- Links
» Página Inicial
» Estadão
» Revista Veja
» Revista Época
» Folha de São Paulo
» Revista Isto É
» Revista Carta Capital
» Prefeitura de Pirassununga
-
BALAIO DO BUYA
Jornal Virtual
-
» Contato
 
 
- Balaio do Buya
SINOPSE DOS PRINCIPAIS JORNAIS DO PAÍS - 25.03.2010

25 de março de 2010

O Globo
 


 

Manchete: Lula dribla lei para repassar verba a municípios devedores
 

´Apostamos na ideia de que todo mundo é honesto até prova em contrário´

O governo Lula vai tentar abrir uma brecha, em pleno ano eleitoral, para que municípios de até 50 mil habitantes continuem a receber verbas do programa Territórios da Cidadania, mesmo se estiverem inadimplentes. Ontem, Lula anunciou que encaminhará ao Congresso projeto de lei que permite esses repasses, hoje vetados pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). O governo não pretende alterar a LRF, mas usar um "jeitinho" já adotado para obras do PAC: fazer os repasses como transferências obrigatórias, e não voluntárias - estas, vetadas pela LRF para devedores. Em solenidade sobre o programa, Lula afirmou: "Resolvemos apostar na ideia de que todo mundo é honesto até prova em contrário. É um voto de confiança que a gente está dando, para fazer fluir o dinheiro que está disponibilizado." (págs. 1 e 3)

E logo, o Bolsa Copa

O projeto já encaminhado pelo governo federal ao Congresso Nacional, criado o Bolsa Copa, com pagamento de pensão de, no mínimo, R$ 3 mil por mês aos campeões mundiais de futebol, prevê ainda um prêmio de R$ 150 mil. (págs. 1 e 33)

Rio rejeita nova proposta para pré-sal
 

Prefeitos se rebelam contra alternativa à emenda Ibsen Pinheiro. Senadores devem mudar texto

Municípios do Rio decidiram romper e se desfiliar da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), depois que a entidade apresentou proposta para redividir os recursos das participações especiais do petróleo. A medida tiraria R$ 3,6 bilhões do Estado do Rio e prejudicaria diversas prefeituras. O senador Francisco Dornelles reagiu e disse que "o espírito da CNM é oportunista e eleitoreiro". O senador Magno Malta (PR-ES) chamou a emenda de "tão ridícula quanto a do Ibsen". Se for adiante, disse, vai propor a partilha de "todos os lucros do país, inclusive as uvas do Rio Grande do Sul e os minérios de Minas Gerais". Pesquisa do site "Congresso em Foco" mostra que maioria dos senadores quer mudar a emenda Ibsen. (págs. 1, 21 e 22 e editorial "Batida de carteira")

Foto legenda: Cerca de 300 estudantes jogam-se no espelho-d´água em frente ao Congresso Nacional para protestar e pedir mais recursos do Fundo Social do pré-sal para a educação

Perita complica o casal Nardoni
 

O depoimento da perita Rosângela Monteiro reforçou, com detalhes técnicos, as acusações contra Alexandre Nardoni e Anna Jatobá. Ela foi categórica ao afirmar que as marcas da rede de segurança na camiseta de Nardoni são compatíveis com as de quem jogou pela janela a menina Isabella. O advogado dos Nardoni foi agredido diante do fórum. O casal será ouvido hoje. (págs. 1, 10 e 11)

Igreja: pedofilia derruba bispo na Irlanda
 

O Papa Bento XVI aceitou a renúncia do bispo John Magee, acusado de encobrir casos de pedofilia em sua diocese. Ex-secretário pessoal de três papas, Magee é a mais alta autoridade do clero a cair após a recente onda de escândalos envolvendo padres. (págs. 1 e 29)

Novas medidas podem puxar valor do dólar
 

O Banco Central anunciou medidas para simplificar as operações de câmbio e facilitar a saída de recursos do país. O presidente do BC, Henrique Meirelles, prevê pressão sobre o dólar. (págs. 1, 26, Míriam Leitão e Flávia Oliveira)

