- Links
» Página Inicial
» Estadão
» Revista Veja
» Revista Época
» Folha de São Paulo
» Revista Isto É
» Revista Carta Capital
» Prefeitura de Pirassununga
-
BALAIO DO BUYA
Jornal Virtual
-
» Contato
 
 
- Balaio do Buya
Dizimista 265

 

 
 
Edição nº 265, de 23 de setembro de 2010
 
 
O mundo mágico da Internet
 Pirassununga - SP
 
O Dizimista– Primeiro jornal virtual de Pirassununga
SINOPSES - RESUMO DOS JORNAIS
 
23 de setembro de 2010
O Globo
Manchete: Eleições 2010: Dois novos casos com parentes atingem o Palácio do Planalto
EBC sabia que filho de ministro Franklin Martins trabalhava em empresa contratada

Mais dois casos engordam a lista de parentes de funcionários do governo ligados a contratos e cargos públicos. Subordinada ao ministro da Secretaria de Comunicação, Franklin Martins, a Empresa Brasil de Comunicação (EBC), que administra a TV Brasil, contratou por R$ 6,2 milhões, numa licitação-relâmpago, de 15 dias, a Tecnet, empresa na qual o jornalista Cláudio Martins, filho do ministro, trabalhava como representante comercial. Franklin já era ministro quando o filho entrou na Tecnet. A EBC admitiu que, quando fechou o contrato, sabia que Cláudio era funcionário da empresa, mas não viu conflito de interesses, nem consultou a Comissão de Ética. O ministro negou irregularidades ou pressa no processo. Mas disse que houve "celeridade" para não perder prazos. Num exemplo de nepotismo, cruzado, a ex-chefe da Casa Civil Erenice Guerra e o presidente dos Correios, David José de Matos, fizeram dobradinha: Erenice contratou a filha de Matos - agora exonerada -, enquanto o irmão de Erenice tinha cargo comissionado na Novacap, empresa do governo do DF da qual Matos foi secretário. (Págs. 1 e 3 a 10)
Eleições 29010: Dois tempos
Os ataques do presidente Lula à imprensa levaram cerca de mil pessoas, como o jurista Hélio Bicudo e o arcebispo emérito de São Paulo, Dom Paulo Evaristo Arns, a assinar manifesto em defesa da democracia. Enquanto Bicudo, fundador do PT, alertava em São Paulo para o risco do autoritarismo, Jorge Lorenzetti, petista envolvido no caso dos aloprados, visitava o ministro Alexandre Padilha no Palácio do Planato, em Brasília. (Págs. 1, 9 e 12 e Merval Pereira)

Foto legenda: Jorge Lorenzetti, um dos petistas envolvidos no escândalo dos aloprados, volta ao Palácio do Planalto, onde visitou o ministro Alexandre Padilha. (Pág. 1)

Foto-legenda: O jurista Hélio Bicudo, fundador do PT, participa de ato em defesa da democracia. (Pág. 1)
Serra acirra medos contra Dilma e PT
No YouTube, o PSDB apelou para o discurso do medo. Num dos vídeos, aprovados por Serra, um homem caracterizado como Lula segura rottweilers, e o locutor pergunta se Dilma conseguirá conter os radicais do PT. Em outro, o rosto da candidata se transforma no de Dirceu. (Págs. 1 e 14)

TRE amplia até o dia 30 prazo para 2ª via de título. (Pág. 1)
Cai vantagem de Dilma sobre os adversários
Pesquisa Datafolha divulgada ontem aponta que caiu de 12 para 7 pontos percentuais a diferença entre Dilma (PT) e a soma de intenções de voto dos adversários. Dilma, com 49%, ainda venceria no primeiro turno se a eleição fosse hoje. Serra (PSDB) tem 28%, e Marina (PV), 13%. (Págs. 1 e 11)

Elio Gaspari

Ao passar a faixa para o sucessor (ou sucessora), Lula estará repetindo o que só Arthur Bernardes fez, em 1926. (Págs. 1 e 16)
Floresta Amazônica tem o ar mais puro do mundo (Págs. 1 e 38)
 
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo
 
Manchete: Presidente 40 Eleições 2010: Com escândalos, cai vantagem de Dilma, mostra o Datafolha
Petista tem 49% das intenções, e os rivais juntos somam 42%; cresce chance de 2° turno

Após a descoberta de tráfico de influência na Casa Civil, a vantagem de Dilma Rousseff (PT) sobre os adversários na disputa pelo Planalto caiu cinco pontos percentuais, segundo peso quisa Datafolha feita ontem e anteontem em todo o país.

