- Links
» Página Inicial
» Estadão
» Revista Veja
» Revista Época
» Folha de São Paulo
» Revista Isto É
» Revista Carta Capital
» Prefeitura de Pirassununga
-
BALAIO DO BUYA
Jornal Virtual
-
» Contato
 
 
- Balaio do Buya
Dizimista 230

 

 
Edição nº 230, de 18 de agosto  de 2010
 
O Dizimista – Primeiro jornal virtual de Pirassununga
SINOPSES - RESUMO DOS JORNAIS
 
18 de agosto de 2010
O Globo
 
Manchete: Eleições 2010: Na TV, Lula é usado até no programa de Serra
Presidente grava para Dilma no Alvorada, e candidato do PSDB só fala de saúde

A figura de Lula dominou a estreia de Dilma Rousseff (PT) no horário eleitoral e foi citada até no jingle de José Serra (PSDB): "Quando Lula da Silva sair, é o Zé que eu quero lá”. Lula gravou para Dilma até no Alvorada. Os programas tentaram amenizar a imagem técnica dos candidatos. Serra, chamado de Zé, destacou exaustivamente realizações na Saúde. Em Pernambuco, Lula comparou Serra à sua situação em 1994: "Vivi isso. O povo votava no Real e me lasquei." (Págs. 1 e 3 a 14)

De olho na TV
Xexéo: A estreia do Zé e o significado da história de uma mulher que rasgava dinheiro. (Págs. 1 e 3)
Foto legenda: Favela cenográfica: O programa de Serra construiu um cenário reproduzindo casas populares. (Págs. 1 e 3)

Foto legenda: Cachorro de Dirceu: Dilma brinca com Nego, o labrador herdado do ex-ministro José Dirceu. (Págs. 1 e 3)
Déficit de casas é de 5,8 milhões
Jacineide e Jaqueline Silva saíram das ruas para uma favela em Recife. Mas continuam em uma estatística; faltam 5,8 milhões de moradias decentes no país. (Págs. 1 e 17)
Mau cheiro nas lagoas e ameaça a 2016
O mau cheiro que vem do lodo das Lagoas da Bacia de Jacarepaguá e, desde domingo, empesteia a Barra é uma ameaça aos Jogos Olímpicos de 2016, que terão no bairro o epicentro das competições esportivas. O vento forte, aliado à ressaca, revolveu o fundo das lagoas e liberou gases metano e sulfídrico. O estado promete realizar um novo projeto de dragagem, que enterraria o lodo em grandes buracos. (Págs. 1 e 19)
Capitalização da Petrobras divide governo
A Fazenda tentou, em vão, adiar a data da capitalização, marcada para 30 de setembro, temendo divergências entre valores do barril que servem de referência ao aumento de capital. O investidor George Soros vendeu todas as ações da Petrobras de seu fundo. (Págs. 1 e 29)
Alemanha envia navio de lixo ao Brasil
A Receita Federal apreendeu 22 toneladas de lixo doméstico vindas do porto de Hamburgo, na Alemanha. As empresas responsáveis foram multadas, e a carga será devolvida em dez dias. No Rio, a CSA Siderúrgica do Atlântico foi autuada por poluição. (Págs. 1, 18 e 28)
Anac fecha ouvidos a consumidores
Mesmo após o país sofrer um novo caos aéreo, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) fechou sete dos seus dez postos de atendimento nos aeroportos, sob alegação de que a procura é baixa. Ontem, foi a vez do Galeão, até então o único no Rio. (Págs. 1 e 32)
Irã vê complô para abalar as relações com o Brasil
O governo do Irã acusou o Ocidente de usar o caso de Sakineh Ashtiani, condenada à morte, para intrigar o país com o Brasil e a Turquia por conta da defesa que ambos fizeram do programa nuclear de Teerã. Segundo o porta-voz Ramin Mehmanparast, se o Brasil fosse mais bem informado, perceberia que o "alvoroço" acerca de Sakineh tem objetivos políticos. (Págs. 1 e 36)
Bandeira roubada
Peça histórica é de 1889

