- Links
» Página Inicial
» Estadão
» Revista Veja
» Revista Época
» Folha de São Paulo
» Revista Isto É
» Revista Carta Capital
» Prefeitura de Pirassununga
-
BALAIO DO BUYA
Jornal Virtual
-
» Contato
 
 
- Balaio do Buya
SINOPSE DOS PRINCIPAIS JORNAIS DO PAÍS - 08.04.2010

08 de abril de 2010

O Globo
 


Manchete: Tragédia se agrava com mais 50 casas soterradas em Niterói
 

Mortos no estado já são 148; Rio recebe um das menores verbas contra enchentes

A tragédia no Estado do Rio - que até ontem à noite registrava 148 mortes - foi agravada com novo desabamento de pelo menos 50 casas em Niterói. Três corpos foram resgatados, elevando para 82 o número de vítimas naquele município. No Morro dos Prazeres, em Santa Teresa, os bombeiros lamentaram não ter conseguido salvar um menino de 8 anos, que sobreviveu por uma noite, soterrado. Auditoria feita pelo Tribunal de Contas da União (TCU) constatou que o Rio, apesar dos temporais, ficou com apenas 0,9% das verbas do governo federal. A análise dos repasses confirmou que a Bahia foi, sem histórico ou análise de risco justificáveis, o estado mais favorecido pelo Programa de prevenção e Preparação para Desastres (64,6% do total das verbas) na gestão do ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB), que vai concorrer justamente ao governo baiano. Mesmo que as chuvas deem trégua nos próximos dias, continuarão interditadas vias importantes como a Avenida Borges de Medeiros, a Estrada da Grota Funda, a Grajaú-Jacarepaguá, a Linha Amarela, a Avenida Niemeyer e o Alto da Boa Vista. Moradores de condomínios e comunidades de Vargem Grande e Vargem Pequena, na Zona Oeste, ainda ontem estavam ilhados por causa do temporal de segunda-feira e da chuva que continuava caindo na região. (págs. 1, 12 a 27 e Carlos Alberto Sardenberg)

Após a tempestade, as ondas gigantes

Especialistas preveem uma ressaca que pode ser a maior da história do Rio com ondas de até cinco metros de altura, a partir de amanhã. Com um agravante: a ondulação é de sudeste e não encontrará obstáculos para entrar na Baía de Guanabara. (págs. 1 e 26)

Paes agora tem plano para remoção em áreas de risco

Após ter sido surpreendido pela tragédia da chuva que era prevista, o prefeito Eduardo Paes apresentou ontem plano para a remoção de moradores do Morro dos Prazeres e de parte da Rocinha, contenção de encostas e drenagem de rios e canais, entre outras obras, no total de R$ 370 milhões. Ele disse que o plano de emergência foi acionado, mas falhou porque a meteorologia não previu chuvas tão intensas. (págs. 1 e 14)

´Ilha de Guaratiba´, enfim, vira ilha

Morador da Ilha de Guaratiba, o repórter Ruben Berta ficou realmente ilhado num bairro que de ilha só tinha o nome, herança de um morador chamado William. "É um cenário de devastação: postes e árvores caídos, muita lama, e todos ilhados", relata Ruben. (págs. 1 e 22)

Pressão do Fla libera Maracanã para jogo

Após anunciar que não haveria jogo no Maracanã, que foi tomado por lama após o temporal, o governo do estado cedeu à pressão do Flamengo e liberou o estádio para a partida do rubro-negro hoje, às 16h, contra o Universidad de Chile, pela Copa Libertadores. (págs. 1, 39 e 40)

Foto legenda: No ombro de Valmir, pai de Marcos Vinicius, de 8 anos, o sargento bombeiro Dos Anjos chora por não ter conseguido resgatar o menino, estendido no chão, ao fundo

Empreiteiras desistem de Belo Monte
 

Odebrecht e Camargo e Corrêa estão fora do leilão da hidrelétrica de Belo Monte, previsto para o dia 20, por discordarem da tarifa do edital. O leilão pode ter só um grande interessado: o consórcio da Andrade Gutierrez. O Ministério Público pedirá a anulação da licença dada pelo Ibama. (págs. 1 e 29)