Agora, a petista tem 49%, e seus rivais somam 42%. A margem de erro do levantamento é de dois pontos.

Na semana passada, o placar a favor de Dilma era de 51% a 39%, uma diferença de 12 pontos percentuais.

José Serra, do PSDB, oscilou de 27% para 28%, variação dentro da margem de erro. Marina Silva, do PV, saiu de 11% e foi a 13%. Todos os outros candidatos juntos chegam a 1% na pesquisa, que foi encomendada pela Folha e pela Rede Globo.

Contando só votos válidos (sem brancos e nulos), Dilma venceria em primeiro turno se a eleição fosse hoje: ela tem 54%, ante 31% de Serra e 14% de Marina. Mas sua vantagem sobre os outros candidatos somados caiu de 14 para 8 pontos.

A petista registrou sua maior queda entre eleitores com renda familiar de cinco a dez mínimos. (Págs. 1 e Esp. 1)

Mauro Paulino

Candidata do PT ao Planalto sofre revés pela 1ª vez em dois meses. (Págs. 1 e Esp.3)

Fernando Rodrigues

Maior favorecida pelas variações, Marina (PV) tira votos da petista. (Págs. 1 e Esp. 3)
Desacordo adia decisão da Lei da Ficha Limpa
O presidente do Supremo Tribunal Federal, Cezar Peluso considerou inconstitunal a Lei da Ficha Limpa. A opinião rachou o STF após o relator, Carlos Ayres Britto, ter votado a favor de aplicar a lei ainda neste ano. Peluso afirmou que o texto da lei deveria ter voltado para a Câmara depois de passar pelo Senado. Ministros discutiram, e José Antonio Dias Toffoli pediu vista. A sessão interrompida será retomada hoje. (Págs. 1 e Esp.8)
Foto legenda: Praia de Paulista
Militantes pró-Tietê encenam tomar sol em canteiro da marginal, chamando a atenção para a despoluição do rio; segundo fundação que promoveu o evento, ele pode voltar a ser limpo e virar opção de lazer. (Págs. 1 e 5)
Próximo Enem vai selecionar 92 mil vagas para federais
Apesar dos percalços recentes, como vazamento e adiamento da prova, o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) terá alcance maior, relatam Patrícia Gomes e Andressa Taffarel.

Levantamento da Folha indica que mais de 92 mil vagas em universidades e institutos federais vão ser preenchidas apenas com o Enem, sem que os alunos façam outras provas. No anterior, foram 47 mil. (Págs. 1 e C1)
Mais duas vítimas brasileiras são identificadas na chacina do México (Págs.1 e A15)
 
Editoriais
Leia "Freio a Chávez", acerca das eleições parlamentares na Venezuela; e "Estado olímpico", sobre mudanças na legislação esportiva brasileira. (Págs. 1 e A2)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo
 
Manchete: Manifesto ataca ´autoritarismo´ de Lula
Texto divulgado por juristas, artistas e acadêmicos acusa presidente de agir como líder partidário e atacar imprensa

Juristas, acadêmicos e artistas, além de políticos tucanos, divulgaram em São Paulo, no Largo São Francisco, o Manifesto em Defesa da Democracia. Nele, o presidente Lula é criticado por atacar a imprensa e agir como líder partidário. "É constrangedor que o presidente não entenda que seu cargo deve ser exercido em sua plenitude nas 24 horas do dia", discursou Hélio Bicudo, fundador do PT. "O País vive um caudilhismo que se impõe assustadoramente", declarou José Carlos Dias, ex-ministro da Justiça. Para Miguel Reale Júnior, "Lula age como um fascista". O advogado negou que o evento fosse de caráter político. "É um alerta ao País sobre os riscos de um confronto social." (Págs. 1 e Nacional A4)

Hélio Bicudo
Jurista e fundador do PT

"(Lula) já não se preocupa mais nem mesmo em valorizar a honestidade" (Pág. 1)

Miguel Reale Júnior
Jurista

"Lula não pode insuflar o País, (dizer que) quem é a favor do PT é a favor do povo" (Pág. 1)

