- Links
» Página Inicial
» Estadão
» Revista Veja
» Revista Época
» Folha de São Paulo
» Revista Isto É
» Revista Carta Capital
» Prefeitura de Pirassununga
-
BALAIO DO BUYA
Jornal Virtual
-
» Contato
 
 
- Balaio do Buya
Dizimista 327

 

 
Edição nº 327, de 03 de dezembro  de 2010
 
O mundo mágico da Internet
Pirassununga - SP
O site que está bombando na rede
                                                                                                                                                      
O Dizimista – Primeiro jornal virtual de Pirassununga e região
A palavra que você não ouve, a notícia que você não lê, a realidade que você não enxerga.
 
Informativo da gandaia global
 
1 - Ex-prefeito de Dourados sai da prisão após 93 dias
 
Depois de 93 dias de prisão, o ex-prefeito de Dourados (MS) Ari Artuzi (sem partido) foi beneficiado com alvará de soltura, expedido pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul.
 
Artuzi havia sido detido pela Polícia Federal durante a Operação Uragano e foi denunciado, junto com outras 59 pessoas, sob a suspeita de falsidade ideológica, crime contra as relações de trabalho e formação de quadrilha.
 
O pedido de soltura foi acatado pelo relator do processo, o desembargador Manoel Mendes Carli. O recuso foi protocolado ontem, logo depois que Ari Artuzi oficializou a renúncia ao cargo de prefeito.
 
O advogado Carlos Marques, que defende Artuzi, disse que o último argumento que mantinha o decreto de prisão foi derrubado. Segundo ele, uma das alegações para a detenção era que, utilizando-se da influência que o cargo de prefeito exercia, Artuzi poderia influenciar testemunhas e atrapalhar as investigações.
 
"O último risco acabou com a renúncia", afirmou o advogado.
 
A Justiça Eleitoral deverá agendar nova eleição para escolha do prefeito e do vice-prefeito, já que Carlos Roberto Assis Bernardo também renunciou ao cargo.
 
Marques deve ainda pedir a liberdade de outros três detidos na Operação Uragano: Maria Aparecida de Freitas Artuzi, mulher do ex-prefeito, Alziro Aral Moreno, ex-procurador de Dourados, e Tatiana Cristina da Silva Moreno, ex-secretária da Administração. Os termos do recurso devem ser aproveitados pelas defesas de outros 11 presos do processo.
 
A Operação Uragano foi deflagrada no dia 1º de setembro deste ano. Segundo a denúncia do Ministério Público Estadual, Artuzi chefiava esquema de superfaturamento de licitações e pagamento de propina a vereadores e funcionários públicos para desvio de verba --ele nega. Os recursos do Hospital Evangélico, de acordo com o MPE, foram umas das principais fontes de pagamento do mensalão aos vereadores, que, ainda segundo a denúncia, recebiam R$ 50 mil.
 
No total, 60 pessoas foram denunciadas.
 
2 - POLÍCIA FAZ RECONSTITUIÇÃO DO ASSASSINATO DE VEREADOR EM ANALÂNDIA E NOVAS DENÚNCIAS
 
Acesse ao link abaixo:
 
http://unidosporanalandia.blogspot.com/
 
3 - Ronaldo admite tirar dinheiro do bolso para ajudar o Guarani
MARTÍN FERNANDEZ
DE SÃO PAULO
 
O atacante Ronaldo, que vai voltar ao time no domingo contra o Goiás, no Serra Dourada, em Goiânia, admitiu que tiraria dinheiro do próprio bolso para dar aos jogadores do Guarani na última rodada do Campeonato Brasileiro.
Ronaldo treina no CT do Corinthians
Para ser campeão do Brasileiro, o Corinthians (67 pontos) precisa derrotar a equipe goiana e torcer por um tropeço do Fluminense (68 pontos) diante do Guarani, no Engenhão, no Rio.
"Daria sim, por que não? Um incentivo para não sofrer nenhum gol contra o Flu... E sem nenhuma hipocrisia... Não vejo nenhum problema em dar incentivo para ganhar suas partidas. Virão muitas interpretações erradas", afirmou o atacante.
 
Ao ser questionado de quanto poderia colocar na chamada mala branca, Ronaldo respondeu: "não sei, tem que ligar pra minha gerente", disse, rindo bastante.
EM CAMPO
O Fenômeno foi a principal novidade no treino. Ele atuou na equipe titular na vaga de Jorge Henrique, que deve ficar como opção na partida contra o Goiás, no domingo, no estádio Serra Dourada, pela última rodada do Campeonato Brasileiro.
Ronaldo desfalcou o time na vitória sobre o Vasco por 2 a 0, no último domingo. O jogador havia se lesionado no empate contra o Vitória por 1 a 1, em jogo realizado em 21 de novembro.
O técnico Tite também confirmou o retorno do volante Elias, que cumpriu suspensão contra os cariocas. No treino desta quinta-feira, o jogador entrou no lugar de Danilo, titular na última partida.
Assim, o Corinthians deve enfrentar o Goiás com Julio Cesar; Alessandro, William, Chicão e Roberto Carlos; Ralf, Jucilei, Elias e Bruno César; Dentinho e Ronaldo.
 