O primeiro desenho da Bandeira Nacional da República, de 1889, foi furtado da Igreja Positivista do Brasil, na Glória. O prédio está em péssimas condições desde que o telhado desabou em 2009, e uma biblioteca com 16 mil volumes está ameaçada. (Págs. 1 e 26)
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo
 
Manchete: Lula diz que terá papel ativo se Dilma vencer
Presidente muda o discurso e afirma pela 1ª vez que dará palpite no governo

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou, pela primeira vez, que terá papel ativo em eventual governo de sua candidata, Dilma Rousseff (PT), chamada por ele de "minha presidenta".
Em agendas no Nordeste, o presidente disse que viajará por todo o país e vai dar palpites. "Vou ligar e dizer Žolha, tem uma coisa errada. Pode fazer, minha filha, que eu não consegui fazerŽ."
Até então, Lula declarava que sua melhor contribuição ao deixar o cargo seria não se envolver no governo.
Mais tarde, discursou como se disputasse a própria sucessão, sem citar Dilma.
À noite, o presidente participou do horário eleitoral ao lado da candidata. Em depoimento gravado, dividiu realizações de governo e elogiou seu desempenho no ministério. (Págs. 1 e A18)
Polarização marca debate on-line sobre governo de SP
A exemplo do que ocorre na corrida presidencial, PSDB e PT polarizaram o primeiro debate on-line do Brasil, realizado ontem pela Folha e pelo UOL, que reuniu os principais candidatos ao governo paulista.

O tucano Geraldo Alckmin, o petista Aloizio Mercadante e Celso Russomanno, do PP, distorceram fatos e apresentaram promessas difíceis de cumprir. (Págs. 1 e A8)
PF indicia 42 cotistas do Opportunity por evasão
A PF indiciou 42 cotistas do Opportunity Fund sob a acusação de evasão de divisas. A decisão consta de relatório final sobre a Operação Satiagraha, que apurou o fundo ligado ao grupo Opportunity, de Daniel Dantas.

Os investidores moravam no Brasil, mas aplicavam no fundo, baseado nas Ilhas Cayman, isentando-se de pagar imposto. O grupo nega as acusações. (Págs.1 e A19)
Para ministro, barril do pré-sal deverá custar perto de US$ 10
O ministro Márcio Zimmermann (Minas e Energia) afirmou em entrevista a Valdo Cruz que o preço do barril do petróleo na área do pré-sal deve ficar mais próximo de US$ 10. O valor será definido na próxima semana. Caberá ao presidente Lula a decisão final. (Págs.1 e B1)

O megainvestidor George Soros vendeu, na Bolsa de NY, US$ 638 milhões em papéis da Petrobras. (Págs.1 e B4)
Folha e UOL reúnem três presidenciáveis hoje às l0h30 (Págs. 1 e A16)
Fernando de Barros e Silva
PT estaria mais bem servido com Ciro em SP. (Págs. 1 e A2)

Nelson Sá
Petista estreia com edição de início de novela. (Págs. 1 e A4)

Vera Magalhães
ŽEsta é sua vidaŽ de Dilma ofusca a de Serra. (Págs. 1 e A6)
Uso de base pelos EUA na Colômbia é irregular, diz Corte
A Justiça da Colômbia declarou inconstitucional o acordo de 2009 que autorizou os EUA a continuar usando bases no país. Para a Corte, trata-se de um novo convênio e o texto deve passar pelo Congresso. (Págs. 1 e A20)
Grupo faz arrastão em prédio de luxo no Campo Belo
Grupo com 20 homens armados invadiu um prédio de alto padrão no Campo Belo (zona sul), roubou 7, dos 16 apartamentos e agrediu moradores. O caso é o 11° arrastão do ano na capital paulista. (Págs. 1, Cl e C3)
Boa notícia: Programa do Sebrae qualificará pousadas para Copa 2014. (Págs. 1 e B6)
 
