- Links
» Página Inicial
» Estadão
» Revista Veja
» Revista Época
» Folha de São Paulo
» Revista Isto É
» Revista Carta Capital
» Prefeitura de Pirassununga
-
BALAIO DO BUYA
Jornal Virtual
-
» Contato
 
 
- Balaio do Buya
Dizimista 277

 

 
 
Edição nº 277, de 09 de outubro  de 2010
 
O mundo mágico da Internet
Pirassununga,SP
O site que está bombando na rede
O Dizimista– Primeiro jornal virtual de Pirassununga
A palavra que você não ouve, a notícia que você não lê, a realidade que você não enxerga.
09 de outubro de 2010
O Globo
 
Manchete: Eleições 2010: Candidatos invocam Deus e se atacam na propaganda da TV
Serra mostra FH e defende governo do antecessor; Dilma exibe Lula

As estratégias para o segundo turno dos Candidatos à Presidência, Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB), ficaram claras na reestréia do programa eleitoral no rádio e na TV, ontem: troca de acusações, comparação entre os governos Lula e FH, e apelos a Deus, à família e à pátria, em meio à polêmica com evangélicos sobre o aborto. Desta vez, porém, Serra já estreou defendendo o legado de FH, cuja imagem foi mostrada quatro vezes no programa. O tucano lembrou que o PT não apoiou o Plano Real e a eleição de Tancredo Neves. Já a propraganda de Dilma levou ao ar um depoimento do presidente Lula, que fez uma invocação de fundo religioso, e defendeu programas como o Bolsa Família e o Minha Casa, Minha Vida. Amanhã, os dois candidatos se enfrentam no primeiro debate. (Págs. 1 e 3)

Dilma defende diretor da EPE

Dilma Rousseff defendeu o ex-assessor Ibanes Cássel, diretor da estatal EPE, e dono de empresa com negócios, com a Petrobras: "É especulação contra a maior empresa do Brasil". A Petrobras perdeu R$ 19 bi de valor em 4 dias. (Págs. 1, 4 e 35 e editorial)

Marina diz que PV não cairá no fisiologismo

Em entrevista ao GLOBO, a verde Marina Silva, disputada por Dilma e Serra após obter 20 milhões de votos no 1º turno, diz confiar que o PV não cairá no fisiologismo: "Não tenho dúvida de que no PV as pessoas fizeram c1aramente uma opção por discussão programática". (Págs. 1, 15 e Flavia Oliveira, 38)

Dutra: ´Houve prostração´

0 presidente do PT, José Eduardo Dutra, admitiu que a necessidade de segundo turno da eleição presidencial causou "prostração" na campanha de Dilma Rousseff. "Mas foi rapidamente superada". (Págs. 1 e 9)

´Ausência do BC´ prejudica o câmbio, diz assessor de Serra. (Págs. 1 e 10)
Nobel da Paz a dissidente desafia China
Governo censura notícias sobre premiação de Liu Xiaobo, que cumpre pena de 11 anos por subversão

A China reagiu duramente a premiação do dissidente Liu Xiaobo, de 54 anos, ao Nobel da paz de 2010. Considerado inimigo do regime, o professor, crítico literário e ativista político está preso e condenado a 11 anos, sob a acusação de incitar a subversão contra o poder do Estado, e não foi informado sobre a prêmio. 0 governo considerou a premiação "uma blasfêmia contra os próprios princípios do Nobel" e acionou a máquina estatal da censura, a chamada Muralha de Fogo, bloqueando notícias sobre o Nobel. Horas após o prêmio, sites oficiais mencionaram o anúncio enfatizando apenas o protesto do governo. A casa de sua mulher foi cercada pela polícia. Liu é um dos autores de um manifesto em defesa da liberdade política. "Temos que falar pelos que não podem", justificou o presidente do Comitê do Nobel, Thorbjoern Jagland. (Págs. 1, 41, 42 e editorial
"Contradições chinesas").
Inspetor chefiava milicianos no Rio
Oito pessoas foram presas, entre elas um inspetor da Polícia Civil, um subtenente do Exército e dois PMs, numa operação para desarticular mais uma milícia que atuava na Zona Oeste do Rio. Só com a exploração de TV a cabo, o grupo faturava mais de R$ 1,2 milhão por ano. 0 inspetor que foi preso, chefe do grupo, há meses tinha prendido outros milicianos, assumindo o lugar. (Págs. 1 e 22)
Voos: feriadão tem até 39% de atraso
As companhias aéreas começaram mal o feriadão: houve atrasos de ate 39%, no caso da Gol. Mas outras empresas não ficaram longe: 31,9% na Webjet e 29,7% na TAM. A partir de março de 2011, o número de voos será reduzido em Guarulhos para obras. (Págs. 1 e 37)

