- Links
» Página Inicial
» Estadão
» Revista Veja
» Revista Época
» Folha de São Paulo
» Revista Isto É
» Revista Carta Capital
» Prefeitura de Pirassununga
-
BALAIO DO BUYA
Jornal Virtual
-
» Contato
 
 
- Balaio do Buya
Dizimista 312

 

 
 
Edição nº 312, de 15 de novembro  de 2010
 
O mundo mágico da Internet
Pirassununga - SP
O site que está bombando na rede
O Dizimista– Primeiro jornal virtual de Pirassununga e região
A palavra que você não ouve, a notícia que você não lê, a realidade que você não enxerga.
 
SINOPSES - RESUMO DOS PRINCIPAIS JORNAIS DO BRASIL
15 de novembro de 2010
O Globo
 
Manchete: Obras para os jogos no Rio já complicam o trânsito
Com duplicação de avenida e expansão do metro, Barra é a região mais afetada

As obras para a Copa do Mundo de 2014 e para as Olimpíadas de 2016 já começam a tumultuar o trânsito no Rio. Com o objetivo de desafogar o tráfego e melhorar os transportes na cidade, essas intervenções têm causado congestionamentos fora da hora do rush. A Barra da Tijuca é uma das regiões mais afetadas, com obras de expansão do metrô, duplicação da Avenida Ayrton Senna e implantação de um corredor expresso para ônibus. Eva Vider, professora da Escola Politécnica da UFRJ, diz que os novos gargalos da Barra podem ser explicados pelo fato de que as obras de infraestrutura acontecem num ritmo mais lento do que o do crescimento do bairro. (Págs. 1 e 10)
Técnicos criticam gastos na saúde
Enquanto se discute a volta da CPMF, especialistas criticam o que chamam de distorção nos gastos do Ministério da Saúde, que tem destinado menos verbas a prevenção - este ano, o setor deverá receber R$ 10 bilhões. Já os atendimentos de média e alta complexidade receberão o triplo. Índices de doenças que poderiam ser prevenidas, como a dengue, dobraram. Para o presidente do Conselho Nacional de Saúde, essa prática "estimula a indústria da doença". (Págs. 1 e 3)
Alain Touraine
No Brasil, o sociólogo francês Alain Touraine diz que Dilma Rousseff é uma incógnita e que existe risco de retrocesso, frisando que há "segmentos autoritários" no PT. (Págs. 1 e 4)
EUA abrigaram nazistas após a 2ª Guerra
Um dossiê que o Departamento de Justiça americano reluta em divulgar revela que integrantes do regime nazista receberam visto de entrada nos EUA, mesmo quando seu passado era conhecido. Segundo o "New York Times", o governo os acobertou por acreditar que dividiriam informações de inteligência. Outros eram cientistas que foram trabalhar no país. (Págs. 1 e 23)
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo
 
Manchete: Banco de Silvio Santos pode ter rombo maior
BC planeja mudar a legislação para evitar fraudes com a venda de crédito

O rombo no Banco PanAmericano e na empresa de cartão de crédito do apresentador Silvio Santos pode ser maior do que os R$ 2,5 bilhões informados até agora. Desse valor, R$ 400 milhões são da área de cartão de crédito, que não sofre fiscalização do Banco Central.
O valor do buraco com cartões foi informado pelos próprios executivos do grupo, sem nenhuma checagem dos auditores do BC, informam Érica Fraga e Mario César Carvalho. A nova diretoria também confere se o rombo do banco é realmente de R$ 2,1 bilhões.
Por conta dos problemas no PanAmericano, envolvendo a venda para outros bancos de créditos que tinha para receber, o BC já planeja mudanças na legislação. Uma das hipóteses em discussão é a criação de central para registro de venda de carteiras de crédito.
Uma das fraudes no banco de Silvio é que os executivos vendiam para outras instituições valores que tinham a receber de clientes que tomavam empréstimos, mas contabilizavam como se continuassem com o crédito. O registro reduziria esse tipo de golpe. (Págs. 1 e A12)
Gastos estaduais com juros quadruplicam
Os governos estaduais quadruplicaram os gastos com juros em 2010, segundo o Banco Central. A disparada ajuda a explicar o lobby dos governantes eleitos a favor da renegociação da dívida dos Estados com a União, informa Gustavo Patu.
A ideia de renegociar a dívida foi lançada pelo paulista Geraldo Alckmin (PSDB), que administra a maior dívida e a maior trincheira da oposição, mas é suprapartidária. O Rio Grande do Sul, que será governado pelo PT, tem o pior quadro. (Págs. 1 e A8)
Fornecedoras da Petrobras doam mais a petistas
Duas das maiores fornecedoras da Petrobras, UTC Engenharia e Estre Ambiental, priorizaram o PT nas doações de campanha: respectivamente, 63% e 40% de suas contribuições foram para petistas. Os repasses foram públicos e legais, dizem as empresas. (Págs. 1 e A11)
Pré-sal pode dar caixa extra de R$ 20 bi a Dilma
O presidente Lula quer finalizar a votação do novo marco regulatório do pré-sal até o final de 2010 e dar à sucessora, Dilma Rousseff, até R$ 20 bilhões de reforço de caixa no próximo ano.
Com as novas regras, Dilma poderia leiloar o primeiro campo em 2011. (Págs. 1 e A4)
Boa notícia: Em 2011, Bolsa Família deve ser pago por celular
A Caixa Econômica Federal estuda dar aparelho e minutos de uso aos beneficiários do programa federal para efetuar os pagamentos. A ideia é que o serviço seja implantado no começo do ano que vem. (Págs. 1 e B1)
Fernando de Barros e Silva
Presidente pôs em novos termos a questão da miséria. (Págs. 1 e A2)
Editoriais
Leia "Continuidade paulista", sobre desafios do novo governo estadual; e "Erradicar a miséria", acerca de promessa da petista Dilma Rousseff. (Págs. 1 e A2)
Entrevista da 2ª: Celso Amorim
Para ministro, īPelé só teve um, e igual a Lula não vai terī