Garzón vai para o banco dos réus
 

O Supremo Tribunal da Espanha determinou que Baltazar Garzón, juiz que ficou famoso ao mandar prender o ex-ditador Augusto Pinochet, seja julgado por abuso de poder por abrir uma investigação sobre crimes do franquismo. Se condenado, pode ser suspenso por 20 anos. (págs. 1 e 35)

Aloprado do PT e tesoureiro do PMDB presos
 

O ex-petista Valdebran Padilha, um dos aloprados envolvidos no escândalo do dossiê contra tucanos, foi preso novamente ontem pela PF, agora numa operação que apura fraudes em licitações em Mato Grosso. Outro detido é o tesoureiro do PMDB no estado, Carlos Miranda. (págs. 1 e 3)

Miriam Leitão
 

O problema com Lula não é o que ele diz, mas combinar com o que disse ou fez no dia anterior. (págs. 1 e 30)

------------------------------------------------------------------------------------

Folha de S. Paulo
 


 

Manchete: Morro desaba e amplia tragédia no Rio
 

Cerca de 30 casas foram atingidas em Niterói; prefeitura carioca reteve verba para favelas onde houve mortes

Novo deslizamento em Niterói (RJ), ontem à noite, atingiu cerca de 30 casas no morro do Bumba. O resgate mobilizou três equipes dos Bombeiros. Até a conclusão desta edição, foram contabilizados dois mortos, elevando o total de mortes provocadas pelas chuvas para 81 na cidade e 147 no Estado.

Para especialistas, falhas em coleta de lixo, no planejamento e na manutenção de obras agravaram a tragédia. Na capital, todas as favelas em que houve mortes foram urbanizadas pelo programa Favela-Bairro, considerado modelo pela ONU. A Prefeitura do Rio, porém, reteve parte das verbas.

No morro dos Prazeres, onde 22 morreram, houve retenção de R$ 2,6 bilhões de complemento à urbanização, até hoje não concluída. A coleta de lixo não tem controle da prefeitura, e a manutenção das redes de drenagem é feita raramente.

A Secretaria Municipal de Habitação não comentou. O ex-prefeito Cesar Maia (DEM) afirmou que 15% do Favela-Bairro foi investido em contenção de encostas.

Em reunião com o ministro da Integração Nacional, João Santana, o governador Sérgio Cabral e o prefeito Eduardo Paes (ambos do PMDB) estimaram os danos em R$ 370 milhões. (págs. 1 e Cotidiano)

Carlos Heitor Cony
Temporal expõe a dicotomia humana

Há justos que salvam vidas e dão exemplos de solidariedade. Há vândalos que aproveitam a tragédia.

Enquanto alguns arriscaram a vida para salvar feridos, os congestionamentos facilitaram assaltos. (págs. 1 e A2)

Janio de Freitas
Momento é local; problema é nacional

As águas desabaram sobre o Rio com uma sede de catástrofe acumulada desde as suas maldades de 1966.

É oportunidade de atentar para problemas urbanos do país: momento local de uma tragédia nacional. (págs. 1 e A6)

Foto legenda: Moradores e agentes da Defesa Civil procuram vítimas após deslizamento que atingiu casas e carros no morro do Bumba (Niterói)

Consórcio desiste de usina; governo busca concorrente
 

O consórcio das empreiteiras Camargo Corrêa e Odebrecht desistiu do leilão da usina de Belo Monte, no rio Xingu, relatam Marcio Aith e Agnaldo Brito.

O leilão para a construção da hidrelétrica, considerada vitrine da pré-candidata do PT à Presidência, a ex-ministra Dilma Rousseff, está marcado para o dia 20.

O governo tenta convencer outro grupo a entrar na licitação. Uma opção, segundo a Folha apurou, é estimular a associação entre OAS, Alupar e grupo Bertin.

Até agora, se registrou apenas um consórcio, formado por Andrade Gutierrez, Neoenergia e dois auto-produtores de energia: Vale e Votorantim. (págs. 1, B1 e B3)

Arrecadação do FGTS atinge recorde e chega a R$ 3,75 bilhões
 

A arrecadação do FGTS no primeiro trimestre alcançou a marca recorde de R$ 3,752 bilhões, 54% do valor apurado no ano passado. A Caixa estima que em 2010 o saldo atinja R$ 10 bilhões.