Editoriais
Leia "Multas sem rigor", sobre punições aplicadas pelo governo que deixam de ser cobradas; e "Técnicas de ensino", acerca da formação de professores. (Págs. 1 e A2)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo
 
Manchete: PT e PSDB exploram imagem de Lula na propaganda da TV
Com 78% de aprovação, presidente aparece tanto no programa de Dilma quanto no de Serra no primeiro dia

O presidente Lula - cujo governo é bem avaliado por 78% dos eleitores, segundo a última pesquisa Ibope - foi a grande estrela do primeiro dia da propaganda eleitoral. A candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, usou três depoimentos dele. De forma indireta, Lula também esteve no programa do tucano José Serra, citado até mesmo no jingle de encerramento. Além do conteúdo, a propaganda de PT e PSDB também foi semelhante na forma. Ambos exploraram a biografia dos candidatos, intercalando depoimentos emocionados. A propaganda de Serra lembrou a fórmula adotada pela campanha vitoriosa de Gilberto Kassab à Prefeitura de São Paulo em 2008. A de Dilma resgatou o tom "Lulinha paz e amor", marca da corrida eleitoral de 2002. (Págs. 1 e Nacional A4)

Análises
Dora Kramer: Com vara curta
Serra citou logo a fera pelo nome no sambinha-provocação "sai o Silva e entra o Zé. (Págs. 1 e Nacional A6)

João Bosco Rabello: Credenciais
O programa de Dilma tratou de apresentá-la; já o de Serra destacou suas realizações. (Págs. 1 e Nacional A4)
No ‘Estado’, vices reabrem polêmicas de MST e Farc
A posição do governo diante de MST e Farc esquentou o debate promovido ontem no Grupo Estado com os candidatos à Vice-Presidência. “Não considero o MST um movimento social", disse Índio da Costa, vice de José Serra. "Os movimentos sociais são bem-vindos", rebateu Michel Temer, vice de Dilma Rousseff. Guilherme Leal, vice de Marina Silva, fugiu do duelo, mas insistiu no respeito à lei. (Págs. 1, Nacional A16 e A17)

Temas sensíveis

Os candidatos a vice expressaram opinião favorável à união gay e ao aborto em caso de estupro. (Págs. 1 e Nacional A17)

Índio da Costa, vice na chapa de Serra
"Esse governo foi frouxo com relação a invasões de terra e à entrada de drogas por nossas fronteiras"

Michel Temer, vice na chapa de Dilma
“Dilma não se opõe ao MST, desde que aja dentro da lei. Movimentos sociais são bem-vindos na nossa campanha"

Guilherme Leal, vice na chapa de Marina
“É muito provável que o narcotráfico esteja de alguma forma permeando segmentos da política brasileira"
Governo incha currículo escolar com seis temas
O currículo do ensino básico recebeu seis novos conteúdos desde 2007, inchaço que tira espaço de disciplinas tradicionais. Há conteúdos sobre cultura indígena, direito das crianças e trânsito. (Págs. 1 e Vida A22)
Alta do crédito privilegia carro e imóvel
Com a forte expansão do crédito para a aquisição de imóveis e veículos, o consumidor está com menos dinheiro para parcelar a compra de bens como eletrodomésticos, eletroeletrônicos e móveis. (Págs. 1 e Economia B1)
Foto legenda: Terror em Bagdá
Homem-bomba matou ao menos 57 na capital do Iraque. A maior parte das vítimas era composta por recrutas e soldados. (Págs. 1 e Internacional A18)
Obras contra enchente na Pompeia ficam no papel (Págs. 1 e Cidades C1)
 
Visão Global: Sakineh ensinou
Caso pode ter mostrado a Lula real face de Ahmadinejad, escreve Potkin Azarmehr. (Págs. 1 e Internacional A20)
Notas & Informações: Um plano em execução
Como num plano preconcebido, o governo Lula vem esvaziando as agências reguladoras. (Págs. 1 e A3)