O ministro Celso Amorim, 68, termina dois mandatos à frente do Itamaraty defendendo um mundo multipolar e criticando os EUA.
Ao opinar sobre como será o próximo governo, disse: "Pelé só teve um, mas o Brasil foi cinco vezes campeão. Igual a Lula não vai ter, mas não quer dizer que a Dilma não vá fazer uma política externa boa". (Págs. 1 e A20)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo
 
Manchete: Dilma planeja corte de impostos sobre folha de pagamento
Desoneração prevê queda de 8,5 pontos porcentuais nos encargos trabalhistas

A presidente eleita Dilma Rousseff pretende reduzir o peso de encargos trabalhistas para empresas. A base da discussão é a proposta inicial do governo Lula, que previa queda de 20% para 14% do total pago como contribuição previdenciária, além de acabar com os 2,5% do salário-educação. A informação é do ministro Paulo Bernardo, um dos assessores próximos de Dilma. A medida retoma reformas microeconômicas encabeçadas pelo ex-ministro Antonio Palocci e abandonadas. Também está em debate o incentivo ao financiamento no longo prazo. (Págs. 1 e Economia B1)
Crise faz brasileiros deixarem a Irlanda
Centenas de brasileiros que há menos de uma década saíram do País para tentar uma vida melhor na Irlanda começam a fazer as malas, informa o enviado especial Jamil Chade. A crise que assola o ex-Tigre Celta tem no setor da construção um dos mais atingidos. Oficialmente, 1,6 mil brasileiros trabalham na Irlanda, mas esse número pode ser dez vezes maior. (Págs. 1 e Economia B12)
BC vai intimar ex -diretores do Panamericano
O Banco Central vai intimar ex-diretores do Panamericano para que expliquem inconsistências contábeis que levaram ao rombo de R$ 2,5 bilhões. O BC tem indícios para abrir processo administrativo contra os executivos. Ontem, na gravação de programa para o carnaval, acompanhada pelo Estado, Silvio Santos cantou marchinha e jogou dinheiro para a plateia. (Págs. 1 e Economia B4 e B5)
Estados mais pobres têm governadores mais ricos (Págs. 1 e Nacional A4)
 
Carlos A. Di Franco
Compromisso de campanha

Como se disse contrária ao controle da imprensa, Dilma Rousseff deve engavetar a projeto do marco regulatório da comunicação eletrônica. (Págs. 1 e Espaço Aberto A2)
José Roberto de Toledo
Popularidade e voto

Qual patamar de aprovação garante o sucesso eleitoral? Ou, ao contrário, qual nível de desaprovação leva o governante ao fracasso? (Págs. 1 e Nacional A6)
Carlos A. Sardenberg
O jogo dos quatro maiores

Chineses, alemães e japoneses precisam exportar e poupar menos e consumir mais; já os americanos têm de consumir menos e poupar mais. (Págs. 1 e Economia B2)
Notas & Informações
No fim, um bom começo

Com o Plano Nacional de Cultura há finalmente, ao fim da gestão lulista, avanço nesse campo. (Págs. 1 e A3)
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Brasil
 
Manchete: População ganha voz na Câmara
Comissões recebem perguntas por e-mail

A partir de amanhã, a população pode enviar perguntas por e-mail a deputados, que as passarão para convidados de comissões da Câmara, como o ministro da Educação, Fernando Haddad. Ela presta esclarecimentos, quarta-feira, sobre o Enem. Estudantes temem que questões mais duras não sejam selecionadas. (Págs. 1 e País, 2 e 3)
------------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense
 
