- Links
» Página Inicial
» Estadão
» Revista Veja
» Revista Época
» Folha de São Paulo
» Revista Isto É
» Revista Carta Capital
» Prefeitura de Pirassununga
-
BALAIO DO BUYA
Jornal Virtual
-
» Contato
 
 
- Balaio do Buya
O DIZIMISTA APRESENTA SINOPSES DOS PRINCIPAIS JORNAIS DO PAÍS

O DIZIMISTA APRESENTA SINOPSES DOS PRINCIPAIS JORNAIS DO PAÍS

06 de março de 2010

O Globo
 


 

Manchete: Nenhum candidato poderá participar de inaugurações
 

Atendendo à minirreforma aprovada ano passado pelo Congresso, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu que, este ano, nenhum candidato às eleições de outubro poderá participar de inauguração de obras públicas a partir de 3 de julho. Até então, a proibição valia apenas para candidatos a presidente da República e governador, além de vices. Agora, todos os que disputam cadeiras de deputado estadual, deputado federal e senador também terão de deixar de usar as inaugurações como palanques eleitorais. Outra novidade é que as fichas corridas dos candidatos serão divulgadas pela Justiça Eleitoral na internet. (págs. 1 e 31)

Inflação é a maior desde maio de 2008
 

Os aumentos nas mensalidades escolares, nos alimentos e nas tarifas de ônibus puxaram a inflação de fevereiro, que ficou em 0,78% pelo IPCA, índice da meta do governo. É a maior taxa mensal desde maio de 2008. Em 12 meses, são 4,83%. O mercado prevê alta de juros. (págs. 1 e 33)

Chile demite encarregado de alertas
 

As Forças Armadas demitiram o encarregado de alertas de tsunamis, serviço que falhou após o terremoto de sábado. O presidente eleito, Sebastián Piñera, que assume dia 11, anunciou como prioridade de seu governo a reestruturação deste setor. Ontem, houve novos tremores. (págs. 1 e 37)


------------------------------------------------------------------------------------

Folha de S. Paulo
 


 

Manchete: PF apura desvio de R$ 700 milhões em 303 obras públicas
 

Levantamento do Serviço de Perícias de Engenharia e Meio Ambiente da Polícia Federal identificou desvio de cerca de R$ 700 milhões em 303 obras públicas investigadas em 2009, relata Flávio Ferreira. De cada R$ 100 destinados a essas construções, em média R$ 29 foram superfaturadas.
O relatório da PF apontou Rio de Janeiro (R$ 148 milhões), Goiás (R$ 136 milhões) e São Paulo (R$ 134 milhões) como os líderes do ranking do superfaturamento por valor. Entre as obras analisadas, há desde contratos assinados em 1994 até alguns de 2009, abrangendo três governos.
Os nomes das pessoas físicas e jurídicas envolvidas nas irregularidades não foram divulgados, pois há inquéritos sob sigilo de Justiça. A Folha apurou que a ferrovia Norte-Sul e o aeroporto de Goiânia fazem parte do estudo. Empresas envolvidas nas obras negaram irregularidades. (págs. 1 e A4)

Plano de banda larga deve chegar a só 200 cidades na gestão Lula
 

Objetivo inicial era atingir 3.273 municípios; técnicos atribuem atraso às pendências jurídicas com a rede da Eletronet a à pressão das teles. (págs. 1 e B1)

Cela de Arruda em Brasília tem frigobar e ar refrigerado. (págs. 1 e A8)
 


------------------------------------------------------------------------------------

O Estado de S. Paulo
 


 

Manchete: Privatização de aeroportos fica para o próximo governo
 

O ministro Nelson Jobim (Defesa) descartou ontem a concessão de aeroportos à iniciativa privada ainda em 2010. "Durante este ano eleitoral, não haverá concessões. Isso aí deixa para o governo seguinte decidir", afirmou. A exceção será o aeroporto de São Gonçalo do Amarante, em Natal (RN). O debate sobre as concessões, intensificado diante da proximidade da Copa de 2014, que terá o Brasil como sede, é alvo de queda de braço dentro do próprio governo. Jobim apoia, mas a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, pré-candidata à Presidência, é contra. Já as empresas aéreas temem a criação de um monopólio privado nos aeroportos. Atualmente, a Infraero administra 67 terminais em todo o País. (págs. 1 e B1)

Eletrobrás terá nova marca
 

A Eletrobrás vai lançar no dia 22 sua nova marca. O nome da estatal perderá o acento. A mudança é considerada passo importante no processo de fortalecimento da companhia. (págs. 1 e B5)

Minha Casa entrega só 25% da meta de Lula
 

Uma das principais bandeiras do presidente Lula, o programa Minha Casa, Minha Vida vai ficar longe da meta de construção de 1 milhão de unidades até o fim de seu mandato. A constatação é do ministro Márcio Fortes (Cidades). Sua estimativa é que o total entregue até novembro seja de 250 mil casas. Fortes afirmou que a meta nunca teve prazo e atribuiu o atraso a dificuldades técnicas. (págs. 1 e A6)

------------------------------------------------------------------------------------

Jornal do Brasil
 


 

No Iraque, quem decreta o recolher é a Al Qaeda
 

Os políticos do Iraque pediram ontem à população que compareça às urnas para as eleições de amanhã. Mas a rede terrorista Al Qaeda decretou em mensagem postada pela internet, um toque de recolher nacional na tentativa de impedir a realização das eleições. (págs. 1 e Internacional A21)

Portabilidade: sem melhora nos serviços
 

Após um ano de implementação, a portabilidade - troca de operadora de telefonia fixa ou móvel com o número original - acirrou a competitividade entre as empresas, reduziu tarifas, mas não melhorou os serviços e o atendimento. (págs. 1, Tema do dia A2 e A3)

Inforne JB
 

Pena de Arruda pode somar 44 anos. (págs. 1 e A4)

------------------------------------------------------------------------------------

Correio Braziliense
 


 

Manchete: Arruda se rebela contra impeachment
 

Em estratégia para protelar a cassação, governador do DF se nega a assinar a notificação da abertura de processo no legislativo. O documento foi levado pelo distrital Batista das Cooperativas (PRP), seguido pelo Procurador-Geral da Câmara, Fernando Nazaré. Em carta endereçada aos deputados, Arruda exige cópia integral do inquérito da operação caixa de pandora.Fotos revelam que prisão do governador, chamada de masmorra pela defesa, tem beliche, ar-condicionado, mesa, armário, sofá e basculante. (págs. 1 e 33)

Saúde teme pelo contágio de crianças
 

Em menos de uma semana, mais 400 casos da doença foram registrados, o que eleva para 1.366 o número de vítimas do mosquito Aedes aegypti no DF neste ano - duas pessoas já morreram. Os médicos alertam para a contaminação de crianças, que têm menor resistência ao mal.(págs. 1 e 43)

Marcha pelos desaparecidos
 

Mães de Luziânia fazem manifestação no centro da cidade goiana. A polícia investiga o sumiço de um sétimo jovem. Rondinelle Lima, 24 anos, saiu para prestar serviços de capinagem em 26 de fevereiro e não voltou mais. (págs. 1 e 37)

------------------------------------------------------------------------------------

- Buya




Buya ©.Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta
página em qualquer meio de comunicação.