Foto legenda: Protesto

Hélio Bicudo, fundador do PT, participa da leitura do Manifesto em Defesa da Democracia, em São Paulo. (Pág. 1)
TCU investigará contrato com TV de Lula
O Tribunal de Contas da União vai investigar o contrato que a EBC, a chamada "TV do Lula", fez com a firma que emprega filho do ministro Franklin Martins, revelado pelo Estado. "Estou estarrecido com tantos parentes ligados aos órgãos públicos", disse o procurador Marinus Marsico. (Págs 1 e Nacional A8)

Nomeação de Erenice

Antes de David de Matos assumir a presidência dos Correios, a então ministra Erenice Guerra (Casa Civil) nomeou uma filha dele, Paula Damas de Matos, assessora do ministério. Anteontem, Paula foi exonerada a pedido. (Págs. 1 e Nacional A9)
Crédito terá expansão maior, diz BC
O Banco Central elevou a previsão de crescimento do crédito em 2010. Estimativa divulgada ontem mostra que as operações com famílias e empresas terão expansão de 22% no ano. A aposta anterior era de 20%. Os bancos estatais devem, novamente, liderar o crescimento. No fim do ano, o crédito deve corresponder a 48% do PIB. Em agosto, estava em 46,2%. (Págs. 1 e Economia B1)
Foto legenda: Sem carro e a cavalo
Cavaleiros na Avenida Paulista, no Dia Mundial Sem Carro. Congestionamentos em SP não se alteraram. (Págs. 1 e Cidades C8)
USP Leste vai instituir cursos de perfil criativo (Págs. 1 e Vida A26)
 
Brasil quer que ONU condene sanções ao Irã (Págs. 1 e Internacional A20)
 
CIA comanda milícia afegã, denuncia livro (Págs. 1 e Internacional A22)
 
Eugênio Bucci
Um pingo de serenidade

Definir "informação correta" é prerrogativa do cidadão e da sociedade, não do Executivo. (Págs. 1 e Espaço Aberto A2)
Notas & Informações
O desmanche da democracia

A investida de Lula contra a imprensa representa mais uma etapa da marcha para a desfiguração da instituição sob a sua guarda, com a consequente erosão das bases da ordem democrática. (Págs. 1 e A3)
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Brasil
 
Manchete: Franquias vão gerar 15 mil empregos no Rio
Perspectiva dos megaeventos faz setor crescer 10% até o fim deste ano

Quem está à procura de emprego no Rio deve ficar de olho no setor de franquias. Já em crescimento por conta dos megaeventos Copa do Mundo e Olimpíada, o segmento deve gerar 15 mil empregos diretos até o fim deste ano. Só entre setembro e dezembro de 2010, as franquias crescerão 10% na cidade do Rio. Os dados são da consultoria Rizzo Franchise e mostram uma corrida nacional às oportunidades disponíveis no Rio.

– Se os empreendedores souberem fechar negócio e os shoppings se estruturarem, o Rio vai crescer muito – assegura Camila Pacheco, da rede Nutty Bavarian, que está abrindo quatro unidades na cidade. (Págs. 1 e Economia, 16)
Johnny dá golpe nos irmãos Saad
Além de causar prejuízo de R$ 100 milhões a um grupo empresarial japonês que fez negócios com a TV Cidade, pertencente ao grupo da Rede Bandeirantes, o empresário João Carlos Saad, vulgo Johnny, teria lesado também os próprios irmãos, ao não respeitar o testamento do patriarca da família, morto em 1999. Ricardo, Márcia, Maria e Marisa Saad foram à Justiça contra Johnny. (Págs. 1, País, 7 e 8 e Editorial, 14)
------------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense
 
Manchete: Sob tensão, STF adia julgamento de Roriz
Ministro Toffoli pede vista após fortes críticas à validade da Lei da Ficha Limpa

Longe de um consenso, o Supremo Tribunal Federal adiou para hje a decisão de vetar ou não a candidatura de Joaquim Roriz nas eleições do DF. Após um intenso debate, o ministro Dias Toffoli pediu vista do processo refernte ao ex-governador. A sessão desta quinta-feira está prevista para começas às 14h. As divergências entre ministros do STF a respeito da Lei da Ficha Limpa tornaram-se explicítas na fase inicial do julgamento. Encerrado o voto do relator Ayres Britto, contrário ao registro da candidatura de Joaquim Roriz, o plenário enveredou por uma forte discussão sobre a validade da regra eleitoral. O presidente do Supremo, Cezar Peluso, foi contundente.
"Temos um caso aqui de arremedo da lei", disse, cm severas críticas à maneira como a proposta foi aprovada no Congresso. A interpretação de Peluso contrariou o entendimento de Ricardo Lewandowski, presidente do TSE. Antes de interromper os trabalhos, os integrantes do STF definiram que a decisão acerca da inelegibilidade de Roriz vai balizar a análise dos recursos apresentados por outros candidatos. (Págs. 1, 31 e 32)
Agnelo segue líder
Petista mantém vantagem, segundo o Instituto CB Data. Pesquisa mostra o aumento de eleitores indecisos no DF. (Págs. 1, 34 e 35)