Manchete: Crise no HRAS agrava o caos na rede de UTIs
Fechamento de leitos na Asa Sul, por causa da morte de 11 bebês, reduz pela metade o atendimento a recém-nascidos. Ontem, todas as 81 vagas nos hospitais públicos da cidade estavam ocupadas. (Págs. 1, 19 e 20)
Fé na Dilma
Bancada evangélica passa a conta e cobra CPI do aborto. (Págs. 1 e 4)
ONGs: Suspeitas, mas ainda em ação
Oito organizações não governamentais que são investigadas por prática de irregularidades com o dinheiro público continuaram recebendo repasses da União nos últimos dois anos. Gastos do governo chegam a R$ 29 milhões. Entidades ligadas ao MST também permaneceram entre as beneficiadas. (Págs. 1, 2 e 3)
Saúde: Os esquecidos do SUS
Sistema público não oferece pelo menos 151 medicamentos de alto custo. A deficiência obriga que pacientes com doenças raras e graves lutem na Justiça para obter remédios essenciais a tratamentos. (Págs. 1 e 6)
Leucemia: Bendita malhação
Pesquisadores da USP recomendam:exercícios musculares e aeróbios podem espantar a depressão e melhorar a vida de pacientes com câncer de sangue. (Págs. 1 e Saúde, 17)
------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas
 
Manchete: Energia do bagaço da cana já ilumina até shopping em BH
A energia gerada pelo bagaço da cana de açúcar ainda é pouco conhecida, mas desponta como opção às hidrelétricas. O Shopping Del Rey, por exemplo, já integra o mercado de energia renovável por meio de sistema interligado operado pela Cemig, com economia de 30% na conta de luz. Em cinco anos, o setor sucroalcooleiro mineiro investirá R$ 2,5 bilhões para triplicar a potência e gerar 2.500 megawatts. As 18 usinas que usam a cogeração do bagaço venderão 340 megawatts excedentes, o que daria para iluminar duas cidades do porte de Uberaba. (Págs. 1 e 10)
Verba pública: R$ 22 milhões para Ongs investigadas
Governo federal continua repassando dinheiro para organizações não governamentais e entidades ligadas ao MST investigadas por CPIs no Congresso Nacional. Parlamentares comprovaram desvio de recursos públicos por meio de convênios. (Págs. 1 e 3)
Evangélicos já cobram fatura de Dilma (Págs. 1 e 4)
 
Procurador da República levanta discussão sobre o papel do promotor de atuar sempre como acusador (Págs. 1 e Direito & Justiça)
 
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio
 
Manchete: Lágrimas de prata (Pág. 1)
 
------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora
 
Manchete: Trânsito parado na Ponte do Guaíba atrai arrastão
Congestionamento causado por reparo no asfalto deixou motoristas expostos a pedradas e tentativas de assalto no acesso a Porto Alegre.

45,8% dos gaúchos se sentem inseguros, aponta pesquisa. (Págs. 1, 4, 5, 29 e Editorial, 12)
Foto legenda: Uma presidente em Porto Alegre
Depois de descansar na Capital (na foto, saindo da casa do ex-marido), Dilma avançará amanhã em Brasília a montagem do governo. (Págs. 1, 8 e Carolina Bahia, 13)
------------------------------------------------------------------------------------
 
Agenda Al-Jibeira
 
Embora Buya seja dissimulada e repetidamente considerado “polêmico” e, por isso cause preocupação às”perguntas e respostas”, por que as celebridades estão se recusando a participar de espaços, onde o lema “é prestar serviços à comunidade sempre dentro dos padrões éticos e morais”? Imaginem se os padrões não fossem éticos nem fossem morais!
 
 
Inimigos em ação
 
Enquanto a Al-Qaeda  encontra-se recolhida para organizar o próximo ataque ao seu alvo preferido, a Al-Jibeira está em plena ação procurando destruir o adversário que a incomoda com a revelação de  suas estratégias e  objetivos: demarcar território e dele se apoderar para seus interesses, contando para isso, com o apoio das “viúvas” que almejam integrar a facção.
 
Papagaio falante
 
Proferir no ar, que “jornalista não existe mais”, apenas por que foi extinta a obrigatoriedade de diploma, é no mínimo demonstrar aos ouvintes que canudo não é sinal de inteligência. Aliás, papagaio também fala!
 
Coisa de antanho
 
Ser interrompido com “vamos parar com essa putaria” e, enfiar a viola no saco, significa que brio é coisa do passado. Haja saco, haja viola!
 
 
Repasse: se nos anos 40 existisse internet, Hitler não teria assassinado milhões de judeus.
 
Buya neles!!!
 
 
- Buya




Buya ©.Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta
página em qualquer meio de comunicação.