Segundo Wellington Moreira Franco, vice-presidente da Caixa, é a primeira vez que o total de trabalhadores com carteira assinada contribuindo para o FGTS supera 50% da população economicamente ativa do país, de 99,5 milhões. (págs. 1 e B4)

Dilma faz elogio a Aécio e prega ´união´ entre PT e PSDB em MG
 

No segundo dia de sua viagem a Minas Gerais, a pré-candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, elogiou o ex-governador tucano Aécio Neves e disse ser possível que os eleitores mineiros votem nela e no PSDB para o governo do Estado.

Nota de tucanos, com apoio do DEM e do PPS, classificou de
"oportunismo" o roteiro de Dilma em Minas, que incluiu visita ao túmulo de Tancredo Neves, avô de Aécio. (págs. 1, A4 e A6)

Projeto dá mais prazo para aviso de corte de luz
 

Projeto aprovado pelo Senado determina que fornecedoras de serviços públicos como água, luz e telefonia suspendam o abastecimento em caso de inadimplência só após notificação prévia de 30 dias. Ele ainda tem de ser aprovado na Câmara. (págs. 1 e B7)

Brasileiro come menos feijão e mais frutas, aponta pesquisa (págs. 1 e C10)
 


Editoriais
 

Leia "Contagem sinistra", sobre a chuva no Rio; e "A evolução do lixo", acerca de detritos e reciclagem no país. (págs. 1 e A2)

------------------------------------------------------------------------------------

O Estado de S. Paulo
 


 

Manchete: Rio tira moradores de 2 favelas
 

Total de mortos por temporal no Estado chega a 133, e havia mais de 50 desaparecidos; na capital, prefeito ataca ´demagogos´ que criticam sua decisão de remover habitantes de áreas de risco

O número de mortos por causa do temporal que atingiu o Estado do Rio entre segunda e terça-feira subiu para 133, e ainda havia ao menos 53 desaparecidos até o fechamento desta edição. A maioria das vítimas morreu em deslizamentos de terra. Por essa razão, o prefeito da capital, Eduardo Paes (PMDB), anunciou a decisão de remover todos os moradores do Morro dos Prazeres, em Santa Teresa (centro), e de uma parte da favela da Rocinha (zona sul). Paes estimou que 2 mil famílias serão transferidas para local ainda indefinido. O prefeito criticou os "demagogos de plantão" contrários à medida. Afirmou que impedir novas ocupações é sua prioridade. "Não vou ficar com esses urubus da política, esperando essas pessoas morrerem para que eles possam se divertir." Mas Lisa Brandão, presidente da associação de moradores do Morro dos Prazeres, afirmou que "ninguém vai sair". "O que a gente precisa é do poder público trabalhando para melhorar, e não para retirar." (págs. 1 e Cidades C1 e C3 a C7)

Eduardo Paes - Prefeito do Rio
´Não serei responsável por pessoas morrerem ou passarem o verão sem dormir!´

Quatro museus da capital são fechados

Castigados pelas chuvas, os museus da Chácara do Céu, do Açude, de Arte Naif e a Casa do Pontal estão fechados desde segunda-feira. O Ministério da Cultura anunciou a liberação de R$ 2 milhões para ações de emergência e de recuperação nos museus. (págs. 1 e Cidades C7)

O desespero de um pai

Valmir França da Matta recebe o corpo do filho, Marcus Vinicius, de 8 anos. Na véspera, ele ainda ouvira os gritos abafados do garoto, soterrado na lama no Morro dos Prazeres, em Santa Teresa, no Rio. O drama da família emocionou os bombeiros, que durante horas se empenharam, sem sucesso, para tentar resgatar Marcus Vinicius com vida. (págs. 1 e Cidades C5)

Governo vai perdoar dívidas de agricultores
 

A menos de seis meses da eleição, o governo prepara medida provisória que dará o perdão a todas as dívidas de até R$ 10 mil dos agricultores do Semiárido com o Banco do Brasil e com o Banco do Nordeste. O benefício soma R$ 1 bilhão e atingirá cerca de 270 mil agricultores, de uma região que inclui o Nordeste e áreas de Minas Gerais e Espírito Santo. "Muitos pegaram o dinheiro para comprar uma ou duas vacas; hoje elas nem existem mais", diz o líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros (AL). (págs. 1 e Nacional A4)