Engenhão já tem vários problemas de estrutura
 

Inaugurado há apenas três anos, o Engenhão já apresenta cerca de 30 problemas de infraestrutura e manutenção, segundo ofício encaminhado pelo Botafogo à prefeitura há 11 meses e arquivado no Tribunal de Contas do Município. Mas só agora o prefeito Eduardo Paes decidiu convocar uma reunião para amanhã, com o clube e as construtoras. (págs. 1 e 36)

É grave a crise
 

Califórnia solta presos

O rombo no orçamento da Califórnia forçou o estado a iniciar mudanças para reduzir a superlotação carcerária e a taxa de 70% de reincidência de crimes, a maior dos EUA. O objetivo é remover até o ano que vem 6.500 criminosos de baixa periculosidade das prisões, libertando-os antes do prazo. (págs. 1 e 28)

Chávez estica Semana Santa

Para economizar energia elétrica, o presidente da Venezuela ampliou o feriadão da Semana Santa, que começará na segunda-feira e só terminará no dia 5 de abril, após a Páscoa. A medida foi considerada ineficaz e populista pelo presidente da Fedecámaras. (págs. 1, 30 e editorial "Regime em apuros")

------------------------------------------------------------------------------------

Folha de S. Paulo
 


 

Manchete: Suíça bloqueia conta de filho de Sarney
 

Segundo autoridades, recursos no exterior chegam a US$13 mi; empresário diz não falar sobre o que não conhece

O governo da Suíça encontrou e bloqueou conta de US$ 13 milhões controlada por Fernando Sarney, filho mais velho de José Sarney (PMDB-AP), presidente do Senado, relatam Leonardo Souza e Andreza Matais.

Os depósitos foram rastreados a pedido da Justiça brasileira. Segundo a Folha apurou, o dinheiro não está declarado á Receita. O bloqueio ocorreu quando Fernando tentava enviar recursos da Suíça para Liechtenstein, paraíso fiscal.

A medida é administrativa; se comprovado que o dinheiro tem origem ilícita, o bloqueio passará a ter caráter criminal, e os recursos poderão ser repatriados.

Fernando Sarney disse que soube do assunto pela Folha e afirmou que não falaria do que não conhece. Procurada, sua defesa não ligou de volta. Segundo o senador Sarney, "Fernando é maior de idade e tem advogado constituído". (págs. 1 e A4)

Foto legenda: Protesto e prisão
 

Manifestante é contido em ato contra Serra, reunindo em Franco da Rocha (Grande SP) professores em greve da rede estadual, em que 4 foram presos; é a terceira manifestação contra o governador organizada por sindicato da categoria, ligado ao PT (págs. 1 e A6)

Defesa quer acareação com a mãe de Isabella
 

A defesa de Anna Carolina Jatobá e Alexandre Nardoni quer uma acareação entre o casal e Ana Carolina de Oliveira, mãe de Isabella, morta aos cinco anos após ser agredida e jogada pela janela. Os réus devem depor hoje.

Perita disse que a conclusão de que foi Alexandre quem jogou a garota pela janela foi baseada em provas.

O advogado do casal, Roberto Podval, foi xingado e levou um soco de raspão perto do fórum. (págs. 1, C1, C3 e C4)

´Nervoso, quebrei a maquete´

Desde segunda-feira, eu e outras testemunhas ficamos alojados em um lugar sem janelas, sem ventilação.

No plenário, todo o "cárcere" pesou. Nervoso a ponto de não ver os acusados nem os jurados, ainda quebrei um pedaço da maquete quando mostrava o telhado da churrasqueira. (págs. 1 e C3)

Cientistas dizem ter achado na Ásia novo tipo de hominídeo
 

Cientistas da Alemanha encontraram na Ásia o osso do polegar de um indivíduo com 40 mil anos de idade que não é Homo sapiens nem neandertal, segundo a análise inicial de seu DNA.

