- Links
» Página Inicial
» Estadão
» Revista Veja
» Revista Época
» Folha de São Paulo
» Revista Isto É
» Revista Carta Capital
» Prefeitura de Pirassununga
-
BALAIO DO BUYA
Jornal Virtual
-
» Contato
 
 
- Balaio do Buya
Dizimista 307

 

 
 
Edição nº 307, de 10  de novembro  de 2010
 
O mundo mágico da Internet
Pirassununga - SP
O site que está bombando na rede
O Dizimista– Primeiro jornal virtual de Pirassununga e região
A palavra que você não ouve, a notícia que você não lê, a realidade que você não enxerga.
 
SINOPSES - RESUMO DOS JORNAIS
Avião da Esquadrilha da Fumaça faz pouso de emergência
 Um avião da Esquadrilha da Fumaça fez um pouso de emergência durante uma apresentação em Limeira, na tarde de domingo (7), depois de se chocar com uma ave.
A exibição, que encerrava a Festa Aviatória promovida pela Prefeitura de Limeira, terminou antes do previsto. As sete aeronaves, da Força Aérea Brasileira (FAB), estavam a poucos minutos de completar 55 acrobacias no céu quando chegou a informação que uma delas atingiu um urubu.
Esta foi a primeira vez que um avião da Esquadrilha faz um pouso de emergência na pista de terra, em Limeira. Apesar dos danos provocados na fuselagem, o piloto nada sofreu.
Fonte : EPTV.com
 
NOVA PONTE SOBRE O RIO MOGI GUAÇU APRESENTA PROBLEMAS
JC Regional de 05/11/2010, publica reportagem a respeito da nova ponte sobre o Rio Mogi Guaçu, em Pirassununga, relatando que apesar de ter sido construída em 2008, durante o governo de José Serra, esta ponte que custou aos cofres públicos estaduais a quantia de R$8.300.000,00, está apresentando problemas na sua estrutura, tais como buracos e rachaduras onde se pode verificar as ferragens de sua sustentação.
 
 
QUIPROQUÓ RADIOFÔNICO
 
“Vamos acabar com essa putaria”, frase dita a um conhecido apresentador de Programa de rádio que insistia em tratar Buya de maneira deselegante e grosseira durante uma entrevista.
 
 
SINOPSES - RESUMO DOS PRINCIPAIS JORNAIS DO BRASIL
 
10 de novembro de 2010
O Globo
Manchete: BC ajuda banco de Sílvio Santos a cobrir rombo de R$ 2,5 bilhões
Após socorro, PanAmericano troca diretoria e admite fraude no balanço

Após um socorro de R$ 2,5 bilhões para cobrir um rombo nas contas do Banco PanAmericano, do Grupo Silvio Santos, o Banco Central e a Caixa Econômica Federal decretaram uma espécie de intervenção na instituição. O aporte acontece quatro meses após o sinal verde do Banco Central para que a Caixa comprasse 49% do capital com direito a voto do banco. Ontem, começaram a circular rumores de fraudes no PanAmericano, que é um dos mais fortes do país em crédito consignado e não tem conta corrente. Os problemas teriam sido constatados pelo BC há um mês. Para tapar o rombo, o dinheiro foi liberado por meio do Fundo Garantidor de Créditos (FGC), e o Grupo Sílvio Santos deu garantia em bens. Logo a seguir, a instituição ganhou novos diretores. Em comunicado divulgado após o fechamento dos mercados, o PanAmericano anunciou que pode ter sido vítima de uma fraude bilionária. O texto fala de "inconsistências contábeis" que não permitiam perceber "a real situação patrimonial" do banco. O mercado chegou a especular que o BC faria um comunicado no fim da tarde, mas ele não aconteceu e o PanAmerlcano soltou a nota. As ações do banco caíram 6,74% na Bolsa de São Paulo. O valor do socorro é bem maior do que o R$ 1,37 bilhão de patrimônio do banco. (Págs. 1, 23 e Miriam Leitão)
De Silva para Rousseff: Judiciário pede reajuste ´delirante´, diz ministro
Governo Dilma tentará impor teto para limitar gastos e reduzir meta de inflação