------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Brasil
 
Manchete: Receita bate novo recorde
A expectativa do governo é de um crescimento de 10% a 12% ao mês ao longo do ano

Com um resultado que reflete a recuperação da produção industrial no país, da venda de bens e da massa salarial, a arrecadação de impostos e contribuições federais pela Receita em julho atingiu R$ 67,973 bilhões. Recordes na arrecadação ocorreram nos sete meses do atual exercício fiscal. A expectativa da Receita é de crescimento de 10% a 12% por mês ao longo do ano, em comparação com os mesmos meses de 2009. (Págs. 1 e Economia A12)
Dilma está em alta no Vox Populi
A candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, aumentou a vantagem sobre José Serra (PSDB), segundo nova pesquisa do Vox Populi. Dilma tem 45% das intenções de voto, seguida de Serra (29%) e Marina Silva, do PV (8%). (Págs. 1 e País A3)
Horário político em clima light
Emoção e lembranças marcantes da vida pública marcaram a estreia do horário eleitoral, gratuito de Dilma Rousseff e José Serra. Marina Silva, com menos tempo, focou no meio ambiente. (Págs. 1 e País A2 e A3)
Alemanha envia lixo ao Brasil
A Receita Federal e o Ibama interceptaram no Porto de Rio Grande (RS) 22 toneladas de lixo proveniente da Alemanha. Fraldas descartáveis e embalagens de produtos fazem parte da carga. (Págs. 1 e País A4)
Foto legenda: Um acinte contra o patrimônio cultural
Criado há 76 anos, o Museu Histórico tia Cidade, na Gávea, mais parece um prédio em ruínas. Pelo menos, a reforma já tem data marcada: será iniciada em até três meses. Além da reestruturação do prédio, o acervo do Museu será restaurado. (Págs. 1 e Cidade A5)
Palestino invade embaixada turca
Armado com faca e uma arma de brinquedo, o palestino Nadim Injaz invadiu a Embaixada da Turquia em Israel, fez reféns o cônsul e sua mulher, e acabou preso. Seu objetivo seria obter asilo político do governo turco. (Págs. 1 e Internacional A14)
Homem-bomba ataca em Bagdá
A duas semanas do início da retirada de tropas americanas do Iraque, um homem-bomba detonou seus explosivos diante de um centro de recrutamento do Exército, matando pelo menos 60 soldados e recrutas. (Págs. 1 e Internacional A14)
------------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense
 
Manchete: Morte na 113 Sul: Crime e mentiras
Filha do casal Villela e mais quatro pessoas são presas acusadas de participar do triplo assassinato ou de atrapalhar as investigações

A 11 dias de completar um ano, o triplo homicídio na 113 Sul ganhou um novo capítulo. A Polícia Civil prendeu cinco pessoas por envolvimento no assassinato dos advogados José Guilherme e Maria Carvalho Villela, além da empregada Francisca Nascimento da Silva. Entre os detidos está a filha do casal, Adriana, principal suspeita do crime e acusada de arquitetar uma trama para dificultar o trabalho policial. Segundo as investigações, Adriana tinha interesse no patrimônio dos pais e se empenhou em criar um álibi no dia do assassinato. Para a polícia, ela conhecia a vidente Rosa Maria Jaques e o marido dela, João Tocchetto. Em outubro de 2009, Rosa Maria revelou à delegada Martha Vargas, à época responsável pelo caso, a localização da chave do apartamento da família. Essa versão do crime resultou na prisão de três pessoas, mas foi desmontada meses depois. O policial civil José Augusto Alves, integrante da equipe de Martha Vargas, também está preso. Ele tinha vínculo com a paranormal e o marido dela. A quinta prisão é de Guiomar da Cunha, ex-faxineira do casal assassinado. Ela é acusada de dar falso testemunho e de levantar suspeitas infundadas. (Págs. 1 e 23 a 26)