Se as estimativas estiverem corretas, a criatura indica migração independente de hominídeos (grupo a que pertence o homem) e uma diversidade oculta de humanos extintos. (págs. 1 e A17)

Para presidente, imprensa cobre com ´má-fé´ a ação do governo
 

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a atacar a imprensa, afirmando que parte dela cobre as ações do governo com "má-fé" e tem "predileção" pela desgraça.

"Acabei de inaugurar 2.000 casas e não sai uma nota no jornal. Caiu Um barraco, é primeira página", disse Lula. O presidente se referia a obras do PAC, cujo balanço o governo maquiou para encobrir atrasos. (págs. 1 e A9)

Lula ignora abuso, diz namorado de mártir iraniana
 

Em visita a Israel, o escritor Caspian Makan, noivo de Neda Agha-Soltan, morta durante protesto em Teerã, disse que os líderes do Brasil ignoram abusos contra os direitos humanos no Irã, informa Marcelo Ninio. Makan havia sido perguntado sobre a viagem de Lula ao país em maio. (págs. 1 e A14)

Farmácia deverá reter receitas de antibiótico
 

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária quer que a compra de antibióticos só seja feita mediante a retenção da receita pela farmácia.

A proposta será submetida a consulta pública em até um mês, e a previsão é que entre em vigor em setembro. Pela regra atual, o paciente pode apresentar a receita e ficar com ela. (págs. 1 e C8)

Ação da Telebrás perde 44% do valor em um mês
 

O valor das ações da Telebrás caiu 44% em um mês, depois de a Folha revelar que o ex-ministro José Dirceu recebeu R$ 620 mil de interessado na reativação da estatal e de o governo encolher o alcance de seu plano de banda larga. Antes, a valorização dos papéis da Telebrás, sob investigação, fora de 35.000%. (págs. 1 e B1)

Editoriais
 

Leia "Devaneio autocrático", sobre Lula e a imprensa; e "Vigilância atrasada", acerca da fiscalização de agrotóxicos. (págs. 1 e A2)

------------------------------------------------------------------------------------

O Estado de S. Paulo
 


 

Manchete: Mantega cobra de BB e Caixa explicação sobre alta de juros
 

Instituições reagem contestando metodologia adotada em ranking do BC divulgado pelo ´Estado´

O ministro Guido Mantega (Fazenda) cobrou explicações do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal sobre o aumento de suas taxas de juros, apontado pelo Estado no domingo passado. A reportagem, com base em ranking do Banco Central, mostrou que os bancos públicos lideram a alta dos juros em comparação com os privados. Após o encontro com Mantega, os presidentes do BB, Aldemir Bendine, e da Caixa, Maria Fernanda Coelho, convocaram uma entrevista coletiva na qual negaram que as instituições tenham elevado as taxas de juros mínimas e máximas para seus clientes. Eles criticaram a metodologia usada pelo BC para fazer o ranking, que, disseram, produziu um dado “enviesado”, com uma “interpretação errônea da realidade”. Os dois executivos argumentam que a elevação da taxa média se deve ao fato de BB e Caixa terem aumentado sua carteira de crédito com clientes novos que têm avaliação de risco maior. Segundo Bendine, é “natural” que, nesses casos, acabe ocorrendo uma elevação de juros na média. Ele afirmou que não há mudança na estratégia do governo de manter baixas as taxas dos bancos públicos. (págs. 1 e Economia B10)

Investimento recorde

Os investidores estrangeiros já detém 8,75% (ou R$ 118 bilhões) do estoque de títulos da dívida interna, índice recorde. O interesse se deve às taxas de juros brasileiras, ainda elevadas em relação aos outros paises. (págs. 1 e Economia B9)