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, reagiu ontem à pressão do Judiciário por aumento de 56% para os servidores: "Com inflação de 5%, querer aumento de mais de 50% é meio delirante." O reajuste teria impacto anual de R$ 6,4 bilhões. O ministro também confirmou que a presidente eleita, Dilma Rousseff, tentará impor um teto para gastos públicos, inclusive com o funcionalismo, a fim de abrir espaço para investimentos. Outro objetivo é diminuir a meta de inflação. (Págs. 1, 9 e 12)

TCU manda parar 18 obras do PAC

O Tribunal de Contas da União apontou irregularidades na gestão de 32 obras que recebem recursos federais e recomendou que elas sejam paralisadas. Entre as obras listadas, estão 18 do PAC. (Págs. 1 e 10)

Mídia: seminário discute concessões

Em seminário sobre mídia eletrônica, representantes da Unesco condenaram a interferência política na concessão de outorgas de rádio e TV. Para eles, a atribuição deveria ser de uma agência, não do Congresso. (Págs. 1 e 14)
Foto legenda: Terror no Maranhão
Corpos de detentos são empilhados no complexo penitenciário de pedrinhas, em São Luís: 18 presos morreram na rebelião iniciada segunda e encerrada ontem. (Págs. 1 e 13)
Foto legenda: Literatura infantil
O ex-presidente Bush brinca com um menino em Dallas: ao autografar sua autobiografia, na qual conta que a tortura ajudou a salvar vidas americanas. (Págs. 1 e 32)
Enem: sem recurso nem gabarito, fica a confusão
Classificado pelo presidente Lula como "sucesso extraordinário", o Enem transformou-se numa total confusão. Após suspender o exame, a Justiça Federal do Ceará proibiu a divulgação do gabarito e desautorizou o MEC a receber recursos de candidatos. A correção dos cartões está embargada. Em Pernambuco, o tema da redação vazou. (Págs. 1, 3 e 4)
CNJ manda juiz machista para casa
O Conselho Nacional de Justiça afastou por dois anos, com direito a salário, um juiz que considerou inconstitucional a Lei Maria da Penha, que pune a violência contra a mulher. Para ele, a lei é "um conjunto de regras diabólicas". (Págs. 1 e 13)
Cuba quer novo modelo sem largar socialismo
O presidente Raúl Castro anunciou para abril o primeiro congresso do PC em 14 anos, que deverá abrir a economia a um sistema misto, com mais espaço para a iniciativa privada, menos para o Estado, sem renunciar ao socialismo. (Págs. 1 e 31)
Apagão faz um ano e ninguém é punido. Conta fica para o consumidor (Págs. 1 e 25)
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo
 
Manchete: PF prende um dos chefes da Receita em Cumbica
Grupo de 32 pessoas é acusado de suposto esquema de fraude em importações

A Policia Federal prendeu um dos chefes da Receita no maior aeroporto do país, em Guarulhos. Ao todo, 32 pessoas (23 ontem) foram detidas na operação, que investigava um suposto esquema de fraude em importações.

Segundo a PF, o grupo usava caminhões "fantasmas", que entravam em área restrita sem autorização, retiravam mercadorias - como notebooks e celulares - e deixavam o aeroporto sem pagar impostos.
Entre os presos estão Francisco Plauto Moreira, chefe de trânsito aduaneiro da Receita, auditores do fisco e do Tesouro, dois policiais federais, empresários, seguranças e funcionários de companhias aéreas.

A PF apreendeu US$ l milhão com os suspeitos. O prejuízo é estimado em R$ 50 milhões. Em um ano, foram 80 toneladas de produtos desviados. Advogado nega envolvimento de Moreira em fraudes. (Págs. 1 e B1)

Foto legenda: Mala com US$ 722 mil apreendidos na Operação Trem Fantasma na Polícia Federal em SP. (Pág. 1)
Infraero quer reduzir vistoria feita em pistas dos aeroportos
A Infraero pediu autorização a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) para reduzir as vistorias que determinam se aeroportos suportam pousos sem riscos de derrapagem, informa José Ernesto Credendio.

Há dificuldade para contratar empresa que faça o monitoramento, um dos principais itens de segurança aeroportuária e que requer fechamento da pista. A Anac estuda o caso. (Págs. 1 e C10)
Presidente 40 – A transição: Nas nuvens com Dilma
Dilma Rousseff já teve medo de avião, mas se acostumou depois de
"tanto tempo de voo", e sempre viaja com três livros na bagagem, relata Catia Seabra.