Sob suspeita: Contratos da ECT na mira da Polícia Federal
Pivô das denúncias de tráfico de influência que derrubaram a ex-ministra da Casa Civil Erenice Guerra, o acordo dos Correios com a Master Top Linhas Aéreas é um dos 15 negócios feitos pela estatal investigados por supostas irregularidades. O valor desses acordos chega a R$ 350 milhões. (Págs. 1, 2 e 3)
Boa notícia: Pagamento em dia derruba os juros para o consumidor
A queda na inadimplência teve reflexo positivo para os brasileiros. As taxas do crédito são as menores dos últimos 16 anos. O crescimento dos consignados e dos financiamentos de veículos também contribuiu para esse quadro. A indústria está mais otimista para as vendas do fim do ano. (Págs. 1 e 16 a 19)

No Paranoá: Trabalhador morre em casa com bala perdida
O marceneiro Derneval Gomes da Silva, 53 anos, fazia reparos na parede da sua residência quando foi atingido no tórax. Segundo a polícia, os atiradores, ainda desconhecidos, tentaram acertar dois supostos traficantes de drogas que passavam de carro pela Quadra 16 da cidade. (Págs. 1 e 38)
------------------------------------------------------------------------------------
Valor Econômico
 
Manchete: Megaoferta vai aumentar a fatia da União na Petrobras
Ontem à noite, um dia antes do fechamento oficial da operação, a megacapitalização da Petrobras já estava garantida. A oferta, que é a maior já realizada no mundo, deve atender tanto os interesses da estatal, que engordará seu caixa, como do governo, que conseguirá ampliar sua participação no capital da companhia. Alguns grandes investidores ainda farão suas reservas hoje, mas no fim do pregão de ontem já havia demanda suficiente para que a colocação alcançasse seu máximo, no total de R$ 132 bilhões.

Segundo o Valor apurou, o governo já conseguiu aportar entre R$ 65 bilhões e R$ 70 bilhões na oferta - do montante pretendido de R$ 74,8 bilhões. Isso garante que a fatia da União no capital total da empresa suba dos atuais 39,8% do para perto de 45%. (Págs. 1 e D1)
MPs caducas, dão mais poder ao Executivo
O governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva editou 18 medidas provisórias que perderam sua eficácia por decurso do prazo de apreciação pelo Congresso. Elas não se transformaram em leis, mas tornaram legais os atos realizados durante sua vigência. Foram literalmente provisórias, com efeitos permanentes.

Embora tenha ocorrido com pouca frequência - l8 MPs entre as 399 editadas por Lula(0,04%) – a prática aumenta da capacidade de legislar do Executivo. Em boa parte das MPs não apreciadas no Legislativo, o incentivo veio do Planalto. Com aplicação imediata, as MPs atingiram seus objetivos sem passar pelo desgaste da negociação. Foram os casos, recentes, do aporte de R$ 6 bilhões da União à Caixa Econômica Federal com a MP 470, e a capitalização do BNDES em R$ 124 bilhões, com a MP 487. (Págs. 1 e A8)
Cosan planeja segunda fase de expansão
A Cosan prepara, com a discrição necessária, a segunda fase do seu plano de expansão da capacidade de moagem de cana. No primeiro estágio, pretende atingir 70 milhões de toneladas em três anos, apenas com a ampliação das usinas já existentes. Em seguida, a meta é ir para 100 milhões ou 110 milhões de toneladas. "Dinheiro não é problema", disse ao Valor Rubens Ometto, presidente do conselho de administração da companhia durante inauguração de uma unidade em Caarapó (MS). O programa inclui quatro projetos de usinas a serem construídas a partir do zero, duas em Goiás, uma em Naviraí (MS) e outra em Andradina (SP). (Págs. 1 e B10)
Foto legenda: De São Paulo para Nova York
A cidade de Nova York está interessada em "importar" tecnologia desenvolvida pela Polícia Militar de São Paulo, em especial um sistema que integra a um mapa de chamadas telefônicas dados sobre criminosos e posição de viaturas, diz o coronel João Antônio Ferreira. (Págs. 1 e B3)
Municípios lideram em projetos feitos com PPPs
Lançada como a grande solução para o aumento do investimento público ao abrir espaço para a iniciativa privada em áreas antes restritas ao setor estatal, as Parcerias Público Privadas (PPPs) andaram em ritmo mais lento que o previsto e avançaram principalmente em projetos mais modestos. Seis anos após a entrada em vigor da lei federal que regulamentou as PPPs, cerca de 28 editais foram lançados no país, 20 deles por prefeituras. Destes, no mínimo 17 já foram assinados, segundo levantamento realizado pelo Valor.