Manifestantes são presos ao hostilizar Serra
 

A Polícia Militar prendeu ontem quatro manifestantes durante evento do qual participava o governador de São Paulo, José Serra, pré-candidato do PSDB à Presidência. Os detidos eram de um grupo de cerca de 30 pessoas ligadas à Apeoesp (sindicato dos professores do Estado) que gritavam palavras de ordem contra a comitiva do governador. A PM usou gás pimenta e cassetetes. Serra não quis comentar. (págs. 1 e Nacional A4)

Lula volta a acusar imprensa de má-fé

O presidente Lula disse ontem que os jornalistas têm uma "predileção pela desgraça", ao ignorar as boas ações do governo. Segundo ele, os jornais publicam "muita mentira". (págs. 1 e Nacional A9)

Foto legenda: Tensão. Manifestantes ligados ao sindicato dos professores de SP são reprimidos por PMs durante evento do qual participava o governador Serra

Grécia e Portugal fazem euro desabar
 

Na véspera da reunião de cúpula dos 27 chefes de Estado e de governo da União Europeia, o euro fechou ontem em US$ 1,3345, cotação mais baixa em relação ao dólar desde maio de 2009, informa o correspondente Andrei Netto. Dois fatores explicam a queda: pessimismo do mercado com acordo entre Alemanha e França para ajudar a Grécia e rebaixamento da nota da dívida de Portugal pela agência Fitch. (págs. 1 e Economia B1 e B3)

´Diário Oficial´ publica multas de trânsito
 

Em edição com 544 páginas, o Diário Oficial da União circulou com a lista de 150 mil infrações cometidas em rodovias federais desde 2005. Trata-se de "notificação" aos infratores, já que as multas haviam sido devolvidas pelos Correios. (págs. 1 e Cidades C5)

Perita afirma que o pai jogou Isabella
 

A defesa dos acusados de matar a menina Isabella não conseguiu desmontar a conclusão técnica segundo a qual Alexandre Nardoni estava na cena do crime. A perita não teve dúvida ao afirmar que o pai jogou a menina pela janela. (págs. 1 e Cidades C1 e C3)

China e Rússia cobram Irã, que rejeita pressão (págs. 1 e Internacional A14)
 


Para presidente da OEA, há cúpulas demais na AL (págs. 1 e Internacional A18)
 


No fundo do mar, o lixo do carnaval de Salvador (págs. 1 e Planeta A20)
 


Notas & Informações: A negociação Mercosul-EU
 

Dos dois lados será preciso vencer resistências importantes. (págs. 1 e A3)

------------------------------------------------------------------------------------

Jornal do Brasil
 


 

Manchete: União pelo Rio: Rio rejeita “emenda do ridículo”
 

A manobra da Confederação Nacional dos Municípios - apresentar proposta alternativa pela qual as perdas do Rio com o corte dos royalties cairiam de R$ 7 bilhões para R$ 3,6 bilhões - foi torpedeada pela bancada fluminense no Congresso. Para o senador Francisco Dornelles (DEM-RJ), trata-se da "emenda do ridículo". Em represália ao projeto, lançado sem ter passado pela votação dos integrantes da confederação, os prefeitos do Rio decidiram por um boicote, desligando-se da confederação. Uma reunião no gabinete do ministro Edison Lobão selou a estratégia do governo: discussão sobre os royalties, só depois das eleições. (págs. 1 e País A8 e A9 e Informe JB A4)

Foto legenda: MP corta as asas do voo duplo
 

Pista vazia - Os voos duplos em asa-delta foram interrompidos por solicitação do Ministério Público Federal à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Segundo o MP, a prática não pode ter fins comerciais, como ocorre na rampa de São Conrado. (págs. 1 e Cidade A15)

Tom Jobim para 20 milhões de usuários
 

Obras de revitalização do Aeroporto Internacional Tom Jobim, nos próximos dois anos, vão criar uma estrutura capaz de receber 20 milhões de passageiros/ano - 9 milhões a mais que atualmente. O planejamento, anunciado ontem pela Infraero, tem como foco principal o turismo na Copa de 2014 e na Olimpíada de 2016. (págs. 1 e Tema do dia A2 a A3)