Contra insônia, um "remedinho francês". Ela não exagera nas refeições. Em 11 horas até a A1emanha, frutas, pão de queijo, croissant, água e café. (Págs. 1 e A8)

Foto legenda: A presidenta eleita Rousseff na 1ª classe rumo a Frankfurt (Pág. 1)
Justiça proíbe que o MEC divulgue gabarito do Enem
Para não "acirrar os ânimos" dos alunos, a Justiça Federal do Ceará proibiu a divulgação do gabarito das provas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

O Ministério da Educação vai entrar com pedido para que a juíza Karla Maia reconsidere a suspensão do exame. Se não der resultado, o governo vai recorrer.

A PF foi acionada para investigar suposto vazamento do tema da redação. (Págs. 1 e C1)

Elio Gaspari: Inep e ministro mostraram que um raio pode cair duas vezes no mesmo lugar. (Págs. 1 e A6)
Governo diz que vai regular mídia mesmo sem consenso
O ministro Franklin Martins (Comunicação Social) afirmou que o governo está disposto a levar adiante a discussão de novas regras para o setor de mídia digital mesmo sem entendimento.

Uma das propostas em estudo pelo governo é a criação de uma agência de controle de conteúdo. (Págs. 1 e A12)
Para senadora, MST fez o PT perder em área do agronegócio
A senadora Kátia Abreu (DEM) afirma em entrevista à Folha que o PT perdeu em regiões do agronegócio pela "insegurança jurídica" ligada às invasões do MST.

Para ela, José Serra errou ao excluir aliados da campanha. Ela se diz otimista com Dilma Rousseff, mas firme na oposição. (Págs. 1 e A14)
Caixa Econômica intervém no banco de Sílvio Santos
A Caixa Econômica Federal anuncia hoje uma intervenção branca no PanAmericano, banco do qual detém 49% do capital votante.

O Grupo Sílvio Santos, sócio majoritário, foi obrigado a fazer aporte de R$ 2,5 bilhões, emprestados de fundo garantidor, para cobrir rombo contábil. (Págs. 1 e A15)
Boa notícia: Técnica livra de ´bombinha´ casos de asma grave
"Bombinha" nunca mais. Está em estudo no país a termoplastia brônquica, nova técnica que trata casos graves de asma com uma pequena cirurgia. O tratamento deve ser aprovado pela Anvisa em 2011. (Págs. 1 e C13)
Fernando de Barros e Silva: Lobby quer saída de secretário da Segurança em SP
Está em curso um lobby para que Geraldo Alckmin mande para casa o atual secretário da Segurança Pública, Antonio Ferreira Pinto.
O cerne da questão está na corregedoria, que investiga 900 delegados. (Págs. 1 e A2)
Editoriais
Leia “Aumento do mínimo", sobre reajuste salarial; e "0 convite de Obama", acerca do apoio dos EUA à entrada da Índia no Conselho de Segurança. (Págs. 1 e A2)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo
Manchete: PF apura suposto vazamento do tema de redação do Enem
Denúncia foi feita em Pernambuco e caso teria ocorrido no Piauí; para a OAB, exame pode ser anulado

A Policia Federal iniciou investigações para apurar suposto vazamento, no Piauí, do tema da redação da prova do Enem. "Há indícios de que a história tem fundamento", disse o delegado Alexandre de Almeida Lucena. Mais de uma hora antes do início da prova no domingo, um grupo de candidatos procurou professores de um curso pré-vestibular de Petrolina (PE) para pedir ajuda sobre a redação se o tema fosse "trabalho e escravidão". Segundo um dos professores, um dos estudantes disse que o tema vazara em São Raimundo Nonato (PI), a 300 Km de Petrolina, e que ele e outros alunos tinham recebido a informação quando o boato se espalhou. Para a OAB de Pernambuco, se ficar provado que houve vazamento, o exame tem de ser anulado. (Págs. 1 e Vida A16)