A experiência mostra que as PPPs ganharam espaço em serviços públicos municipais, como saneamento básico e limpeza urbana. O segundo projeto federal vai a leilão hoje. (Págs. l e A3)
Faber-Castell agora sai em busca do público juvenil
A Faber-castell, como em outras fases de sua história de dois séculos e meio, precisa mais uma vez se reinventar, ir além da infância de seus consumidores. O novo foco é atingir a faixa dos 14 aos 20 anos. O desenvolvimento de cosméticos da marca poderá ser o próximo passo nessa direção.

A empresa atua na área de maquiagem fornecendo produtos, como sombras e lápis para contornar olhos e boca, para grandes marcas de cosméticos. A produção dessas linhas no Brasil é feita em São Carlos (SP). No Brasil, quando se fala em Faber-Castell, se pensa em lápis de cor. "Temos que mudar essa imagem, muito do nosso portfólio não é conhecido”, diz o presidente mundial, o conde Anton Wolfgang von Faber-Castell. (Págs. 1 e B6)
Carros de luxo maiores e mais caros puxam boom de vendas na China e nos EUA (Págs. 1 e B10)
 
Codelco vê retomada e vai investir US$15 bi até 2015 (Págs. 1 e B8)
 
Dinheiros para os estádios
BNDES aprovou os três primeiros projetos de estádios para a Copa de 2014. Os Estados da Bahia, Ceará e Mato Grosso receberão financiamentos de mais de R$ 320 milhões cada um. (Págs. 1 e A5)
Brasil quer voar mais à Argentina
Brasil e Argentina retomam na terça-feira negociação para ampliar o acordo bilateral que regula o setor aéreo entre os dois países. A intenção brasileira é aumentar o número de voos. (Págs. 1 e B4)
Invasão japonesa
A rede de restaurantes japoneses Gendai investe num plano de expansão ancorado, principalmente, em lojas próprias. Hoje com 46 unidades (20 próprias), a meta é abrir mais dez por ano até 2014, diz Robinson Shyba, diretor do grupo de fast-food TrendFoods. (Págs. 1 e B5)
Reforço nos trilhos
A MRS fechou contrato com a GE para a compra de 115 locomotivas, que deverão ser entregues entre 2011 e 2015. O acordo supera.os R$ 600 milhões. (Págs. 1 e B8)
Mercosul prefere tarifa a cotas
Os países do Mercosul vão apresentar uma proposta conjunta à União Europeia que prevê a substituição do sistema de cotas na exportação de frango pela adoção de uma tarifa de € 325 por tonelada. (Págs. 1 e B14)
Argentina ´flerta´ com o FMI
A Argentina ensaia uma reaproximação com o Fundo Monetário Internacional. O primeiro passo seria a retomada dos exames sobre a situação econômica do país. (Págs. 1 e C1)
Crédito Imobiliário
Banco Central, Febraban e investidores discutem a criação de um novo título para captar recursos ao setor imobiliário, semelhante aos
“covered bonds" utilizados no mercado europeu. (Págs. 1 e C1)
Canhedo fica sem fazenda
O STJ rejeitou recurso do ex-controlador da Vasp, Wagner Canhedo, que tentava retomar a Fazenda Piratininga, transferida pela Justiça aos empregados da companhia para o pagamento de dívidas trabalhistas. (Págs. 1 e El)
Ideias
Ribamar Oliveira

Receita erra estimativa de arrecadação em R$ 23,1 bilhões e provoca reclamações de governadores e prefeitos. (Págs. 1 e A2)
Ideias
Maria Inês Nassif

Foi otimismo excessivo imaginar que o Brasil sairia de 21 anos de ditadura com partidos prontos para a democracia. (Págs. 1 e A6)
------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas
 
Manchete: Lei ameaça deixar BH sem o título de capital dos botecos
Alterada há dois meses, a Lei de Parcelamento, Ocupação e Uso do Solo proíbe mesas e cadeiras em calçadas de bares localizados em vias residenciais, que são a grande maioria na cidade. Estão nessa classificação, por exemplo, todas as ruas de Santa Tereza, tradicional reduto boêmio. Cerca de 10% dos botequins do bairro já tiveram o mobiliário recolhido.