Advogado do casal Nardoni é agredido
 

O clima de comoção popular que cerca o julgamento de Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá ficou explícito ontem. O advogado Roberto Podval, que defende o casal, foi hostilizado por pessoas que acompanhavam a sessão do lado externo do fórum. A tarde, quando saía de um restaurante para voltar ao plenário, Podval recebeu um chute de um manifestante. (págs. 1 e País A6)

Arma contra a tuberculose
 

O Rio é o estado com a maior incidência de tuberculose no país: 68,64 casos para cada 100 mil habitantes. Para combater o problema, o Brasil vai testar um novo remédio contra os casos resistentes aos tratamentos tradicionais. A droga diarilquinolina já está sendo estudada pela Fiocruz. (págs. 1 e Vida, Saúde & Ciência A24)

Petrobras em busca de dólares
 

A Petrobras planeja fazer uma operação de aumento de capital capaz de atrair de US$ 15 bilhões a US$ 25 bilhões até o fim do ano. Segundo o presidente da companhia, José Sérgio Gabrielli, a captação será feita mesmo que o projeto de lei da capitalização não seja aprovado durante votação no Congresso. (págs., 1 e Economia A17)

Sociedade Aberta
 

Dom Antonio Augusto Duarte
Bispo auxiliar da Arquidiocese do Rio de Janeiro

Reflexões a favor da feminilidade. (págs. 1 e A11)

Sociedade Aberta
 

Fabiano Santos
Cientista político e professor

Pré-sal: a hora é de negociar. (págs. 1 e A11)

------------------------------------------------------------------------------------

Correio Braziliense
 


 

Manchete: A ajuda milionária de Eurides ao genro
 

A distrital do escândalo da Pandora destinou R$ 10,5 milhões por meio de emendas parlamentares à associação que mantém a orquestra do Teatro Nacional e paga o salário do maestro Ira Levin, genro da deputada. A entidade mantém convênio sem licitação com a sinfônica, apesar de parecer contrário da Procuradoria-Geral do DF. (págs. 1 e 34)

Guerra de suspeitas atinge o Ministério Público (págs. 1 e 33)

Depoimento urgente
STJ determina à Polícia Federal agilidade para ouvir o ex-governador Arruda (págs. 1 e 35)

Abraço pela autonomia
Entidades civis vão hoje ao prédio do STF para lutar contra a intervenção federal (págs. 1 e 36)

Foto legenda: Desespero sem fim
 

Mãe de um dos jovens desaparecidos em Luziânia, Sônia Lima chorou ontem na Comissão de Direitos Humanos do Senado: há três meses, ela convive com a falta de informações e a demora nas investigações. Há o temor de que a greve dos delegados de Goiás atrase ainda mais a procura pelos meninos. (pág. 1)

Metrô terá circulação suspensa hoje
 

Em greve, metroviários ignoraram a determinação da Justiça de manter até 80% do sistema em funcionamento e decidiram suspender a operação. Sindicato da categoria poderá pagar multa de R$ 100 mil por dia. (págs. 1 e 43)

Consumo: Fim do IPI deve aquecer as vendas
 

Redução do imposto para carros e móveis termina no próximo dia 31. Revendas de veículos esperam o melhor março da história e a indústria moveleira também comemora bons resultados. (págs. 1 e 16)

Marca na camiseta incriminou Nardoni (págs. 1 e 12)
 


Políticos lesam o Bolsa Família em Alto Paraíso
 

Mesmo com salários de R$ 2 mil, dois vereadores do município goiano estão inscritos no programa do governo federal. João Ribeiro (PSDB) e João Vitor (PMDB) recebem R$ 134 por mês irregularmente. (págs. 1, 2 e 3)

Câmbio fácil: BC anuncia medidas para desburocratizar a compra de dólares (págs. 1 e 18)
 


------------------------------------------------------------------------------------

Valor Econômico
 


 

Manchete: BC avança na liberalização do câmbio
 

Entre as mais importantes medidas de liberalização do câmbio aprovadas ontem pelo Banco Central (BC) e pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) está a autorização para que o Tesouro Nacional compre, no mercado doméstico, dólares equivalentes a suas dívidas vincendas em até 750 dias (o prazo era de 360 dias). Empresas brasileiras não financeiras que emitirem Depositary Receipts (DR) também poderão deixar no exterior os recursos captados pelo tempo que desejarem. Pela regra anterior, essas companhias tinham de fechar o contrato de câmbio no prazo de cinco dias.