Justiça susta divulgação do gabarito

A Justiça Federal do Ceará, que anteontem emitiu liminar suspendendo o Enem por conta das confusões no exame, sustou também a divulgação do gabarito das provas, programada para ontem. A juíza Karla de Almeida Miranda Maia disse que a eventual divulgação agora "poderá acarretar acirrados ânimos" dos candidatos eventualmente reprovados. (Págs. 1 e Vida A16)
Regulação da mídia terá de ocorrer, diz Franklin
O ministro Franklin Martins (Secretaria de Comunicação Social) afirmou ontem em seminário internacional que a regulação do setor de mídias no País vai ocorrer, nem que para isso seja preciso
“enfrentamento”: “Nenhum grupo tem o poder de interditar a discussão. A discussão está na mesa. Terá de ser feita. Pode ser num clima de enfrentamento ou de entendimento”.(Págs. 1 e Nacional A8)
Rebelião mata 18 presos no MA
Uma rebelião no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luis (MA), terminou ontem com saldo de 18 mortos - três foram decapitados. Foram cerca de 30 horas de tensão e de horror para famílias dos detentos e dos cinco reféns, que eram monitores do presídio. Para o governo do Maranhão, a rebelião foi um pretexto para que os presos matassem alguns de seus desafetos, no presídio que abriga os detentos de maior periculosidade do Estado. "Foi uma carnificina", disse o secretário da Segurança Aluisio Mendes. (Págs. 1 e Cidades C1)

Foto legenda: Violência. Pastor evangélico conduz oração com os amotinados momentos antes do fim da rebelião no MA (Pág. 1)

Horror
Luis Mesquita Melo - Refém dos presos
"Finalmente acabamos com esse inferno. Só quero ver a minha família" (Pág. 1)
Protógenes é condenado por fraudes na Satiagraha
O delegado Protógenes Queiroz, eleito deputado, foi condenado pela Justiça Federal a três anos e quatro meses de prisão por violação de sigilo funcional e fraude processual, informa o repórter Fausto Macedo. Ele é acusado de irregularidades na Operação Satiagraha, que investigou o banqueiro Daniel Dantas. A pena foi substituída por restrições de direitos. (Págs. 1 e Nacional A10)

Sentença

Ali Mazloum - Juiz
"Espantoso, pessoas submetidas a ´averiguações’ de regimes totalitários - em plena normalidade republicana" (Pág. 1)
TCU vê problemas graves em 18 obras do PAC
O Tribunal de Contas da União relacionou 18 obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) entre as 32 que apresentam irregularidades graves e que devem ser paralisadas. No ano passado, a ação do tribunal motivou críticas do presidente Lula. (Págs. 1 e Nacional A4)
Banco Panamericano terá aporte de R$ 2,5 bilhões
O Banco Panamericano, controlado por Silvio Santos e que tem como sócia a Caixa Econômica Federal, anunciou que receberá aporte de R$ 2,5 bilhões, vindo de fundo criado em 1995 para proteger depósitos de clientes de bancos. O comunicado diz que o dinheiro servirá, para restabelecer o "equilíbrio patrimonial" e ampliar a liquidez. A diretoria do banco será trocada. (Págs. 1 e Economia B8)

Maior que o patrimônio

O volume do empréstimo que está sendo concedido ao Panamericano supera o patrimônio líquido do banco, de R$ 1,6 bilhão. (Págs. 1 e Economia B8)
Bernardo retoma plano que Dilma rejeitou (Págs. 1 e Nacional A6)
Ivette Senise Ferreira
Omissão presidencial

Deixando de nomear o 11º ministro do Supremo Tribunal Federal, o presidente Lula está interferindo no exercício do Poder Judiciário. (Págs. 1 e Espaço Aberto A2)
Rolf Kuntz
A volta da CPMF

Como é difícil administrar o Orçamento e conter o desperdício, a saída mais fácil para o governo é aumentar a tributação. (Págs. 1 e Economia B10)
Dora Kramer
Fogo nos marimbondos

É de se conferir se Dilma Rousseff vai querer mesmo enfrentar a discussão sobre propriedade de veículos de comunicação por políticos. (Págs. 1 e Nacional A6)
Notas & Informações
O trem-bala da alegria