Bolívia aprova nova lei que ameaça mídia
Controlado pelo partido do presidente Evo Morales, o Senado deu sinal verde a uma polêmica legislação que prevê punição para meios que divulguem informações racistas. A oposição e os meios de comunicação acusaram o governo de buscar a censura. (Págs. 1 e 43)
Brasília tem tremor e superbacteria
Um tremor de 4,5 graus na escala Richter, na divisa entre Goiás e Tocantins, assustou moradores de Brasília, onde uma bactéria resistente a quase todos os antibióticos já tinha provocado um surto de infecção hospitalar, que teria matado 18 pacientes. (Págs. 1, 20 e 21)
Governo prorroga por sete meses franquias dos Correios (Págs. 1 e 37)
 
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo
 
Manchete: Escândalo nos Correios favorece os franqueados
Estatal não cumpre prazo para licitar franquias postais e decide prorrogar os contratos para evitar um ´apagão´

A crise nos Correios fez o governo prorrogar por sete meses os contratos de agências franqueadas que venceriam em novembro. 0 objetivo é evitar um "apagão postal" e conter o desgaste político durante as eleições.

Em 2008, o governo deu prazo de dois anos para que as franquias participassem de licitação ou seriam fechadas. Só 277 das 1.300 o fizeram; em 504, o processo está em andamento e, em 519, paralisado por liminares.

O atraso na concorrência é reflexo do caos que atingiu a gestão da estatal e levou a demissão de seu presidente, provocado sobretudo pela disputa entre o PT e o PMDB mineiro por poder e cargos na empresa. (Págs. 1 e A9)
Foto legenda: Abalo federal
Funcionárias da creche do Tribunal de Justiça do DF trocam fraldas no estacionamento; tremor de 4,5 graus causou medo e a desocupação de prédios. (Págs. 1 e C9)
Dilma mostra papa, e Serra, ´valores cristãos´
A nova rodada da propaganda eleitoral no rádio e na TV começou com os candidatos à Presidência Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB) privilegiando o tom religioso em seus discursos.

No programa do PT, Dilma apareceu em fotos com o papa Bento 16, com a filha e com o neto. No horário gratuito do PSDB, Serra citou
"valores cristãos" e fez "a defesa da vida". (Págs.1 e A4)
Nobel da Paz vai para ativista chinês preso
O ativista chinês Liu Xiaobo recebeu o Nobel da paz por sua luta pelos direitos humanos na China. 0 governo de Pequim criticou a escolha, censurou a notícia e ameaçou retaliar a Noruega.

O líder tibetano no exílio, Dalai Lama, e o presidente Barack Obama pediram a libertação de Liu, preso desde 2008 e visto como símbolo da luta por reformas democráticas. (Págs. 1, A21 e A22)

Clóvis Rossi

Silêncio covarde do Brasil sobre premiação é imoral e inaceitável. (Págs. 1 e A22)
Reforma deve levar Cumbica a sustar 20% dos voos em 2011
A reforma nas pistas vai obrigar o aeroporto de Guarulhos, o mais movimentado do país, com 2,2 milhões de passageiros por mês, a perder ao menos 20% da capacidade de voos de março a agosto de 2011. Os 45 pousos e decolagens por hora podem cair para 36. (Págs. 1 e C5)
Presidente do PT reconhece ´frustração´ por haver 2º turno
O presidente do PT, José Eduardo Dutra, admitiu a "frustração" pela
"expectativa que não se concretizou" de vitória no primeiro turno. Para ele, Dilma Rousseff perdeu votos por causa de boatos relacionados ao tema do aborto e devido ao caso Erenice Guerra. (Págs. 1 e A8)
O parto da Montanha
Mais de mil jornalistas estão no deserto do Atacama, no Chile, para acompanhar o resgate iminente dos 33 homens presos numa mina de cobre desde 5 de agosto, relata a enviada Laura Capriglione. Familiares "submergem" em meio a câmeras e microfones. (Págs. 1 e A24)
Auxiliar de Obama para a segurança nacional renuncia (Págs.1 e A26)
 
