos, para cima ou para baixo. O resultado é o mesmo da pesquisa do Ibope realizada uma semana antes. Marina Silva (PV) é a preferida de 8%. A rejeição ao tucano atinge 24% contra 19% de Dilma. Ela lidera por 38% a 28% entre eleitores com renda familiar de até um salário mínimo. Na faixa de cinco salários ou mais, a petista aparece com 40%, e Serra, com 36%. O Tucano vai melhor no Sul do País, onde lidera por 42% a 34%. O Ibope também mediu a expectativa de vitória - para a 47%, a petista será eleita, e 32% apostam em Serra. (Págs. 1 e Nacional A4)
Chávez envia representante à posse na Colômbia
O presidente eleito da Colômbia, Juan Manuel Santos, toma posse hoje, mas, antes mesmo de assumir o comando do país, já havia começado a negociar a recomposição das relações diplomáticas com a Venezuela e o Equador,informa a enviada especial Tânia Monteiro. Via portador especial, ele encaminhou carta a Hugo Chávez e Rafael Correa convidando-os para a cerimônia de posse. O governo venezuelano informou ontem que o chanceler chavista Nicolas Maduro vai à festa da posse, em Bogotá. Para Santos, o aceno significa que a Venezuela quer negociar o reatamento com o novo governo. (Págs. 1 e Internacional A19)
Em crise, Venezuela compra mais alimentos brasileiros
O governo da Venezuela aumentou a compra de alimentos brasileiros para conter o desabastecimento no país, a pouco mais de um mês da eleição. Só a venda de açúcar subiu 700% no primeiro semestre ante igual período de 2009. Nos mercados subsidiados pelo governo, costuma faltar todo tipo de produto básico. (Págs. 1 e Internacional A18)
Durante a pane, Gol priorizou voos fretados (Págs. 1 e Cidades C5)
 
Com ajuda de alimentos, persiste a inflação zero (Págs. 1 e Economia B4)
 
Salário médio inicial sobe 27% em sete anos (Págs. 1 e Economia B1 e B3)
 
Amir Khair
Justiça tributária

O Brasil precisa reduzir as disparidades tributárias. Quem ganha até dois salários mínimos paga 49% em tributos e, acima de 30 salários, 26%. (Págs. 1 e Economia B2)
Notas e Informações
A desmoralização do Enem

O vazamento de dados de candidatos confirma que pouca coisa funciona bem na educação. (Págs. 1 e A3)
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Brasil
 
Manchete: Ligação direta coma a máfia
Rádios são vendidos livremente e sem qualquer cadastro, no Centro

Ter o nome inscrito em algum cadastro de proteção ao crédito ou mesmo com problemas com a Justiça não é dificuldade para camelôs instalados no Centro do Rio. Na Uruguaiana, barracas oferecem rádios Nextel para venda sem necessidade de o comprador fornecer qualquer tipo de registro. Os aparelhos são os preferidos de muitos bandidos, por serem à prova de interceptação telefônica. A reportagem do JB foi até convidada a participar do esquema, considerado "seguro". (Págs. 1 e Cidades A4)

Dilma tem 15 pontos de vantagem no Ibope
A candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff com 39% das intenções de voto - continua com cinco pontos de vantagem sobre José serra, do PSDB, segundo pesquisa do Ibope divulgada ontem. (Págs. 1 e País A2)

Real em patamar supervalorizado
Descontada a inflação, o real atingiu em junho nível idêntico de sobrevalorização ao de dezembro de 1998, às vésperas de uma maxidesvalorização da moeda brasileira que levou à adoção do câmbio flutuante. (Págs. 1 e Economia A8)

------------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense
 
Manchete: Casa própria mais cara no DF
Custo para construção de imóvel cresce 2,26% somente em julho no Centro-Oeste, na maior alta do país. Metro quadrado no Distrito Federal está acima da média nacional. Preço de materiais e mão de obra deve subir mais nos próximos meses. (Págs. 1 e 14)
Ameaça de novo caos na Gol
Funcionários da companhia aérea estão divididos sobre a greve do dia 13, mas sindicato dos aeroviários garante que haverá paralisação nos aeroportos de todo o país. (Págs. 1 e 18)
Corrida ao Planalto
Candidatos já gastaram R$ 16 mi

Líder nas pesquisas, Dilma Rousseff (PT) foi quem mais arrecadou em um mês de campanha: R$ 11,6 milhões. Ela já gastou R$ 9,7 milhões. Marina Silva (PV) supera o tucano José Serra em doações. (Págs. 1 e 5)
Ficha Limpa
Roriz entra com recurso no TRE

Advogados ingressam com dois embargos de declaração e pedem explicações aos juízes eleitorais que negaram o registro de candidatura. Roriz procurou manter o ânimo da militância e dos aliados. (Págs 1, 29 e 30)
Foto legenda: Papo latino
Após se encontrar com Chávez em Caracas, Lula recebeu a missão de tentar uma trégua entre Venezuela e Colômbia. (Página 1 e 25)
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio
 
Manchete: Clássico bem além da rivalidade
Náutico e Sport se enfrentam, hoje, em jogo que pode devolver a liderança da Série B ao Timbu ou aliviar a pressão na Ilha do Retiro. (Pág. 1)
Palmares terá novo hospital em dezembro (Pág. 1)
 
Pesquisa do Ibope mantém Dilma à frente de Serra (Pág. 1)
 
Novas cédulas do real começam a circular em dezembro (Pág. 1)
 
Navio explode no Porto do Recife e deixa quatro feridos (Pág. 1)
 
------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora
 
Manchete: Justiça pressiona Anac a punir atrasos em voos
Juiz Federal de SP determina que Agência Nacional de Aviação Civil, Infraero e União fiscalizem e multem companhias por desamparar passageiros em caos aéreo. (Págs. 1 e 28)
Planalto
Ibope repete Dilma na liderança

Em relação à pesquisa anterior, candidata do PT à Presidência mantém 39%, e o tucano Serra, 34%.

A mania dos buttons virtuais. (Págs. 1, 14, 16 e Rosane de Oliveira, 12)
------------------------------------------------------------------------------------
 
 
Se nos anos de 1940 existisse internet, Hitler não teria assassinado milhões de judeus.
 
Buya neles!!!
 
 
- Buya




Buya ©.Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta
página em qualquer meio de comunicação.