A medida atingirá todos, na renovação dos alvarás. Os empresários se mobilizam para buscar uma solução. (Págs. 1, 23 e 24)
Eleições 2010: Anastasia ataca Hélio, que espera Lula e Dilma
Tucano denuncia o adversário por uso político dos Correios em favor de sua candidatura. Ex-ministro espera que a presença do presidente Lula e de Dilma o ajude na reta final da campanha no estado.

Disputa apertada pela segunda vaga de senador

Em nova pesquisa do Instituto EM Data, ex-prefeito de BH Fernando Pimentel sobe nove pontos e se aproxima de Itamar Franco na briga pela segunda vaga no Senado.

Dilma lidera no estado com 49%. Serra tem 21%.

STF adia o julgamento sobre Lei da Ficha Limpa. (Págs. 1, 3 a 5 e 8)
Jovens sabatinam candidatos a governador (Págs. 1 e Ragga Drops)
Trânsito: Mineiros ignoram dia sem carro
BHTrans despreza evento mundial, lembrado em apenas seis cidades de Minas, e deixa a capital sofrer com muitos congestionamentos. (Págs. 1 e 28)
Emprego: Cruzeiro marítimo paga até US$ 5 mil
Faça um pé de meia nas férias. Há vagas para trabalho em cruzeiros e estações de esqui no exterior. (Págs. 1 e 15)
Internet e telefonia
Tecnologia de ponta é desafio para o Brasil na Copa e nas Olimpíadas.(Págs. 1 e Informática)
Câncer de mama: Proteína fluorescente ajuda a identificar células doentes (Págs. 1 e 22)
 
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio
Manchete: Desafios do Estado em debate na TV Jornal
Os quatro candidatos ao governo filiados a partidos que têm representantes no Congresso se reúnem, hoje, às 21h30, no auditório do Sistema JC. Ênfase no embate direto entre os participantes é um diferencial do encontro. (Pág. 1)

Foto legenda: Eduardo Campos, Jarbas Vasconcelos, Edilson Silva e Sérgio Xavier

Pesquisa DataFolha: Dilma tem 49%; Serra, 28% e Marina, 13%. (Pág. 1)
Julgamento (Pág. 1)
Zero Hora
Manchete: Devastação em Canela
No rastro do tornado com vento de 124 km/h, emergem histórias de perdas e de superação.

Infográfico mostra o percurso do vento.

Vendaval poupou pontos turísticos.

Onde o nível dos rios preocupa no Estado. (Págs. 1, 4, 5, 8, 10 e 40)

Foto legenda: Entre os escombros da Região das Hortências, formou-se uma rede de solidariedade unindo familiares, amigos e vizinhos para recolher o que sobrou e começar a reconstrução
Software livre: Fórum atrai caçadores de talentos
Empresas de informática recrutam jovens em evento na Capital. (Págs. 1 e 24)
Tensão no Caribe: Chávez rompe com a Colômbia
Venezuelano reage às acusações do presidente do país vizinho de que estaria dando abrigo a guerrilheiros. (Págs. 1 e 30)
Reforço tecnológico: A nova arma da PF contra o tráfico
Análises de cocaína e crack apreendidos no país prometem apontar à Polícia Federal as conexões entre quadrilhas. (Págs. 1 e 42)
22.09 - PIRASSUNUNGA - Enfermeira acusa prefeito de tentar beijá-la em seu gabinete
 
Prefeito de Pirassununga é acusado de tentar beijar enfermeira
Acesse o link abaixo:
Clique com o botão direito do mouse e em seguida clique em “Open Hyperlink”:
 
 
 
 
Repasse. Se nos anos de 1940 existisse internet, Hitler não teria assassinado milhões de judeus.
Buya neles!!!
 
 
- Buya




Buya ©.Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta
página em qualquer meio de comunicação.