Boa notícia: Na Amazônia, navio levará mamógrafos a cidades isoladas. (Págs. 1 e C11)
 
Editoriais
Leia "Saneamento mínimo", acerca de situação de grave atraso social no Brasil e "A pressão do Nobel”, sobre prêmio a ativista político chinês. (Págs. 1 e A2)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo
 
Manchete: Na TV, Dilma e Serra falam de aborto e se dizem ´a favor da vida´
Na volta do horário gratuito, tucano prega´ coerência´ e petista vê ´mentiras´

Os presidenciáveis Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB) deram a largada ontem no horário eleitoral na TV no segundo turno enfatizando a questão do aborto, polêmica que teria levado a petista a um revés inesperado no primeiro turno da eleição. 0 programa de Dilma optou por mensagens menos explícitas, vendendo a candidata como "mulher honesta que respeita a vida e as religiões". 0 vídeo tentou desfazer a polêmica em torno do tema, atribuindo-a a uma
“corrente do mal" que usou a internet para disseminar “mentiras" sobre Dilma. Já o filmete do tucano foi enfático: "Este é José Serra, o homem que nunca se envolveu em escândalos e que sempre foi coerente, que sempre foi contra o aborto e defendeu a vida". Ao falar sobre o Mãe Brasileira, um dos principais projetos de Serra para a área da saúde, a campanha tucana exibiu mulheres grávidas, todas com a barriga de fora. (Págs. 1 e Nacional A4)
Marina apresenta propostas para dar apoio no 2º turno
A candidata derrotada à Presidência Marina Silva apresentou as propostas do PV para negociar apoio no segundo turno. Entre elas estão o veto às alterações no Código Florestal que reduzam reservas legais e a destinação de 7% do PIB para educação. As propostas ainda poderão ser alteradas na convenção do PV do dia 17. (Págs. 1 e Nacional A13)

Marina Silva, Senadora: "O que está previsto (no PV) é que todos têm o direito de manifestar sua opinião"
Dissidente chinês preso ganha o Nobel da Paz
Cumprindo 11 anos de prisão sob a acusação de subversão, o dissidente chinês Liu Xiaobo ganhou o Nobel da Paz, decisão que enfureceu o governo da China. A notícia foi censurada na internet chinesa. Pequim qualificou Liu de "criminoso" e a premiação de
"profanação". 0 comitê do Nobel argumentou que "o novo status da China acarreta responsabilidades". (Págs. 1 e Internacional A25 e A26)

Foto legenda: Protesto. Ativistas em Hong Kong pedem a libertação de Liu Xiaobo. (Pág. 1)
STF quer decidir já sobre Ficha Limpa
Os ministros do Supremo consideram que esperar até a indicação de um novo ministro deixaria a decisão para o Executivo, esvaziando o poder do Judiciário. (Págs. 1 e Nacional A17)
Feriado começa com atrasos e aeroportos cheios em todo o País
Atrasos de voos tumultuaram a saída do feriado em todo o País. Até às 19h, a Gol tinha 44% dos voos atrasados e 2,3% cancelados em Cumbica. No Brasil, a porcentagem era de 37,8% de atrasos e 1,6% de cancelamentos, o que representa 304 voos fora do horário e 13 que não decolaram. (Págs. 1 e Cidades C1)
Resgate no Chile é marcado para terça
O resgate dos 33 mineiros presos desde agosto a 632 metros de profundidade no Chile começará terça-feira. A perfuradora chegaria ontem ao local onde estão os trabalhadores. (Págs. 1 e Internacional A28)
Países duelam por câmbio no FMI
Na assembleia do FMI, o secretário do Tesouro dos EUA, Timothy Geithner, acusou países como a China de pôr em risco a recuperação global por não valorizarem as moedas. (Págs. 1 e Economia B1)
Brasil pega Itália em clássico tenso no vôlei (Págs. 1 e Esporte E1)
 
