- Links
» Página Inicial
» Estadão
» Revista Veja
» Revista Época
» Folha de São Paulo
» Revista Isto É
» Revista Carta Capital
» Prefeitura de Pirassununga
-
BALAIO DO BUYA
Jornal Virtual
-
» Contato
 
 
- Balaio do Buya
Dizimista 149

 

 
 
Edição nº 149, de 26 de maio de 2010
 
O mundo mágico da Internet
O site mais visitado da região
Pirassununga,SP
O Dizimista– Primeiro jornal virtual de Pirassununga
A palavra que você não ouve, a notícia que você não lê, a realidade que você não enxerga.
 
Mônica Bergamo: Aécio usou pesquisa para decidir não ser vice de Serra
 
A decisão de Aécio Neves (PSDB-MG) de não ser o vice de José Serra (PSDB-SP) foi tomada "com base em análises, e não como vontade pessoal", disse pessoa da mais absoluta confiança do mineiro, informa a coluna de Mônica Bergamo, publicada na edição desta quarta-feira da Folha (a íntegra somente para assinantes do UOL e do jornal).
De acordo com a coluna, pesquisas encomendadas pelos tucanos mostram que só 4% dos eleitores que votam hoje em outros candidatos mudariam para Serra se Aécio fosse o vice. E pela preferência do eleitorado, ele deve sair candidato ao Senado.
Leia a coluna na Folha desta quarta-feira, que já está nas bancas.
 
Militares perseguidos pela ditadura militar pedem pressa em processos de anistia
Agência Brasil

Brasília – O deputado federal Pedro Wilson (PT-GO) e representantes do grupo de militares perseguidos durante a ditadura militar (1964-1985) foram ao Ministério da Justiça reclamar da demora na tramitação dos processos de anistia. Durante reunião realizada hoje (25) com representantes do ministério, eles cobraram a conclusão das ações.

Para o deputado, os militares que foram cassados pelo AI-5 merecem o julgamento e o pagamento das indenizações. Segundo ele, os processos que tramitam pelo ministério já foram julgados, mas tiveram de voltar para revisão por conterem informações erradas.

“Eles [os militares] foram as primeiras pessoas processadas e cassadas no Brasil. Alguns com 80, 90 anos lutaram pelo Brasil e querem que esses processos sejam agilizados, senão eles vão receber isso depois da morte, o que já não interessa mais”, disse o parlamentar.

O representante da Associação de Defesa dos Direitos e Pró-Anistia Ampla dos Atingidos por Atos Institucionais, coronel José Wilson, afirmou que o número de processos sob revisão é muito pequeno e por isso, não há necessidade de tanta demora. “Queremos a conclusão de processos que estão parados”, declarou.

O presidente da Comissão de Anistia do ministério, Paulo Abrão, não participou do encontro, mas esclareceu que os processos têm tramitado normalmente. Segundo ele, alguns casos muito complexos ainda serão avaliados pela comissão.

“No caso dos militares, os processos dependem de instruções que muitas vezes não estão disponíveis. Os processos dos militares que pedem anistia são os que têm mais celeridade, 90% dos casos já foram resolvidos”, afirmou.

Abrão estima que existam cerca de 12 mil pedidos de anistia política esperando julgamento no país. Segundo ele, as ações de militares não chegam a um terço desse valor.
 
Para construir a sua nova arena, o Palmeiras terá que dar uma contribuição ao meio ambiente. É o preço para se conseguir a licença ambiental da prefeitura de São Paulo.
A Secretaria municipal do Verde e Meio Ambiente definiu que o clube terá que plantar 1036 árvores – 248 dentro do Palestra Itália, 85 na calçada e 703 em local a definir.
 
CCJ aprova projeto que reajusta salários de servidores federais
Iolando Lourenço
Repórter da Agência Brasil
 Brasília - Projeto de lei do Executivo que cria gratificações e reajusta salários de servidores de diversos órgãos federais foi aprovado hoje (25) em caráter conclusivo pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara (CCJ). O projeto abrange 32.763 servidores - 12.032 da ativa, 9.318 aposentados e 11.413 pensionistas. Como tramita em caráter terminativo, a proposta seguirá diretamente para votação no Senado, a não ser que seja apresentado recurso para sua votação na Câmara.
 A proposta prevê, entre outras medidas, a criação de adicional até R$ 1.042,00 para servidores do Ministério das Relações Exteriores por participação em missão internacionais; reajuste de gratificação de desempenho para agentes penitenciários federais; aumento de salário e de gratificação para servidores da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e de cargos de tecnologia militar do Ministério da Defesa.
 De acordo com o texto aprovado, na maioria das carreiras o reajuste será escalonado até abril de 2011. O custo total da proposta deverá ser de R$ 401,9 milhões em 2010, R$ 773,7 milhões em 2011 e R$ 791,8 milhões em 2012.
 
 
Repasse. Se nos anos 40 existisse Internet, Hitler não teria assassinado milhões de judeus.
 
Buya neles!!!
 
 
 
 
- Buya




Buya ©.Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta
página em qualquer meio de comunicação.