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, anunciou uma série de iniciativas para simplificar e desburocratizar as normas que regem o capital estrangeiro no país. A Resolução nº 3.844 consolidará num único texto todas as normas relativas ao registro dos fluxos de investimentos diretos, créditos externos, royalties, entre outros, hoje dispersos em 60 normas que serão integralmente revogadas. Também serão excluídos da regulamentação 320 textos, entre resoluções, circulares e cartas circulares que ainda estavam em vigor, embora em desuso. Elimina-se, assim, a exigência de autorização prévia do BC para a realização de transferências financeiras para o exterior, mecanismo conhecido como "gavetão", que permitia à autoridade monetária administrar as saídas de capitais. (págs. 1 e A3)

Foto legenda: Ser ou não ser
 

Indefinido sobre sua possível candidatura a vice-presidente, Guilherme Leal, da Natura, tem uma certeza: o país deve "crescer qualificadamente e não a qualquer custo". (págs. 1 e A16)

Fundos da Petrobras patinam
 

O projeto da Petrobras de financiar seus fornecedores por meio da criação de fundos de recebíveis está patinando. Iniciado em meados do ano passado, o programa pretendia levantar até R$ 4 bilhões com investidores, que seriam usados para antecipar recursos aos fabricantes de insumos e prestadores de serviços à estatal.

O primeiro fundo lançado, o BR2, enfrenta dificuldade para comprar os recebíveis dos fornecedores. Dos R$ 100 milhões que captou, só conseguiu aplicar R$ 8 milhões. Por isso, no dia 6 de abril, os cotistas vão decidir em assembleia se dão - pela segunda vez - mais tempo para a gestora BI Invest fazer a aplicação ou se liquidam o fundo. A Petrobras não se manifestou sobre o problema. (págs. 1 e C1)

União latina de bolsas traz vantagens
 

As parcerias da BM&FBovespa com as bolsas latino-americanas abrem aos investidores brasileiros a chance de diversificação e redução de riscos, apesar de os mercados da região seguirem, na maior parte das vezes, as mesmas tendências. No início do ano, a bolsa brasileira fez parceria com a chilena para desenvolver uma rede de conectividade. Agora, deve anunciar acordo semelhante com a da Colômbia e tenta o mesmo com as do Peru e México.

Estudo do professor Alexandre Espírito Santo, diretor do curso de Relações Internacionais da ESPM-RJ, analisou por uma década a correlação entre o Ibovespa, o IPC, da bolsa mexicana, o IPSA, da chilena, e o Merval, da argentina. Os números mostram que a maior correlação do Ibovespa ocorre com o Chile - em 92% das vezes os dois mercados caminham na mesma direção. (págs. 1, D1 e D2)

Para voltar à cozinha, Samsung diminui seus preços no Brasil
 

O sucesso das vendas de linha branca em 2009, puxado pela redução do IPI, chamou a atenção para uma lacuna no portfólio da Samsung. Ao contrário da rival LG, a empresa não atuava nesse mercado desde 2008, quando deixou de importar uma linha premium de refrigeradores, de até R$ 15 mil. Agora, a Samsung volta a vender linha branca, mas a preços mais "módicos", na faixa de R$ 4 mil.