Notas & Informações
Texto, contexto e subtexto

Diferentemente de Lula, Franklin Martins é ideológico. Suas ameaças devem ser consideradas. (págs. 1 e A3)
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Brasil
 
Manchete: Dilma e Serra ficarão frente a frente por 10 horas
Amanhã, acontece o primeiro dos cinco debates

Além das cansativas viagens, carreatas, comícios e atividades de corpo a corpo na campanha, uma série de cinco debates agendados nas principais redes de televisão do país vai consumir as energias de Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB). A partir deste domingo, quando estarão frente a frente no estúdio da Rede Bandeirantes, os dois candidatos vão debater por cerca de 10 horas, até seu último encontro, na Globo, dia 29. Especialistas, no entanto, acham que a maratona serve mais às emissoras do que aos candidatos. (Págs. 1 e País, 2)
EUA: quanto mais rico, mais fácil é conseguir empréstimo (Págs. 1 e Economia, 11)
 
A cabeça dos chilenos após o resgate da mina (Págs. 1 e Internacional, 15)
 
------------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense
 
Manchete: O dia em que Brasília tremeu
Terremoto de 4,6 pontos atinge vários locais do Distrito Federal. O epicentro foi em Goiás

Durou apenas quatro segundos, mas foi o suficiente para assustar milhares de pessoas. No ano do cinquentenário, Brasília registrou o maior abalo sísmico de sua história. O terremoto ocorreu às 17h17, reflexo de um tremor na região de Mara Rosa, ao norte de Goiás, a 300km da capital federal. O fenômeno foi percebido em vários pontos do DF e em muitos prédios do Plano Piloto. Em pouco mais de uma hora, a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros receberam mais de 240 ligações. Por razões de segurança, servidores públicos abandonaram edifícios como o do Tribunal de Justiça do DF e o do Tribunal Superior Eleitoral. Sismólogos da UnB analisavam até o fechamento desta edição as causas do abalo e não descartam a ocorrência de réplicas. Eles atribuem o terremoto a uma falha na placa tectônica sob os estados de Goiás e Tocantins. Em caso de novos tremores, especialistas recomendam cobrir a cabeça com as mãos, proteger-se debaixo de uma mesa ou posicionar-se sob um portal. (Págs. 1 e 33 a 36)

Foto legenda: Técnico da UnB mostra o registro do terremoto pelo sismógrafo. No TJDFT, funcionários da creche saíram com as crianças para o estacionamento. Servidores do TSE desceram assustados após sentirem o prédio balançar. (Pág. 1)
GDF acusado de ajudar Weslian
O ex-chefe da regional de ensino do Plano Piloto e Cruzeiro, Fábio de Souza, denunciou o uso da máquina pública em favor da candidata do PSC ao Buriti. Segundo o professor, o secretário de Educação pediu a diretores que se engajassem na campanha. O Ministério Público abriu investigação. O governo nega. (Págs. 1 e 37)
Corrida contra o tempo
Os dois candidatos à Presidência da República levaram às ruas suas estratégias de campanha para o segundo turno. Em busca dos votos do interior, José Serra visitou Vitória da Conquista, na Bahia, estado onde teve desvantagem de 41 pontos percentuais em relação a Dilma Rousseff. Já a petista aposta no contato direto com os eleitores e na defesa de valores familiares e cristãos. Ela esteve ontem no Lar da Criança Casa de Ismael, em Brasília. (Págs. 1, 2 e 3)
Nobel da paz irrita chineses
A premiação do escritor Liu Xiaobo (foto), que está preso, provocou a reação do governo de Pequim. Sites e redes sociais foram censurados. O repórter Rodrigo Craveiro revela que o próprio Xiaobo não pôde ser informado. (Págs. 1 e 28)
Terras legais: Escrituras para dois condomínios
Os moradores dos parcelamentos Jardim Botânico V e Ouro Vermelho II poderão, a partir da próxima semana, registrar seus lotes em cartório e receber a escritura. A maior parte dos terrenos está localizada em área particular e será regularizada por meio de decreto de lei do GDF. Até dezembro, o governo espera concluir mais 10 processos. (Págs. 1 e 41)
Seu bolso: Arrocho nos cartões, só em 2011
O Banco Central adiou para o ano que vem a adoção de medidas para controlar e reduzir as tarifas do setor. A proposta do governo é diminuir de 50 para 15 o número de taxas cobradas do consumidor. Mas dificilmente as mudanças vão atingir os juros cobrados pelo “dinheiro de plástico”, que chegam a 600% ao ano. (Págs. 1 e 18)
------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas
 