MEC corta mais de 500 vagas em Medicina
 

O Ministério da Educação cortou vagas de Medicina em oito instituições, porque os cursos foram mal avaliados. Em outro caso, o MEC acabou com o curso na Universidade Iguaçu (RJ). Mais de 500 vagas serão fechadas. (págs. 1 e Vida A16)

Empreiteiras desistem de Belo Monte
 

O consórcio Odebrecht/Camargo Corrêa anunciou que não entrará na disputa pela megausina de Belo Monte (PA). A alegação é que as condições impostas pelo governo tornam o projeto inviável. (págs. 1 e Economia B1)

Após 20 anos, Sarney voltará à Presidência (págs. 1 e Nacional A11)
 


Aliado-chave da Otan, Quirguistão sofre golpe (págs. 1 e Internacional A12)
 


No País, 27,9% bebem refrigerante sempre (págs. 1 e Vida A18)
 


Fifa vai cobrar Brasil por obras atrasadas
 

Assim que acabar a Copa da África do Sul, a Fifa pretende cobrar do Brasil resultados concretos do planejamento para a Copa de 2014, relata Jamil Chade. (págs. 1 e E1)

Veríssimo: Nazistas
 

Quando direita e esquerda se xingam de "fascista", o termo perde o significado. (págs. 1 e Caderno 2 D14)

Eugênio Bucci: Polarização eleitoral
 

A imprensa tem hoje a grande chance de se apresentar como fator de equilíbrio. (págs. 1 e Espaço Aberto A2)

Visão Global: O ´terrorismo´
 

Os diversos usos da palavra assumem caráter político, escreve SCOTT SHANE. (págs. 1 e Internacional A15)

Gilles Lapouge: Ainda os mortos de Katyn
 

Será possível que a Rússia de Putin vá reconhecer o erro do massacre de 1940? (págs. 1 e Internacional A14)

Notas & Informações: A candidata pessoa jurídica
 

À falta da Dilma pessoa física, só resta a seus mentores fazer dela representação de Lula. (págs. 1 e A3)

------------------------------------------------------------------------------------

Jornal do Brasil
 


 

Manchete: Verba zero em prevenção
 

Dinheiro da União para evitar desastres não chegou

O Rio não viu a cor do aporte previsto pelo Ministério da Integração Nacional para prevenção de desastres. A Bahia, estado do agora ex-ministro Geddel Vieira Lima, ficou com 61% do montante. Enquanto o trabalho de resgate e limpeza prosseguia, o prefeito Eduardo Paes pediu R$ 370 milhões para reparar os estragos. O número de mortos chegou a 133. (págs. 1 e Tema do dia A2 a A12)

Só 10% das famílias foram removidas

Em 15 meses da atual administração municipal, 1.300 das 13 mil famílias que vivem em áreas de risco foram removidas, a um custo de R$ 250 milhões. A burocracia é apontada como a causa do atraso. No morro do Cantagalo, a encosta assusta os moradores da favela e os de Ipanema. (págs. 1 e Tema do dia A2 e A16)

A toque de caixa, Maracanã recebe o Fla

Depois de várias idas e vindas ao longo do dia, por causa das precárias condições do Maracanã e do entorno do estádio, o governador Sérgio Cabral bateu o martelo e decidiu que o jogo entre Flamengo e Universidad de Chile, pela Libertadores, será hoje, às 16 horas. O Imperador Adriano não conseguiu se recuperar da lombalgia e está fora. (págs. 1 e Esportes D4 e D5)

Países que respondem à fúria da natureza

Muitas vezes assolados por fenômenos climáticos mais violentos do que a chuva que castigou o Rio segunda-feira, países como Estados Unidos, Inglaterra e Chile têm programas de prevenção e até de intervenção durante as tragédias. Terremotos e nevascas paralisam as cidades mas nem sempre causam mortes e os estragos de que os cariocas são vítimas. (págs. 1 e Tema do dia A8)