4 - Avião projetado na UFMG bate quatro recordes mundiais
Um avião construído por alunos e professores da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) quebrou quatro recordes mundiais, ontem e hoje, na categoria C1A0, que engloba modelos com motor a pistão, hélice e peso total de decolagem de até 300 quilos. "Nunca na história da aviação brasileira houve sequer a tentativa de quebrar recordes mundiais com aeronave motorizada", disse, orgulhoso, o professor de Engenharia Aeronáutica da UFMG e coordenador do projeto, Paulo Iscold.

A aeronave CEA 308 bateu ontem o recorde russo de tempo de subida até três mil metros de altitude - baixou de 13 minutos e 40 segundos para 8 minutos e 15 segundos. Também deixou para trás ontem duas marcas que pertenciam a norte-americanos: velocidade em linha reta em 15 quilômetros - atingiu 329 km/h contra 292 km/h - e velocidade de ida e volta em cem quilômetros, chegou a 326 km/h ante 297 km/h. Hoje foi a vez de superar os austríacos na velocidade em linha reta em três quilômetros - 360 km/h contra 351 km/h.

Questionado sobre o que representa a quebra desses recordes para a aviação, Iscold comparou o projeto com carros de corrida. "Você não vai ver um carro de corrida ser vendido numa loja, mas detalhes dele podem ser usados na construção de carros de passeio. Funciona da mesma forma com o avião", explicou. Ele também disse que fica muito satisfeito em poder contribuir com a formação de alunos da UFMG no curso de Engenharia da Aeronáutica. "Vale ainda para mostrar que o Brasil é capaz de desenvolver tecnologia de ponta, sem precisar recorrer a outros países."

As quebras de recorde contaram com a aferição da CAB (Comissão de Aerodesporto Brasileira), órgão vinculado à Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), e da National Aeronautic Association, entidade equivalente à CAB nos Estados Unidos, ambas representando a FAI (Federação Aeronáutica Internacional).
História
O projeto da aeronave mineira foi desenvolvido por Iscold em 1999 como trabalho de conclusão do curso de Engenharia Aeronáutica na UFMG. O primeiro voo ocorreu em 2001. "Naquela época as dificuldades eram muitas, a maior delas financeira", disse. Em 2007 os voos passaram a ser regulares. O piloto que desde 2005 participa dos teste é Gunar Armin, ex-comandante da Varig.

Feito de materiais compostos, como fibra de vidro e espuma rígida, também chamada de espuma de PVC, o avião hoje possui 80 cavalos de potência, pouco mais que a potência de um carro de mil cilindradas, e atinge 360 km/h, velocidade superior a de carros de Fórmula 1. O peso da aeronave sem piloto, paraquedas e combustível é de 206 quilos. "Nessa categoria há limitação do peso em até 300 quilos, o que traz uma limitação de potência, porque é difícil conseguir no mercado motor leve e potente", afirmou Iscold.
5 - Senador Mão Santa vira réu no STJ
Ex-governador foi acusado de contratar funcionários fantasmas
O Supremo Tribunal Federal (STF) aceitou nesta quinta-feira (2) denúncia contra o ex-governador do Piauí, senador Mão Santa (PSC-PI), por crime de peculato, quando um funcionário público usa a função para desviar recursos em benefício dele e de terceiros.
O senador Francisco de Assis de Moraes Souza e ex-secretários de seu governo são acusados de contratar, em 1998, 913 supostos funcionários fantasmas na Secretaria de Administração do Piauí. O G1 entrou em contato com a assessoria do senador e aguarda retorno.
Segundo a denúncia, o objetivo era favorecer Mão Santa, então candidato à reeleição para o governo do Estado. As contratações teriam gerado prejuízo de R$ 758.317 aos cofres do governo estadual.
Por unanimidade, os ministros decidiram que Mão Santa passa a ser réu em ação penal. Ele pode ser condenado a uma pena que varia de 2 a 12 anos de prisão. O senador teve o mandato de governador cassado, em 2001, pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), por abuso de poder político e econômico.
A decisão havia sido adiada por pedido de vista do ministro Gilmar Mendes. No julgamento anterior, o relator do caso, ministro Ayres Britto, votou pela aceitação da denúncia. Segundo Britto, o caso revela “crassa improbidade administrativa”.
 
 
Repasse: se nos anos 40 existisse internet, Hitler não teria assassinado milhões de judeus.
 
Buya neles!!!
 
Distribuição: 438 cópias
 
 
- Buya




Buya ©.Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta
página em qualquer meio de comunicação.