Foto legenda: Adriana Villela: a principal suspeita
Foto legenda: Rosa Maria, a paranormal: pista falsa
Foto legenda: João Tocchetto: marido da vidente
Foto legenda: Augusto: policial de Martha Vargas
Foto legenda: Guiomar: versão mentirosa
Mesmo sem concorrer, Lula é a estrela das eleições
Que o programa de TV de Dilma abusaria das citações ao presidente, ninguém tinha dúvidas. Mas até rivais, como José Serra, pegaram carona na popularidade do chefe da Nação. O jingle do tucano sugeriu: “Sai o Silva e entra o Zé”. Candidatos a deputados também tentaram se ligar a Lula na propaganda eleitoral. (Págs. 1, 2 a 4 e 27)
Mais força à Ficha Limpa
Ministros do TSE reafirmam que a lei vale para o pleito deste ano (Págs. 1 e 7)
Mil médicos residentes param no DF (Págs. 1 e 32)
 
Migrante no Brasil tem novo perfil (Págs. 1 e 8)
 
Leão morde R$ 68 bilhões em impostos (Págs. 1 e 11)
 
Aposentado recebe o 13º este mês (Págs. 1 e 15)
 
------------------------------------------------------------------------------------
Valor Econômico
 
Manchete: STF e MP propõem reajuste e indexação de seus salários
Dois projetos de lei, um de iniciativa do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cezar Peluso, e outro do procurador-geral da República, Roberto Gurgel, chocaram os congressistas e prometem ser mais um capítulo agitado na relação entre os dois Poderes. O projeto 7.753, da Procuradoria, chegou na segunda-feira ao Congresso e reproduz os termos do projeto de lei 7.749, do dia 12, que aumenta o subsídio mensal de ministro do Supremo Tribunal Federal para R$ 30,6 mil. O que espantou os parlamentares, porém, foi o artigo que permite que a partir de 2012 o reajuste salarial seja feito por ato administrativo do presidente do STF e do procurador-geral com base na variação do IPCA, num mecanismo de reindexação que poderá se estender a todo o funcionalismo.

A tentativa de se livrar do controle dos vencimentos pelo Legislativo parte da elite do funcionalismo, sua parcela mais bem remunerada. O valor do salário do ministro do Supremo é a referência para a remuneração de todos os juízes do país, tanto federais como estaduais. O salário do procurador-geral é a referência para todo o Ministério Público. Assim, a revisão do subsídio se estende imediatamente a todo o Judiciário e ao Ministério Público. Os demais servidores do Executivo e do Legislativo também pressionarão o governo por reajustes equivalentes, advertem os técnicos da área orçamentária. (Págs. 1 e A9)
Fundações negociam poder na Oi
O que parecia definido na nova estrutura societária da Oi, depois da entrada da Portugal Telecom (PT), ainda está sendo negociado por causa de uma disputa por poder que abrange tanto o núcleo duro do controle da empresa como os minoritários - no caso, os fundos de pensão de estatais. Para a PT aportar R$ 8,4 bilhões na empresa e participar do controle da Oi, os minoritários (Previ, Petros e Funcef) terão de reduzir sua fatia na holding Telemar Participações. Os fundos aceitam negociar a redução, mas querem manter seus assentos no conselho de administração. Em paralelo, os principais sócios da Oi - Andrade Gutierrez e La Fonte - e a PT costuram um acordo de acionistas para abrigar os portugueses nessas duas empresas, que concentram o grau mais alto de decisão da companhia. (Págs. 1 e D1)
Foto legenda: O novo arquivo
A Iron Mountain, multinacional de gerenciamento de documentos, triplica a área de armazenamento em São Paulo e duplica a de Curitiba. A digitalização não diminuiu o volume de papel, que cresce de 9% a 12% ao ano no Brasil, diz Marc Duale, presidente mundial da companhia. (Págs. 1 e B2)
Vicunha vai investir na Argentina
A Vicunha Têxtil, controlada pela família Steinbruch, está prestes a fechar a compra de uma unidade de produção na Argentina, onde só atua comercialmente com produtos vendidos pelo Brasil. Além disso, vai investir US$ 25 milhões na fábrica do Equador - para duplicar a capacidade e transformá-la em sua maior unidade fora do Brasil - e abrir um centro de distribuição no México, próximo ao polo de confecção do país para atender melhor o mercado americano.