Pior que a poeira é a água da enchente

A poeira que cobre as ruas do Rio, resultante da secagem da lama, não é o maior fator de risco sanitário após o dilúvio de terça-feira. Para especialistas, o contato com a água é que pode trazer doenças como a leptospirose, mesmo que a pessoa não tenha qualquer ferimento. (págs. 1 e Tema do dia A5)

Multas em contas devem ser restituídas

Instituições de defesa do consumidor alertam que os clientes que pagaram multas por causa de contas vencidas nos dias seguintes ao temporal têm direito a ressarcimento. A Febraban apenas sugere que bancos concedam o abono. (págs. 1 e Tema do dia A9)

Editorial

Sob chuva, a solidariedade do povo carioca. (págs. 1 e A10)

Foto legenda: Pós-chuva – A Praia do Leblon, como vários outros pontos da cidade, virou um depósito de lixo

Foto legenda: Corre-corre – Funcionários passaram o dia limpando os vestiários e o túnel central do Maracanã. No fim da tarde, o jogo foi confirmado

Bom de garfo e ruim de esportes
 

O brasileiro está se alimentando de maneira mais saudável, mas tem dedicado menos tempo a esportes e exercícios físicos. Estudo do Ministério da Saúde revelou que o lazer sedentário, como assistir a TV, é um dos vilões para adultos e crianças. (págs. 1 e Vida, Saúde & Ciência A24)

Tratado nuclear une EUA e Rússia
 

Um novo tratado sobre a redução de arsenais nucleares será assinado hoje, em Praga, pelos presidentes dos EUA, Barack Obama, e da Rússia, Dmitri Medvedev. O presidente do Irã, Mahmud Ahmadinejad, criticou a nova política nuclear dos EUA. (págs. 1 e Internacional A20 e A21)

Governo trava ficha limpa
 

Parlamentares da base governista conseguiram adiar para maio a votação do projeto que exige ‘ficha limpa’ para os candidatos às eleições. O receio da oposição é de que as novas regras não sejam votadas a tempo de vigorarem no pleito de outubro. (págs. 1 e País A14)

------------------------------------------------------------------------------------

Correio Braziliense
 


 

Manchete: Dez candidatos na corrida ao Buriti
 

Ex-aliados de Arruda, de Roriz e de Cristovam se inscrevem para a eleição indireta do governador do DF, marcada para o dia 17. Partidos avaliam as coligações viáveis e estudam até a troca de vice na composição da chapa. Com a disputa pulverizada, negociações vão se estender pelos próximos dias (págs. 1, 31 e 32)

Deputados sujam projeto da ficha limpa

Com apoio da base de sustentação do governo Lula, os deputados penduraram o projeto de lei que impede candidatos condenados judicialmente de concorrer a cargo eletivo. Nove líderes dos partidos aliados se recusaram a assinar o pedido de urgência na votação da proposta e tornaram remotas as chances de a nova regra valer para as eleições de outubro. “Tem gente falando na Casa que é mais fácil eleitor voar do que esse projeto ser aprovado em plenário”, afirma o tucano Vanderlei Macris (SP). (págs. 1 e 6)

O aloprado voltou
 

Valdebran Padilha, preso em 2006 no episódio do dossiê falso contra Serra, é detido novamente pela PF. Desta vez, por fraude em licitações da Funasa. Desvio pode chegar a R$ 250 milhões (págs. 1, 2 e 3)

Foto legenda: Rio de tragédias
 

Marcus da Matta, 8 anos, foi retirado sem vida dos escombros, ontem, em Santa Teresa, um dos bairros mais atingidos pelos temporais no Rio de Janeiro. Ele é um dos 145 mortos da tragédia no estado. Ainda há desaparecidos. Mesmo com a redução das chuvas, várias áreas estão sob risco. No fim da noite, um deslizamento soterrou pelo menos 40 casas em Niterói. (pág. 1)

Violência: Bandidos já desafiam os shoppings
 

Assaltos e tiroteios à luz do dia fizeram os comerciantes do Plano Piloto reforçar a segurança. Muitos fecham as portas às 18h. Mas não há limites para os criminosos. Ontem, um deles foi preso ao tentar roubar uma lotérica num shopping da Asa Sul. (págs. 1 e 33)