A empresa também vai produzir no Brasil aparelhos de ar-condicionado e um conjunto integrado por televisão, blu-ray, home theater e óculos que funcionam com a tecnologia 3D. (págs. 1 e B6)

Especulação joga açúcar em ´montanha-russa´
 

Após atingir o maior preço em três décadas na bolsa de Nova York, no fim de janeiro, as cotações do açúcar iniciaram queda vertiginosa, que já acumula 40% em menos de dois meses. O comportamento reaqueceu as discussões sobre os riscos inerentes ao forte aumento da especulação nos mercados de commodities agrícolas. Se na alta ajudou o lucro dos exportadores e afetou os países pobres, o movimento, agora de baixa, é um alento para a agroinflação, mas uma ameaça aos negócios. (págs. 1 e B16)

Luiz Marinho, prefeito de São Bernardo, entra no lobby por caça sueco para atrair fábrica (págs. 1 e A4)
 


Argentina retém carne
 

Pecuaristas argentinos chegaram a acordo com o governo para por fim às restrições alfandegárias às exportações. Aceitaram uma cota de 350 mil toneladas, 40% menos que as vendas do ano passado. (págs. 1 e A10)

Diebold estuda aquisições
 

A Diebold, empresa americana que produz autocaixas e urnas eletrônicas no Brasil, tem US$ 506 milhões para investimentos no país e analisa novas aquisições. (págs. 1 e B2)

Negócios em expansão
 

Crescimento da economia e aumento do nível de emprego deverão elevar a concessão de crédito neste ano em mais de 20% sobre o estoque de 2009, diz Rubens Sardenberg, economista-chefe da Febraban. (pág. 1)

Aposta na inovação
 

A Fundação Biominas vai criar um fundo de capital de risco para investimento em projetos de inovação na área farmacêutica. A meta é alcançar até R$ 250 milhões. (págs. 1 e B10)

Chineses compram a Itaminas
 

O empresário Bernardo de Mello Paz vendeu sua mineradora de ferro Itaminas à chinesa Birô de Exploração e Desenvolvimento Mineral do Leste da China (ECE) por US$ 1,2 bilhão. (págs. 1 e B11)

Expectativa de retomada
 

Depois de 12 anos de crescimento ininterrupto, a movimentação de contêineres no Brasil diminuiu 14,3% no ano passado, em relação às 4,5 milhões de unidades de 2008. A previsão para este ano é chegar ao recorde de 4,7 milhões. (págs. 1 e B11)

Mais café
 

Os brasileiros nunca beberam tanto café quanto em 2009. Pesquisa da associação das torrefadoras mostra que 97% da população consome o produto. A demanda da indústria cresceu 4% no ano passado. (págs. 1 e B15)

Crise europeia
 

Rebaixamento da classificação de crédito de Portugal e incertezas sobre o pacote de ajuda à Grécia derrubam o euro à menor cotação em relação ao dólar em dez meses. (págs. 1 e C2)

Ideias
 

Maria Inês Nassif: regras partidárias propiciam a má política. (págs. 1 e A6)

Ideias
 

José Roberto Campos: a inflação ressurge nos países asiáticos. (págs. 1 e A2)

------------------------------------------------------------------------------------

Jornal do Commercio
 


 

Manchete: Professor derrotado
 

Deputados aprovaram por 30x8, em primeira votação, proposta de reajuste para a rede estadual abaixo dos valores pedidos pela categoria. Sindicato promete pressionar, mas a greve está fora de pauta, por causa da legislação eleitoral. (pág. 1)

TRF absolve Humberto por unanimidade (pág. 1)
 



Julgamento do Caso Isabella terá acareação (pág. 1)
 


Faltam candidatos para concurso de recenseadores (pág. 1)
 


Estado é terceiro em casos de tuberculose
 

Com mais de quatro mil novos registros da doença, em média, por ano, Pernambuco perde em incidência apenas para o Rio e o Amazonas. (pág. 1)

Ministério Público avalia projeto sobre salário do governador (pág. 1)
 


Reconstituição do assassinato da alemã complica Delma (pág. 1)
 


------------------------------------------------------------------------------------

- Buya




Buya ©.Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta
página em qualquer meio de comunicação.