O brasileiro ficará de novo sujeito a ver seu dinheiro entrar pelo ralo das despesas arbitrárias. (Págs. 1 e A3)
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Brasil
Manchete: A cultura do brasileiro
96% não frequentam museus
93% nunca foram a uma exposição
78% jamais viram um show de dança
14% vão ao cinema regularmente
90% das cidades não têm teatro. (Págs. 1 e País 2 e 3)
Afegãs põem fogo no corpo para fugir de casamento arranjado (Págs. 1 e Internacional, 26 a 28)
Indústria sustentável lança camisa de bambu e madeira plástica (Págs. 1 e Economia, 23 e 24)
Informe JB
Índios serão retirados do prédio abandonado ao lado do Maracanã, que terá lojas ou um estacionamento para a Copa do Mundo de 2014. (Págs. 1 e País, 9)
Vida, Saúde & Ciência
Energia solar começa a ser usada até em competições de barcos, como a promovida pela Universidade Federal do Rio. (Págs. 1, 29 e 30)
------------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense
Manchete: Paralisado, ENEM entra na mira do TCU e da PF
A suspensão do Exame Nacional do Ensino Médio, decretada na segunda-feira pela Justiça Federal do Ceará, foi apenas o início dos problemas para o Ministério da Educação. A juíza da 7ª Vara, Karla de Almeida Miranda Maia, proibiu também a divulgação dos gabaritos e o andamento de qualquer etapa do exame — uma série de irregularidades nos testes neste fim de semana colocou em xeque o Enem 2010. O MEC apelou para a Advocacia-Geral da União para tentar reverter as decisões, mas o recurso pode demorar até a próxima semana. Até lá, o ministro Fernando Haddad terá mais dor de cabeça.
O Ministério Público do Tribunal de Contas da União quer investigar as dispensas de licitações do Enem, que ultrapassam os R$ 150 milhões. E a Polícia Federal pode apurar o suposto vazamento do tema da redação na Bahia. O imbrólio irritou os estudantes. "Muita gente está esperando para saber se foi bem ou não na prova. E ainda há o risco de termos que refazer o Enem e cair na data do PAS ou de algum vestibular", reclamou Isabella Karla Leite Medeiros, 17 anos. (Págs. 1, 8 e 9)
Foto legenda: A vida por um fio
Na pista que custou R$ 306 milhões aos cofres públicos e foi projetada para ser a mais moderna do DF, os pedestres estão entregues à própria sorte. Nas últimas semanas, foram dois atropelamentos fatais na Estrada Parque Taguatinga (EPTG). As passarelas ainda não foram concluídas e faixas de pedestres provisórias são a única alternativa para a perigosa travessia. A sensação de insegurança toma conta dos brasilienses, principalmente à noite. “Perco o sentido de distância dos carros. Você acha que ele está longe, mas ele está vindo perto”, diz Romero de Araújo Silva, 37 anos, morador de Taguatinga. A Polícia Militar prometeu intensificar o controle do trânsito nos próximos dias. (Págs. 1 e 26)
Mortes pela superbactéria
Subiu de 18 para 22 o número de vítimas da KPC nos hospitais do DF. Sessenta e quatro pessoas ainda estão internadas. (Págs. 1 e 29)
Foto legenda: Uma ajudinha do Planalto
O governador eleito Agnelo Queiroz se reuniu com o chefe de gabinete da Presidência, Gilberto Carvalho, para pedir o aumento de verbas para o DF. Recursos de projetos federais, como o Minha Casa, Minha Vida, são fundamentais para o petista cumprir promessas de campanha. (Págs. 1 e 23)
Orçamento 2011: Mínimo de R$ 580, só com ordem de Dilma
Caso atenda as centrais sindicais e conceda um reajuste maior para o salário, a presidente eleita terá que encontrar argumentos para contrapor as recomendações da área econômica do governo. Pelos critérios técnicos, o valor será de R$ 540, segundo proposta no Congresso. (Págs. 1 e 3)
Custo de vida: Inflação em alta vai pressionar os juros
Até outubro, o IPCA atingiu 4,38%, chegando próximo da meta do Banco Central para este ano, que é de 4,5%. O aumento da Taxa Selic, hoje em 10,75%, seria uma saída para segurar os índices em 2011. Mas o futuro governo vê a medida como impopular. (Págs. 1 e 11)
Presa
Acusada de maltratar crianças em sua creche, em Goiânia, Maria do Carmo Serrano se apresentou ontem à polícia. (Págs. 1 e 10)
Bush diz que não queria a guerra (Págs. 1 e 18)
------------------------------------------------------------------------------------
Valor Econômico
Manchete: Empresas pulverizam doações a candidatos
Os candidatos que receberam doações de siderúrgicas, bancos, empreiteiras, indústrias, usinas, montadoras e varejistas formarão "bancadas" no Congresso, a partir de 2011, tão representativas quanto à dos 22 partidos que conquistaram cadeiras na Câmara e no Senado Federal.