Custo de vida: Indústria prevê onda de reajustes
 

Alta no custo de matérias-primas como o minério de ferro e o aço será repassada para o preço dos produtos nas próximas semanas. Fim da redução do IPI de vários setores da economia também levará ao aumento no valor das mercadorias. (págs. 1 e 16)

------------------------------------------------------------------------------------

Valor Econômico
 


 

Manchete: Grupo Bertin forma consórcio para Belo Monte
 

Saem a Camargo Corrêa e a Odebrecht e entra o grupo Bertin. A empresa, junto com as construtoras Queiroz Galvão, OAS, Mendes Júnior, Serveng e ainda com apoio de um grupo chinês, formou um consórcio para disputar a usina hidrelétrica de Belo Monte. O grupo atendeu a chamada pública da Eletrobras, encerrada ontem às 17h, para ter a estatal como sócia. Essa pode ser uma saída para o governo federal, que viu ontem as duas maiores construtoras do país anunciarem oficialmente que estão fora da disputa por considerar o projeto economicamente inviável.

A pressão, no entanto, continua forte e fontes importantes do grupo formado por Andrade Gutierrez, Vale, Votorantim e Neoenergia, que há mais de uma semana se apresentou para ser sócio da Eletrobras, afirmam que com a tarifa imposta de R$ 83 por megawatt-hora o governo terá de ceder em alguns pontos se quiser uma disputa no leilão. Isso porque seria grande a dificuldade para obter o retorno do capital investido nas condições atuais. (págs. 1 e A16)

Demanda aquece importações
 

As importações de bens intermediários e de consumo, principalmente não duráveis, mantiveram forte ritmo de crescimento no primeiro trimestre. A tendência é estimulada pelo mercado interno aquecido, pelo câmbio e pela queda de preços. As matérias-primas e os bens intermediários já representam 48% do valor das importações totais do país. O volume de intermediários importados cresceu 39,2% no primeiro bimestre, em comparação com o mesmo período de 2009, e o de bens de consumo não duráveis praticamente dobrou na mesma comparação.

Apesar do crescimento das importações, o forte reajuste nos preços do minério de ferro já faz bancos e consultorias revisarem para cima suas estimativas para o saldo comercial. O Bradesco, por exemplo, que previa superávit de US$ 5,5 bilhões no ano, passou a estimar US$ 18,4 bilhões. (págs. 1 e A3)

Foto legenda: Com asas nos pés
 

A alta da demanda faz a TAM elevar investimentos na frota para US$ 800 milhões neste ano, diz Líbano Barroso. Ele testa em voo internacional tarifa maior por assento mais confortável. (págs. 1 e B5)

Parmalat reduz multa de R$ 14 bi
 

A Parmalat conseguiu reduzir de R$ 14 bilhões para R$ 12 milhões uma autuação aplicada em 1999 pela Receita Federal, referente ao pagamento de IR, CSLL, PIS e Cofins. A revisão do valor bilionário foi concedida pelo Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), instância administrativa para a qual os contribuintes podem recorrer de multas fiscais. Trata-se do maior auto de infração de que se tem notícia em relação ao faturamento de uma empresa. Na época, a companhia - hoje em recuperação judicial - estava em concordata e registrou faturamento de R$ 1,4 bilhão. A discussão vinha causando problemas práticos para a Laep, controladora da empresa, como na venda de bens. (págs. 1 e E1)

A recente crise global pode ser chamada de Grande Recessão?
 

O presidente do Federal Reserve, Ben Bernanke, a chama de "pior crise financeira da história moderna". Seu antecessor, Alan Greenspan, diz que foi "a mais virulenta crise financeira mundial de todos os tempos". A recessão resultante foi mais longa e profunda que qualquer outra que os EUA tenham vivido desde a Segunda Guerra Mundial. Mas será que ela merece o pesado epíteto de "Grande Recessão" que parece estar adquirindo? "Grande" é uma palavra de peso, uma marca de enorme significado histórico. A Primeira Guerra Mundial foi a Grande Guerra até que houve a segunda.