Esses movimentos só se tornaram viáveis após o equacionamento da dívida de quase R$ 500 milhões por meio de um aporte de R$ 250 milhões do BTG Pactual em junho. O banco de André Esteves passou a ter 37,5% do capital total da Textilia, holding que controla a Vicunha Têxtil. (Págs. 1 e B6)
No acordo com LAN, TAM cria duas classes de ações
A TAM e a LAN criaram uma estrutura societária diferenciada, com duas classes de ações, uma vez que a família Amaro precisa manter 80% do capital votante da companhia aérea brasileira, por força da legislação. Assim, a TAM Empreendimentos e Participações, empresa dos Amaro que controla a TAM S.A., passará a deter a participação por meio de uma nova holding, que terá duas classes de ações. Os papéis classe A terão direito a voto, mas não terão valor econômico relevante. As ações classe B não terão direito a voto, mas representarão essencialmente o valor econômico. (Págs. 1 e D4)
Carismáticos enfrentam os evangélicos nas urnas
Os católicos carismáticos entram na campanha eleitoral dispostos a se contrapor à influência legislativa crescente dos evangélicos e chegar à igualdade de forças até 2018. A bancada evangélica soma 43 deputados e senadores. Os carismáticos ligados à "Canção Nova" não chegam a meia dezena.

A empreitada dos carismáticos conta com nomes conhecidos, como Gabriel Chalita, ex-secretário de Estado paulista, candidato a deputado federal, e Myrian Rios, ex-mulher de Roberto Carlos, que quer seguir carrreira política e é candidata a deputada estadual no Rio. (Págs. 1 e A14)
Demanda por telefonia no NE dispara e supera capacidade de oferta das operadoras (Págs. 1 e B3)
 
Alpargatas planeja nova fábrica
A Alpargatas estuda a localização para uma nova fábrica no Brasil, a 14ª do grupo e 6ª no país. A unidade, destinada à produção de insumos para a manufatura de calçados, deve entrar em operação até o fim de 2012. (Págs. 1 e B1)
Parceria na locação de carros
A CVC fechou acordo com a Avis, uma das líderes mundiais na locação de veículos, para alugar automóveis em suas lojas. A operadora de turismo, a maior do Brasil, receberá comissão, não fechada, por operação. (Págs. 1 e B4)
Shoppings diversificam modelos
O setor de shopping centers aposta em empreendimentos diferentes do modelo tradicional e investe em centros de compras ao ar livre e outlets, de construção e manutenção mais baratas. (Págs. 1 e B4)
Los Grobo chega ao MT
Dois anos após chegar ao Brasil, o grupo argentino Los Grobo, do produtor de grãos Gustavo Grobo começa a operar no Mato Grosso, no vale do Araguaia. (Págs. 1 e B12)
Pressão altista no algodão
Quebra na produção brasileira de algodão deve aumentar a importação da pluma para até 200 mil toneladas. Problemas climáticos também na China, Índia e Paquistão tornam a oferta ainda mais restrita. (Págs. 1 e B12)
Santander negocia fusão nos EUA
O Santander voltou a discutir a fusão de suas operações nos EUA com o M7Tbank, bnco regional de Buffalo, Nova York, cujo maior acionista é o bilionário Warren Buffett. (Págs. 1 e C2)
Acordo BB-OdontoPrev
O Banco do Brasil e a OdontoPrev, maior operadora de planos odontológicos do país; que se associou à Bradesco Dental, devem anunciar hoje uma parceria para venda de planos nas agências do banco estatal. (Págs. 1 e C8)
Bolsa mira o pequeno investidor
A BM&FBovespa prepara uma série de iniciativas para atrair os pequenos investidores ao mercado acionário. Pelé foi escolhido para ser o garoto-propaganda da campanha. O objetivo da bolsa é chegar a 5 milhões de aplicadores com ações em custódia até 2014. (Págs. 1 e D3)
Gargalos judiciários
Mais de 15 mil processos, relativos a 33 assuntos, estão suspensos no Tribunal Superior do Trabalho (TST) aguardando decisões do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre recursos que chegaram à Corte. (Págs. 1 e E1)
Ideias
Cristiano Romero