Por meio do cruzamento entre os dados das 250 maiores empresas e bancos do país com os das pessoas jurídicas que mais fizeram doações eleitorais e as prestações de contas de candidatos e partidos, o Valor elencou 30 companhias cujas doações contribuíram para eleger um número de parlamentares semelhante aos obtidos pelos maiores partidos políticos do país. (Págs. 1 e A13)
Sílvio Santos cobre rombo de R$ 2,5 bi no Panamericano
O Fundo Garantidor de Crédito, formado pelas instituições financeiras que operam no país, fez um empréstimo de R$ 2,5 bilhões ao grupo do empresário Sílvio Santos, que repassou os recursos em forma de aporte de capital ao Banco Panamericano, do qual é o principal acionista, segundo informe enviado ontem à Comissão de Valores Mobiliários.

O comunicado afirma que o empréstimo tornado pelo grupo Sílvio Santos é integralmente garantido por bens do patrimônio empresarial, sem qualquer alteração no capital social ou no patrimônio líquido da instituição. A operação teve o respaldo do Banco Central. (Págs. 1 e D1)
Foto legenda: Estranha no ninho
Única mulher a dirigir um banco de investimentos no país (função que divide com Daniel Darahem), Patrícia Moraes, do J.P. Morgan, é responsável por um time de 23 pessoas, das quais 22 homens. Para ela, o fato de ser mulher até ajuda. "As pessoas acham que eu ameaço menos por ser mulher". (Págs. 1 e C8)
Inflação dos alimentos ganha fôlego
Originada no mercado externo e amplificada pela entressafra doméstica dos grãos, a tendência de alta dos preços dos alimentos promete não dar sossego aos índices de inflação no Brasil até o início de 2011. Em outubro, novamente os alimentos foram os principais responsáveis pela alta de 0,75% no IPCA, contribuindo com 57% do aumento.

O quadro de oferta e demanda global de produtos como milho e soja dá sustentação a cotações em alta ale dezembro nas balsas globais, coadjuvado pelas expectativas de atrasos nas colheitas e perdas no extremo sul do hemisfério Sul, que estão se confirmando. A continua queda do dólar e o aumento da liquidez global, um dos efeitos da política de afrouxamento monetário do Fed americano, trouxe de volta os fundos de hedge a posições especulativas no mercado. (Págs. 1, A3 e B14)
Regulação mundial criará duas categorias de bancos
A maioria dos grandes bancos asiáticos ficará isenta de um novo regime regulador global, segundo a mais recente proposta para o setor formulada pelas principais economias do mundo, que pretendem evitar outra crise financeira. Pessoas a par da pauta para o encontro de cúpula do G-20, que começa na quinta-feira, em Seul, disseram que as autoridades concluíram que os reguladores devem se concentrar nos grandes bancos com negócios globais, excluindo instituições com enfoque doméstico, sem o alcance dos gigantes transnacionais do setor.