Manchete: BH vence guerra contra outdoor
Em cumprimento ao novo Código de Posturas, que proibiu os painéis no perímetro da Avenida do Contorno e os restringiu severamente no restante da capital, 1.116 deles, ou 85% dos que estavam irregulares, já foram jogados ao chão. O prazo determinado pela lei para a retirada acabou na quarta-feira. Segundo a prefeitura, os donos dos 190 outdoors ilegais que ainda permanecem serão multados e terão seus painéis apreendidos até o fim do ano. (Págs. 1 e 21)
China amordaça Nobel da paz
A concessão do Prêmio Nobel da Paz ao escritor Liu Xiaobo, de 54 anos, ganhou aplausos de líderes mundiais, mas provocou reação violenta do governo chinês, que a classificou de “blasfêmia”. Defensor dos direitos humanos, Liu está preso e incomunicável. Foi condenado a 11 anos de prisão por exigir eleições livres, o que é considerado “subversão” na China. Nos EUA, Barack Obama pediu a libertação do dissidente. Em Hong Kong, ativistas também cobraram liberdade para Liu. (Págs. 1 e 18)
Terra treme e assusta Brasília
A creche do Tribunal de Justiça do DF teve de ser esvaziada às pressas. O terremoto foi sentido em vários pontos. Na Esplanada dos Ministérios, servidores deixaram vários prédios. Não houve registro de estragos ou de vítimas. Segundo o serviço sismológico da UnB, o abalo teve magnitude 4,5 na escala Richter. O epicentro ocorreu no município goiano de Mara Rosa, a 300 quilômetros de Brasília. (Págs. 1 e 12)
O Brasil com cara de palhaço
Do alto de 1,3 milhão de votos, Tiririca vira resposta do eleitor aos partidos e políticos que insistem em manter um sistema eleitoral corporativista. Especialistas alertam: sem uma reforma abrangente, outros tiriricas virão e a situação pode piorar. (Págs. 1 e 20)
Eleições 2010: Aborto chega à campanha eleitoral na TV
Na retomada do horário eleitoral, José Serra (PSDB) voltou a afirmar que é contra a interrupção da gravidez e ressaltou valores cristãos. Dilma Rousseff (PT) propôs uma campanha em defesa da vida e disse ser vítima de ataques caluniosos anônimos. (Págs. 1 e 3 a 5)
Eleições 2010: Alencar faz política até no hospital
Mesmo internado, vice presidente, coordenador da campanha de Dilma em Minas, dá orientação a prefeitos por telefone. (Págs. 1 e 3 a 5)
------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora
 
Manchete: Consórcio espanhol se habilita à obra do Cais
Único grupo que se candidatou conta com empresas que transformaram o porto de Barcelona. PT contesta licitação. (Págs. 1 e 32)

No traço de Iotti, a obra emperrada. (Págs. 1 e 19)
Nobel da Paz a preso irrita a China
Prêmio reforça pressão para libertar o dissidente Liu Xiaobo. (Págs. 1, 30 e Editorial, 18)
Dólar a perigo: Líderes debatem como conter guerra cambial
Em Washington, Mantega defende acordo para segurar a desvalorização da moeda americana. (Págs. 1 e 20)
------------------------------------------------------------------------------------
 
 
 
 
 
Repasse: se nos anos 40 existisse internet, Hitler não teria assassinado milhões de judeus.
 
Buya neles!!!
 
 
 
 
- Buya




Buya ©.Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta
página em qualquer meio de comunicação.