A Grande Depressão da década de 30 certamente merece o nome. A produção industrial caiu 45% entre 1929 e 1932. A recente recessão durou 18 meses, mais que qualquer outra no pós-guerra. A produção industrial caiu 16%, muito mais do que em qualquer recessão depois da Depressão. "Está bem claro que esta é a mais severa recessão do pós-guerra", diz Mark Watson, de Princeton. Mas "grandeza", acrescenta, implica algo mais que "severo". (págs. 1 e A13)

Corretora ajuda investidor em ações a pagar IR
 

Corretoras estão investindo em ferramentas para auxiliar os investidores em ações a recolher o Imposto de Renda e a preencher a declaração anual. A Receita tem apertado os controles sobre o IR da pessoa física e a fiscalização recai cada vez mais sobre aplicadores em bolsa. Muitos acham que as corretoras são responsáveis por recolher o imposto, mas a apuração do tributo, que é mensal, deve ser feita pelo investidor. (págs. 1, D1 e D2)

Cuba quer ressuscitar açúcar
 

Governo cubano reorganiza a outrora próspera indústria açucareira da ilha para tentar recuperar sua produção, inclusive com investimentos estrangeiros. (págs. 1 e A12)

OSI mira o Brasil
 

A OSI Systems, fabricante americana de equipamentos para segurança, saúde e componentes eletrônicos, abre escritório em São Paulo e avalia a produção local, com fábrica própria ou por meio de aquisição. (págs. 1 e B3)

Receita de sucesso
 

Para encarar um ano de crise, a BFK - que detém as redes Bob´s, KFC, Pizza Hut São Paulo e Doggis - reformulou a gestão e viu o lucro operacional crescer mais de 100% em 2009. Neste ano, vai abrir mais 200 lojas, com destaque para o Bob´s, diz Antonio Detsi. (págs. 1 e B6)

Merck estuda fechar fábrica
 

Como parte do processo de união com a Schering-Plough, a Merck Sharp & Dolune deve definir nos próximos meses o fechamento de uma de suas seis fábricas no Brasil, provavelmente na área de saúde animal. (págs. 1 e B7)

Suzano foca a China
 

A Suzano Papel e Celulose prepara-se para aumentar as vendas ao mercado chinês, com site em mandarim e executivos treinados especialmente para a tarefa. Em 2014, a China deverá responder por 60% das vendas. (págs. 1 e B8)

Uberaba vence disputa
 

Durante evento com empresários em Belo Horizonte, o vice-presidente, José Alencar, confirmou a construção de uma fábrica de amônia da Petrobras em Uberaba (MG). (págs. 1 e B11)

Novo recorde no campo
 

As políticas de apoio à comercialização da safra passada, a queda no preço dos insumos, o aumento da área de soja, o clima favorável e o crescimento da produção de milho de inverno vão garantir ao país uma colheita recorde neste ano. (págs. 1 e B12)

Financiamento de automóveis
 

Enquanto os grandes bancos andaram de lado no financiamento de automóveis no ano passado, os bancos ligados a montadoras ampliaram suas carteiras em 30%, na média. O estoque chegou a R$ 44 bilhões. (págs. 1 e C1)

Ideias
 

José Roberto Campos: montadoras enfrentam dura reorganização no mercado mundial de automóveis. (págs. 1 e A2)

Ideias
 

Carlos Lessa: discursos ideológicos para tolher o crescimento. (págs. 1 e A14)

------------------------------------------------------------------------------------

Jornal do Commercio
 


 

Manchete: Fuga é frustrada
 

Policial descobriu a construção de um túnel no Aníbal Bruno, que seria usado por mais de cem presos para escapar do presídio. No grupo, estariam membros do POC paulista e do Comando Vermelho, do Rio. Doze deles foram transferidos da unidade. (pág. 1)

Rio chora mortos e tenta reagir
 

Até a 0h de hoje, havia 147 mortos, mais de 15 mil desabrigados e número não confirmados de desaparecidos no Estado, depois da chuva de terça. Apesar de tudo, a ordem é recomeçar. Com menos água nas ruas, comércio reabriu portas. (pág. 1)

Fim do IPI reduzido para carros novos dá fôlego aos usados (pág. 1)
 


Frade é extraditado e vai cumprir pena na Bahia por pedofilia (pág. 1)
 


------------------------------------------------------------------------------------

- Buya




Buya ©.Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta
página em qualquer meio de comunicação.