Numa atitude que poderá decepcionar alguns segmentos, o G-20 deverá adiar uma decisão sobre um acréscimo de capital definido globalmente para bancos sistemicamente importantes. Também deverá delegar grande parte do trabalho necessário para lidar com ameaças ao sistema financeiro aos órgãos reguladores nacionais. (Págs. 1 e A15)
Siderúrgica da Techint corre risco
O projeto do grupo ítalo-argentino Techint, de construir uma siderúrgica de US$ 5 bilhões na área industrial do terminal de minério da LLX, do empresário Eike Batista, em São João da Barra (RJ), corre riscos devido ao atraso nas obras do sistema Minas Rio, de extração de minério de ferro da Anglo American, que inclui um duto que vai levar minério ao Porto Açu. A Ternium, empresa da Techint, assinou em 2009 um memorando de intenções com a Anglo American para fornecimento de 10 milhões de toneladas anuais de minério de ferro num prazo de 20 anos para abastecer a futura usina. Agora, o projeto pode ser inviabilizado por falta da matéria-prima, pois a AngloFerrous, subsidiária da Anglo no Brasil, enfrenta dificuldades para garantir o fornecimento do insumo. (Págs. 1 e B9)
Blecaute completa um ano de mistério
Exatamente um ano depois do blecaute que afetou 18 Estados, a partir de problemas na subestação de transmissão de Itaberá, no Paraná, abastecida por Furnas, pouco foi feito para impedir a repetição da pane que deixou às escuras, por horas, cidades como Rio de Janeiro e São Paulo. As fiscalizações realizadas pela Aneel responsabilizaram nove empresas, principalmente Furnas.

A qualidade dessa fiscalização foi questionada pelo ministro das Minas e Energia, Marcio Zimmermann, que garantiu que as condições climáticas foram responsáveis pelo apagão. O grupo de trabalho formado no âmbito do Comitê de Monitoramento do Setor elétrico concluiu que a hipótese de raios é a mais provável, mas não pode ser confirmada. (Págs. 1 e A4)
Governo cubano decide ´abrir´ a economia do país (Págs. 1 e A14)
 
UE cobiça licitações chinesas
A União Europeia vai discutir no próximo ano um endurecimento de sua legislação comercial para forçar a China a conceder maior acesso às empresas estrangeiras a seu mercado de compras governamentais. (Págs. 1 e Al4)
´Valor´ no BlackBerry
O Valor lança hoje seu aplicativo para smartphones BlackBerry. O leitor poderá acompanhar notícias, cotações e ter acesso ao conteúdo aberto do Valor Online. (Págs. 1 e B2)
Negócios na rede/Especial
Campeão mundial de horas na internet, com 66h38 por mês, o brasileiro é também o cidadão mais ativo do mundo nas mídias digitais e redes sociais. “O consumidor digital no Brasil é um fenômeno. Isso abre inúmeras possibilidades para as empresas, diz Cássio Tietê, da Intel. (Págs. 1 e Especial)
´Private equity´ em inovação
A gestora britânica de fundos de "private equity" Oxford Capital Partners busca parcerias para investir no Brasil, nas áreas de bioenergia, saúde, software e telecomunicações. (Págs. 1 e B3)
Reforço na linha branca
Demanda por eletrodomésticos da linha branca leva empresas como Samsung, LG e Panasonic a iniciar a fabricação desses equipamentos no Brasil. A Whirlpool voltará a produzir lava-louças, em Manaus. (Págs. 1 e B6)
Ultracargo investe em Santos
A Ultracargo, empresa de logística do grupo Ultra, vai aumentar em 18% a capacidade de tancagem de seu terminal de granéis líquidos no porto de Santos. (Págs. 1 e B8)
IOF afugenta estrangeiros
A retração dos investidores estrangeiros no mercado de títulos da dívida pública, após a elevação do IOF, fez subir os preços dos papéis e levou o Tesouro a cancelar dois dos quatro leilões previstos para este mês. (Págs. 1 e C1)
Inconstitucionalidade do Funrural
Tribunal Regional Federal da 4ª Região derruba novo argumento da Fazenda Nacional e confirma inconstitucionalidade da cobrança do Funrural sobre receitas da atividade agropecuária. (Págs. 1 e E1)
Ideias
Cristiano Romero

Extinção da CPMF em 2007 não impediu que, nos anos seguintes, a arrecadação federal crescesse fortemente. (Págs. 1 e A2)
Ideias
Martin Wolf

Como no Japão, é muito mais provável que a política de
“flexibilização quantitativa" se revele mais ineficaz do que letal (Págs. 1 e A17)
------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas
Manchete: Só duas federais de Minas têm alternativa ao Enem
Universidades do Triângulo e de Viçosa são as únicas com plano B para vestibular