Como sempre ocorreu no país, há uma frente ampla de interesses disposta a solapar a responsabilidade monetária. (Págs. 1 e A2)
Ideias
Rosângela Bittar

Estão avançadas as negociações em torno da formação de um governo Dilma e a definição de seus princípios. (Págs. 1 e A8)
------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas
 
Manchete: Restrição ao cobre põe em risco tradição da cachaça mineira
Além de tachos e panelas, a proibição pela Anvisa do uso de utensílios de cobre na produçãode alimentos inclui os alambiques, espalhados por todo o estado. A restrição preocupa os pequenos produtores, sobretudo os 8 mil informais, que vivem da renda da pinga. A secretaria de estado da saúde informou que vai fiscalizar as aguardentes para avaliar a presença do metal, que em nível superior ao tolerado pode causar danos neurológicos. (Págs. 1 e 23)
Entrevista: Itamar quer ‘libertar’ o Senado
Na segunda entrevista da série com os principais candidatos ao Senado, o ex-presidente Itamar Franco (PPS) critica o que considera “ação nefasta” do Executivo sobre o Legislativo e diz confiar em sua trajetória para se eleger. (Págs. 1 e 6)
UFMG: União vai vender prédio do Direito
Com transferência para a Pampulha, governo vai se desfazer do prédio da Faculdade de Direito, na Praça Afonso Arinos. Escola de Engenharia abrigará varas do TRT. (Págs. 1 e 22)
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio
 
Manchete: Classe média alta é despejada em Aldeia
A Justiça deu início à execução de uma ação de imissão de posse em uma área de 150 hectares, onde estão condomínios e casas de luxo. Problema foi provocado por uma ação trabalhista contra empresa antiga proprietária dos terrenos. (Pág. 1)
Foto Legenda: Sertão: Visita oficial em ritmo de campanha (Pág. 1)
 
Começa a chegar o dinheiro para as vítimas da Mata Sul (Pág. 1)
 
Nordestinos retomam caminho do Sudeste, segundo pesquisa (Pág. 1)
 
JC Online transmite hoje debates com presidenciáveis (Pág. 1)
 
------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora
 
Manchete: Nova carga de lixo europeu é interceptada em Rio Grande
Quatorze meses após o caso das remessas ilegais da Grã-Bretanha, Receita revela ter descoberto no porto 22 toneladas de resíduos embarcadas na Alemanha. (Págs. 1 e 32)
Conexão SP: Desmontada sonegação do ICMS
Operação prendeu 10 suspeitos de atuar em esquema que beneficiaria empresas gaúchas. (Págs. 1 e 20)
Eleições 2010: O que você verá hoje na TV
No horário obrigatório, Fogaça falará em “união de forças”, Tarso em “pôr o RS no mapa”, e Yeda em contas ajustadas. (Págs. 1, 10 e 16)
Eleições 2010: Dilma estreia sem estrela do PT. (Págs. 1, 10 e 16)
 
Assassinato no DF: Reviravolta no caso de ex-ministro do TSE
A própria filha de Villela seria a mandante do crime. Outros quatro foram presos – dois no RS. (Págs. 1 e 45)
------------------------------------------------------------------------------------
 
 
Se nos anos de 1940 existisse internet, Hitler não teria assassinado milhões de judeus.
 
Buya neles!!!
 
 
- Buya




Buya ©.Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta
página em qualquer meio de comunicação.