Justiça suspende divulgação de gabarito

PF investiga suspeita de vazamento do tema da redação

A Justiça Federal do Ceará vetou também a abertura de espaço na internet para reclamações dos estudantes prejudicados pelos erros no exame. Esse seria o primeiro passo do MEC para reaplicar provas apenas para os candidatos lesados. A Advocacia-Geral da União (AGU) vai recorrer da suspensão do teste. Das 11 universidades federais em Minas, nove não têm como fazer vestibulares desconsiderando o Enem, inclusive a UFMG. Essas instituições se alinharam ao MEC e afirmam que não deverá haver prejuízo a seus processos seletivos. Além do possível vazamento do tema da redação, a PF apura informações de que candidatos usaram celulares e redes sociais como o Twitter dentro dos locais de prova. (Págs. 1, 21 e 22)
Machismo: Afastado juiz que culpa mulher por ‘desgraça humana’
Magistrado Edílson Rodrigues, de Sete Lagoas, é afastado por dois anos pelo Conselho Nacional de Justiça. Ele negou pedidos de proteção a mulheres pela Lei Maria da Penha, à qual chamou de “monstrengo tinhoso”. Apesar do afastamento, ele continuará recebendo salários proporcionais ao tempo de serviço. (Págs. 1 e 25)
Foto legenda: A face do medo
A Justiça de Goiânia decretou a prisão preventiva de Maria do Carmo Serrano, acusada de torturar crianças na creche da qual é proprietária. Ela foi filmada cometendo maus-tratos contra bebês e crianças do berçário no mês passado. Revoltados, pais tentaram agredi-la quando foi presa ontem. (Págs. 1 e 12)
Câmara: Lobby banca parlamentares de comissões
Deputados que integram comissões da Câmara tiveram campanha eleitoral financiadas por empresas com interesse em temas discutidos por eles. Agroindústria destinou R$ 1,3 milhão a parlamentares da Comissão de Meio Ambiente, que discutiu o Código Florestal. (Págs. 1 e 3)
Governo federal: TCU quer parar 32 obras, 2 em MG
Tribunal de Contas da União pede suspensão de 32 obras do governo federal, incluindo as das BRs 050 e 265, em Minas, por indícios de irregularidades. (Págs. 1 e 4)
Foto legenda: Resgate
Coordenadora da Fundação Nacional de Artes (Funarte) em Minas, Mirian Lott apresenta seis galpões centenários no Bairro Floresta. Eles foram restaurados, serão reinaugurados dia 25 e destinados ao teatro, música e dança. (Págs. 1 e 26)
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio
Manchete: Divulgação do gabarito do Enem é proibida
Juíza do Ceará decide que, enquanto o exame estiver suspenso, feras não poderão conhecer as respostas oficiais ou entrar com recurso. Indefinições desconcentram alunos para outras provas. PF investiga possível vazamento em Petrolina. (Pág. 1)
IPTU do Recife e de Olinda sobe 5,2% em 2011 (Pág. 1)
-----------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora
Manchete: PF apura indícios de vazamento no Enem
Suspeita de fraude na Bahia no tema da redação leva a Polícia Federal a abrir investigação sobre sistema em descrédito que angustia milhões de candidatos. (Págs. 1, 30, 31 e Vestibular)
Guinada no tempo
Em pleno novembro, neva na Argentina.

Massa polar traz frio intenso para o Estado.

Foto legenda: Temporal que derrubou temperatura e espalhou estragos pelo Estado atingiu escola em Taquara, ferindo oito crianças. (Págs. 1, 6, 7 e 40)
Rombo gigante: Banco teria sofrido desvio bilionário
Com supervisão do BC, Grupo Sílvio Santos injeta R$ 2,5 bi no Panamericano, alvo de suposta fraude. (Págs. 1 e 20)
Revisão na ilha: Cuba planeja ampliar a abertura da economia
Raúl Castro põe na mira estatais pouco rentáveis e prevê estímulo para empresas privadas. (Págs. 1 e 28)
Processos: Avança a mudança de regras para ações penais
Senado aprova novo Código, que ainda será votado em segundo turno e irá para a Câmara. (Págs. 1 e 41)
Repasse: se nos anos 40 existisse internet, Hitler não teria assassinado milhões de judeus.
 
Buya neles!!!
 
 
- Buya




Buya ©.Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta
página em qualquer meio de comunicação.